Início Cultura Belmonte: a vila que é um museu a céu aberto

Belmonte: a vila que é um museu a céu aberto

Localizada em Castelo Branco, Belmonte é uma vila portuguesa que proporciona uma viagem no tempo até às comunidades judaicas.

2
Belmonte
Belmonte

Pertencente ao distrito de Castelo Branco, Belmonte é uma pequena (grande) vila portuguesa localizada em plena Cova da Beira, implantada na margem esquerda do Rio Zêzere. Segundo a tradição, o nome desta vila provém do lugar onde a mesma se ergue – monte belo ou belo monte – porém, há quem lhe atribua a origem de “belli monte” que significa monte de guerra.

Belmonte
Belmonte

É uma terra com paisagens únicas, de sol, boa gente, boa comida e sobretudo, de muita história e tradição: sabia que foi nesta região que nasceu o navegador responsável pela descoberta do Brasil Pedro Alvares Cabral? 

Para além disto, Belmonte é conhecida como a terra que é um “museu a céu aberto” devido à sua Rede de Museus Municipais: Museu Judaico, Museu dos Descobrimentos, Ecomuseu do Zêzere, Museu do Azeite, Centro de Interpretação da Igreja de São Tiago e Castelo da vila. Contudo, os dois primeiros museus são aqueles que detêm uma maior procura por parte de todos os turistas e visitantes.

Belmonte
Belmonte

O Museu Judaico é o primeiro em Portugal e tem como objetivo retratar a presença da comunidade judaica na nação e o seu valioso contributo cultural e artístico. Encontra-se recheado de peças utilizadas em segredo pela comunidade e este é um sítio que serve de homenagem a todos os judeus que foram alvo de perseguições religiosas. O museu detém também, centenas de peças religiosas utilizadas pelas famílias hebraicas, para o dia-a-dia ou até mesmo para o uso profissional.

Já o Museu dos Descobrimentos surgiu com o intuito de dar a conhecer uma das maiores descobertas feitas por Portugal, mais precisamente pelo navegador Pedro Álvares Cabral: o Brasil. O objectivo deste museu é também dar a conhecer a história da maior nação de expressão portuguesa, através da união entre culturas.

Belmonte
Belmonte

O Ecomuseu do Zêzere, localizado na antiga Tulha dos Cabrais construída por esta que era a família mais importante da região, detém uma função didática e pedagógica cujo objetivo é dar a conhecer a história deste rio e o seu percurso completo, desde a sua nascente até à foz.

O Museu do Azeite, tal como diz o nome, tem como principal objetivo dar a conhecer as técnicas de produção do azeite e a importância que esta mesma teve na economia local. Este espaço, para além de ser didático, também funciona como um restaurante panorâmico no seu interior.

Caraterizado como um templo românico, à Igreja de São Tiago, no final do século XV foi-lhe anexado o Panteão da família Cabral, sendo esta uma das mais importantes e conhecidas de Belmonte. Localiza-se num dos caminhos portugueses de peregrinação a Compostela, e este foi um local onde os peregrinos encontravam o confronto espiritual. 

Belmonte
Belmonte

Atualmente, característico da época medieval, o Castelo da Vila tem funções turísticas e culturais e é constituído por um anfiteatro ao ar livre, assim como uma Torre de Menagem e uma Sala Oitocentista, adaptadas à história da vila e do castelo. Este tem uma forte ligação com a Era dos Descobrimentos, principalmente à descoberta do Brasil.

Tal como os judeus preservavam as suas orações, costumes e tradições, Belmonte, até hoje, preserva o seu ambiente medieval e tão característico. Uma terra de museus, faz desta região um museu a céu aberto que envolve em si muita história e cultura que remonta aos tempos passados.

2 COMENTÁRIOS

  1. É preciso orientar os turistas sobre a questão do acesso ao local. A dificuldade para estacionar e para o acesso das pessoas com dificuldades de mobilidade.Informar sobre as opções melhores de acesso. Senão bacana por ser uma tentativa frustrante de visita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here