Início Viagens Os 15 países mais bonitos da Europa

Os 15 países mais bonitos da Europa

Repletos de história e monumentos milenares, com aldeias, vilas e cidades medievais e com muito por descobrir. Estes são os países mais bonitos da Europa.

26377
2
Alentejo
Alentejo

Que critérios podem ser utilizados para definir a beleza de um país, sabendo que a beleza depende da opinião de cada um? A questão nunca é fácil e tentar encontrar critérios objectivos é uma tarefa muito complicada. Mas as redes sociais e os sites especializados (e com comentários dos turistas) podem dar uma ajuda preciosa. Além disso, a presença de cidades e monumentos como património da UNESCO também é um factor a ter em conta. E muito importante também é a quantidade de parques protegidos em cada país, atendendo ao facto de as áreas verdes serem cada vez mais importantes e mais valorizadas pelas pessoas.

Assim, para elaborar a lista dos países mais lindos da Europa, tivemos em conta diversos factores como: quantidade de locais património da UNESCO, percentagem de áreas verdes protegidas em cada país, grau de satisfação dos turistas em plataformas como o TripAdvisor, número de turistas recebidos todos os anos e abertura da população local em receber e acolher visitantes estrangeiros. Estes são os países mais bonitos da Europa.

 

1. Itália

A Itália nunca desilude! Trata-se de um país com uma variedade de paisagens imensa, que pode ir das suas enormes montanhas no norte às suas belas praias no sul ou a paisagens vulcânicas como o Vesúvio ou o Etna, além da melancolia ondulante e verdejante das fantásticas paisagens da Toscana. Mas não é apenas isso.

Florença
Florença

A Itália foi o berço do Império Romano e do Renascimento e, por isso mesmo, a quantidade de atracções históricas a visitar é realmente considerável. E há ainda as centenas de pequenas vilas ou de grandes cidades para visitar que estão repletas de história e monumentos, sendo os casos mais notáveis os de Roma, Veneza, Milão, Bolonha, Pisa e Florença, por exemplo.

 

2. Espanha

A Espanha é um caso peculiar. Existem vários países dentro de Espanha e não falamos apenas nas províncias autonómicas como a Galiza, a Catalunha ou o País Basco, por exemplo. Falamos, sim, da enorme variedade de paisagens existentes dentro de Espanha.

Alcazar de Sevilha
Alcazar de Sevilha

Se visitar este país, pode optar por conhecer a paisagem montanhosa das Astúrias ou as praias da Andaluzia, por exemplo, já para não falar das suas ilhas, como as Baleares, as Canárias ou até o caso especial das ilhas Cíes. Cidades como Barcelona, Sevilha, Madrid, Toledo, Salamanca ou Santiago de Compostela acrescentam ainda mais opções aos turistas, dado o elevado número de monumentos e pontos de interesse que possuem.

 

3. Portugal

Portugal talvez seja a jóia mais recente da Europa descoberta pelos turistas. Se antigamente era sobretudo um país conhecido pelas praias do Algarve e visitado sobretudo por turistas em busca de sol, hoje o cenário é muito diferente. Os turistas estrangeiros começaram finalmente a descobrir outras regiões, como o Alentejo, os Açores, o Gerês, o Douro e o Minho. E descobriram também as belíssimas aldeias históricas de Portugal e aldeias de xisto.

Lagoa das Sete Cidades
Lagoa das Sete Cidades, São Miguel, Açores

É verdade que Portugal continua a ser destino de praia, mas também é verdade que a procura de turismo mais específico e com mais qualidade explodiu nos últimos anos. Hoje em dia, além de Lisboa, do Porto e do Algarve, quem visita Portugal faz questão também de conhecer as pequenas aldeias do interior, os fantásticos vinhos e desfrutar da gastronomia portuguesa.

 

4. Islândia

A Islândia é apenas uma ilha perdida no norte do Atlântico. Será? Talvez não… os turistas internacionais parecem ter descoberto um país mítico e lendário, repleto de vulcões (alguns adormecidos e outros activos), cascatas e glaciares. Mas desengane-se se pensa que a Islândia é apenas isso.

Islândia
Islândia

Além de poder contemplar vulcões e glaciares, pode ainda ver a aurora boreal ou mergulhar no mar e ver o local onde as placas tectónicas fazem com que a América se esteja gradualmente a afastar da Europa. Além disso, o povo da Islândia é famoso por saber receber bem que os visita e pela animação nocturna da sua principal cidade e capital do país, Reiquejavique.

 

5. Suiça

Aquilo que mais chama a atenção na Suiça são as suas montanhas, os Alpes, sempre verdejantes da Primavera e cobertos de neve no Inverno. Mas a Suiça não é apenas isso. Cidades históricas como Genebra, Berna, Montreux e Zurique oferecem aos turistas algo mais para visitar do que apenas montanhas e lagos.

