Início Viagens 12 belíssimos locais para visitar na Irlanda

12 belíssimos locais para visitar na Irlanda

Vai visitar a Irlanda? Aceite as nossas sugestões dos melhores destinos turísticos nesta belíssima ilha e construa o seu roteiro de viagem à Irlanda.

44628
0
Irlanda
Castelo de Dunguaire

Planeia visitar a Irlanda? Repleta de história, a paisagem irlandesa é rica em castelos, igrejas, mosteiros e inúmeros monumentos, alguns deles classificados como património mundial pela UNESCO. A paisagem irlandesa é bucólica, um pouco melancólica, mas verdejante e cativante. Nesta pequena ilha há um pouco de tudo: cidades cheias de vida e vigor cultural, pequenas vilas ou aldeias paradas no tempo mas encantadoras e charmosas.

A Irlanda viveu sempre na sombra da sua vizinha Inglaterra mas, com o tempo, despontou e abriu-se ao mundo… e o mundo descobriu a Irlanda. Visitar a Irlanda não é apenas apreciar a sua famosa cerveja num dos seus peculiares pubs. Visitar a Irlanda é mergulhar na alma do seu acolhedor povo, é reviver tempos medievais dentro dos seus castelos, é compreender a personalidade de um povo que sofreu ao longo dos séculos e agora se abre ao mundo. Descubra os pontos mais turísticos da Irlanda e construa o seu roteiro de viagem com a ajuda das nossas sugestões. Afinal de contas, há muito mais para visitar na Irlanda do que apenas a sua capital, Dublin. Conheça 12 belíssimos locais para visitar na Irlanda.

 

1. Castelo de Bunratty

O Castelo de Bunratty é uma das principais atracções turísticas da Irlanda e é uma visita obrigatória para todos os visitantes da região de Shannon. O castelo de Bunratty, construído em 1425, é a fortaleza medieval mais completa e autêntica da Irlanda e contém mobiliário, tapeçarias e obras de arte desse período. A Bunratty Collection possui mais de 450 itens de móveis e artefactos medievais alojados no Castelo de Bunratty.

Castelo de Bunratty

O castelo é famoso pelos banquetes medievais nocturnos que ali são realizados durante todo o ano e nos quais podem participar os turistas que desejam sentir como era o dia-a-dia de uma vila medieval de há uns séculos atrás. Nos arredores do castelo fica o Bunratty Folk Park, com 26 hectares, e é um deslumbrante parque que recria a Irlanda do século 19 e possui vários tipos de fazendas, uma igreja, um fantástico jardim e ruas com pub, correios e várias lojas. Nas noites de Abril a Outubro é possível assistir, neste parque, a uma recriação e uma típica noite irlandesa.

 

2. Killarney

Killarney (Cill Airne em irlandês) é uma cidade da Irlanda e está situada no condado de Kerry. Em 2007, Killarney, nas margens do lago Lein, no parque nacional de Killarney, ganhou o título de cidade melhor conservada da Irlanda. Está situada no sudoeste do país, aos pés dos seus maiores pontos altos, e constitui o seu segundo ponto de interesse turístico atrás de Dublin graças à catedral de Santa Maria, o castelo de Ross ou à abadia de Muckross, e também maravilhas naturais como a cascata de Torc.

Killarney

Os assentamentos religiosos foram uma característica proeminente da história de Killarney e, mais importante, da história inicial da Irlanda. Um dos assentamentos históricos mais notáveis que está hoje em ruínas é o mosteiro da Ilha Innisfallen que é uma das atracções turísticas principais desta região. Fundado por St. Finian the Leper em 640. Também referido como “Terra dos santos e estudiosos”, o mosteiro era um centro de educação respeitável naquela época e atraiu grandes estudiosos de toda a Europa que aqui vinham para se enriquecer culturalmente e contribuíram para a difusão da fé cristã, não só na Irlanda mas também no Velho Continente.

 

3. Falésias de Moher

Um cenário “de filme”, cuja beleza chega a atrair até um milhão de visitantes por ano. A pouco mais de duas horas de carro do centro de Dublin, as Falésias de Moher são as atracções naturais mais visitadas da Irlanda. No total, elas se estendem por oito quilómetros sobre o Oceano Atlântico e em seu ponto mais alto chegam a atingir 214 metros.

Falésias de Moher

Do alto das falésias, ainda mais belas em dias de sol, é possível avistar as ilhas de Aron, a Baía de Galway, entre outros pontos fantásticos. Para explorar a trilha sinalizada, construída para os visitantes, é preciso estar devidamente calçado (um bom par de ténis antiderrapantes é altamente indicado); além disso, capas de chuva também são importantes, caso haja alguma mudança repentina no tempo. A visita pode ser feita por conta própria, com a ajuda do mapa cedido pelo centro de visitas, ou com a ajuda de guias – como o habitante local Pat Sweeney, que conhece como ninguém a região e apresentará a você fatos interessantíssimos e pontos imperdíveis das falésias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here