Suíça
Suíça

Além disso, pode encontrar ainda pequenas vilas ou aldeias encaixadas nos vales das montanhas e à beira de algum dos muitos lagos que existem na Suiça, locais dignos de um cartão postal que o levam a repensar o que é, na realidade, viver com qualidade de vida. Situada bem no coração da Europa, a Suiça está apenas a algumas horas de outros locais igualmente fantásticos, podendo servir como ponto de partida para visitar o resto do continente.

 

6. Áustria

Se acha que a Áustria é apenas uma versão um pouco diferente da Suiça, está enganado. Sim, é certo, a Áustria também possui montanhas verdejantes ou cobertas de neve no Inverno, mas basta ir a cidades como Viena ou Salzburgo para perceber que pode ser muito diferente da vizinha Suiça.

Hallstatt, Austria
Hallstatt, Austria

Além disso, pode contar com autênticas pérolas praticamente desconhecidas pela maioria dos turistas, como a pequena vila de Hallstatt, um pequeno paraíso situado à beira de um lago e que será, certamente, um destino de viagem obrigatório se pretende visitar a Áustria. E já agora, para uma experiência completa e para conhecer verdadeiramente este país, também tem que visitar o Tirol e, quem sabe, aventurar-se a cantar o famoso tirolês!

 

7. Irlanda

A Irlanda tem tudo para parecer um país monótono… mas não é! Apesar de ser apenas uma (relativamente) pequena ilha e ter uma paisagem bastante uniforme, a Irlanda está, na realidade, repleta de locais interessantes para conhecer. O mais famoso é, sem dúvida, Dublin, a sua capital.

Irlanda
Castelo de Dunguaire

Mas não só. Por todo o território encontrará pequenas vilas típicas e alguns castelos quase abandonados que dão à paisagem uma melancolia única e que, conjugado com a história do país, o farão sentir numa espécie de reino medieval típico dos livros de cavaleiros e princesas. Ou, se não for tão romântico, numa cenário de Game of Thrones!

 

8. Noruega

Pátria dos fiordes e do Bacalhau! Mas não apenas isso. A Noruega distingue-se dos restantes países da Escandinávia pela sua beleza em tons verdes e pelas suas paisagens deslumbrantes. Sejamos honestos: os fiordes serão, sem dúvida, a grande atracção turística da Noruega mas está longe de ser a única. Cidades e vilas como a capital Oslo, Lofoten e Stavanger estão a atrair cada vez mais turistas.

noruega
Noruega

Além disso, a Noruega é também um dos melhores locais do mundo para observar a Aurora Boreal e, portanto, se um dos seus maiores desejos é contemplar este fantástico fenómeno, nada como fazer uma visita até aos pontos mais a norte deste deslumbrante país.

 

9. França

A França é um país inevitável neste tipo de listas. Tido como um dos destinos mais românticos do mundo, há muito tempo que visitar a França deixou de limitar-se a conhecer Paris. Este maravilhoso país tem muito para oferecer e numerosas cidades medievais para conhecer. Vilas medievais como Annecy, Eguisheim ou Colmar fazem as delícias de qualquer turista. E cidades como Avignon, Lyon ou Bordéus conquistam os mais indecisos.

Annecy
Annecy

Além disso, não se pode esquecer que a França é o destino de excelência para o turismo de charme e a provar isso estão regiões como a Provença ou a Riviera Francesa (algumas das aldeias mais bonitas da França ficam nestas regiões). No fundo, a França possui um destino diferente para o gosto de cada pessoa e, qualquer um de nós, pode encontrar neste país o seu local preferido.

 

10. Croácia

A Croácia é um autêntico tesouro por descobrir… ou melhor: era. O país sofreu uma explosão de turistas nos últimos anos, muito por causa da fama conquistada durante as filmagens da série Game of Thrones em Dubrovnik. Mas este não é o único deslumbrante destino deste país dos Balcãs. A rivalizar com Dubrovnik estão as cidades de Split, Hvar, os lagos Plitvice ou a caverna azul de Bisevo.

Croácia
Dubrovnik – Croácia

A Croácia é, sem dúvida, um destino cada vez mais na moda e veio para ficar definitivamente na lista dos melhores países para visitar na Europa. Um clima ameno, uma história riquíssima e o mar Adriático a dar um toque de azul fazem deste pequeno recanto um local excelente para recarregar baterias.

 

11. Eslovénia

Poucas pessoas pensam na Eslovénia como destino de férias mas a verdade é que este pequeno país, encravado entre a Itália, a Áustria, a Hungria e a Croácia, começa a despertar cada vez mais as atenções dos turistas. Falar da Eslovénia é falar da sua capital Liubliana mas não só. O país destaca-se sobretudo pela magnífica beleza do lago Bled e da pequena cidade de Piran.

eslovénia
Bled

A Eslovénia beneficiou de uma transição democrática suave após a dissolução da antiga Jugoslávia, ao contrário de países como a Sérvia ou a Bósnia. Pouco a pouco, vai-se impondo como destino turístico de qualidade, numa região que era praticamente desconhecida pelos turistas e onde agora, países como a Croácia ou o Montenegro começam a deslumbrar quem os visita.

 

12. Montenegro

Apostamos que não estava à espera de ver este pequeno país nesta lista, certo? Talvez isso aconteça porque ainda quase ninguém descobriu o Montenegro. E falamos em quase ninguém porque este país dos Balcãs é um destino popular para turistas russos, que aqui procuram um clima bem mais ameno e menos agressivo do que o clima na Rússia. A verdade é que Montenegro é uma pequena jóia à espera de ser descoberta.

montenegro
Sveti Stefan

Locais como a baía de Kotor deslumbram qualquer visitante mas não é o único e turista pode ainda contemplar a beleza de Sveti Stefan, Perast e Budva, só para dar alguns exemplos. Encontrá poucos países no mundo com tanta diversidade em tão pouco espaço como acontece no Montenegro e vale bem a pena acrescentar este destino à sua lista de viagens de sonho.

 

13. Alemanha

Acha mesmo que a Alemanha apenas possui cidades industriais? Não! Este belíssimo país, no coração da Europa, é famoso pelos seus românticos castelos e palácios da região da Baviera, como o famoso castelo de Neuschwanstein. E também de visita obrigatória são as inúmeras pequenas vilas medievais, como Rothenburg ob der Tauber, Cochem e Goslar, só para dar alguns exemplos.

Neuschwanstein
Neuschwanstein, Alemanha

Além disso, a Alemanha conta a vibrante e famosa cidade de Berlim, a sua capital, que soube erguer-se das ruínas da guerra e transformar-se num pólo de atracção para turistas, artistas e empreendedores de todo o mundo, que fazem desta cidade uma das mais interessantes para visitar na Europa.

 

14. Bélgica

A Bélgica é um caso muito especial. Este pequeno país (que por sua vez é dividido em 2 pequenas regiões: Flandres e Valónia), é famoso sobretudo pelas suas cidades medievais. Visitar Bruges, por exemplo, é uma experiência obrigatória para qualquer amante de viagens, e nesta cidade irá sentir-se como se tivesse viajado no tempo até à idade média.

Bruges
Bruges

Ghent é outra pérola da Bélgica onde há muito para visitar e descobrir. Antuérpia, Liège e a capital, Bruxelas, completam a lista. Se é verdade que a Bélgica é o coração da União Europeia e aqui se situa a sua capital, então também é verdade que apenas se conhece verdadeiramente a Europa quando se visita este país e as suas mais belas cidades.

 

15. Rússia

Metade europeu e metade asiático, nem os próprios russos conseguem catalogar o seu país e parecem ter com a sua pátria uma relação de amor/ódio, tal é a facilidade com que elogiam os países europeus e logo a seguir enaltecem a sua nação. Mas confusões à parte, este imenso país tem uma variedade enorme de paisagens para oferecer e cidades repletas de monumentos para visitar.

Moscovo
Moscovo

Além, claro, dos deslumbrantes palácios de Moscovo ou São Petersburgo e dos seus museus e estações de metro, vale a pena visitar também pequenas cidades mais pequenas do território, como Kazan, Sochi, Suzdal ou Rostov. E não se esqueça que há um Kremlin em cada uma dessas cidades e não apenas em Moscovo já que a palavra Kremlin serve para definir a “fortificação” de defendia cada uma das cidades russas dos povos que, ao longo dos séculos, quiseram invadir o país. Por fim, importa ainda destacar as fantásticas paisagens do lago Baikal ou a paisagem vulcânica de Kamchatka, só para dar alguns exemplos do muito que a Rússia tem para oferecer.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. […] NOTA: talvez tenha reparado que usámos os termos aldeia, vila ou cidade no texto de introdução. Não é por acaso. Embora o título diga “vilas medievais mais bonitas da Europa”, o facto de se encontrarem em países diferentes, com regras diferentes na forma de organizar povoações, faz com que desta lista façam parte locais que tanto podem ser aldeias, como vilas ou até cidades. Desfrute! E a propósito, se tiver curiosidade… aqui pode também encontrar os países mais bonitos da Europa. […]

  2. Faltou a cidade do Rio de Janeiro com suas favelas e seus traficantes que são experts em mandar os turistas conhecerem Deus! De um brasileiro!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here