Início Viagens Os 15 melhores locais para visitar na Bélgica

Os 15 melhores locais para visitar na Bélgica

É o coração da Europa e um país dividido em dois: Flandres e Valónia. Descubra os melhores locais para visitar na Bélgica, um país surpreendente.

0

6. Antuérpia

Antuérpia é uma cidade com muitos rostos. Embora possa não ser tão historicamente preservada como Bruges ou Ghent, é uma cidade muito dinâmica, oferecendo uma mistura perfeita de história e vida moderna actual. Amantes da boa comida, boa cerveja e bons tempos, esta cidade é mais conhecida pelo Distrito dos Diamantes, onde mais de 70% dos diamantes brutos do mundo são comercializados.

Antuérpia
Antuérpia

A arte abunda em Antuérpia e pode constar isso mesmo no edifício Revenshuis onde se celebram as obras barrocas de Peter Paul Ruebens e no Museu Plantin Moretus, que foi a casa do impressor e encadernador Christoffel Plantin. A catedral gótica de Nossa senhora e a majestosa combinação da arquitectura barroca e gótica da Igreja de São Paulo são outras das maravilhas arquitectónicas desta cidade da Bélgica.

 

5. Mons

Mons é uma cidade vibrante na região Valónia da Bélgica, onde arquitectura medieval, arte e tecnologia moderna criam um ambiente único que deu à cidade o título merecido da Capital da Cultura da Europa em 2015. No coração da cidade está a Grand Place, uma vasta praça de paralelepípedos com elegantes edifícios de diferentes épocas, bem como cafés e restaurantes.

Mons
Mons

Visite a bela e antiga Câmara Municipal e o campanário barroco do século XVII. Ao lado do campanário está o magnífico Parc Château, com a Capela Saint-Calixte do século XI. Preste as suas homenagens no Cemitério Militar de St Symphorien, visite a requintada colecção de belos objectos em exposição no Museu Francois Duesberg e explore o Grand-Hornu, galerias de arte contemporânea e um Património Mundial da UNESCO.

 

6. Dinant

Esta cidade fica ao longo do rio Meuse, na província de Namur, a apenas 65 km ao sul da capital. As cavernas de Han e a Gruta de Dinant são algumas das atracções naturais que trazem visitantes a este lugar. Estas cavernas são algumas das maiores e mais belas da Europa e estão situadas numa Reserva de Vida Selvagem repleta de flora e fauna nativas.

Dinant
Dinant

No entanto, as grandes atracções turísticas desta pequena e agradável cidade são a Igreja de Notre Dame e a Citadela que foram parcialmente reconstruídas depois de um deslizamento de terras que as destruiu quase por completo. Os acessos à maioria dos santuários de Dinant são acessíveis com hora marcada, mas o Santuário de Beauraing está aberto diariamente.

 

7. Leuven

Leuven é uma animada cidade universitária localizada a cerca de 26 km de Bruxelas, na Bélgica, mais conhecida pelas suas cervejarias e pela universidade mais antiga do país. O seu ícone mais marcante é o edifício da Câmara Municipal do século 15, ou Stadhuis, localizada numa praça central, com as suas altas e elegantes torres e 235 estátuas de personagens bíblicas, santos e notáveis locais.

Leuven
Leuven

Do outro lado da praça encontra-se a igreja gótica de São Pedro com uma Última Ceia pintada por Dieric Bouts. Oude Markt é uma praça vibrante cheia de bares e cafés, enquanto o St Pieterskerk Treasury é o lar de uma série de exemplos significativos de obras de arte holandesas. Faça um tour pela cervejaria Stella Artois e saboreie algumas das melhores cervejas do mundo. Se tiver a sorte de visitar este local durante o Festival da Cerveja de Leuven, entre 22 de Abril e 22 de Maio, poderá provar mais cervejas belgas do que em qualquer outro lugar do mundo.

 

8. Mechelen

Mechelen é uma cidade situada nas margens do rio Dijle, a poucos quilómetros de Bruxelas e a caminho de  Antuérpia. O local mais icónico de Mechelen é a Catedral de St. Rumbold, do século XIII, com um altar espectacular e uma obra-prima de Anthony van Dyck. Ao lado da catedral fica a Torre St. Rumbold, com vistas panorâmicas da cidade e seus arredores.

Mechelen
Mechelen

Faça um passeio ao longo do Dijlepad, um passadiço de madeira ao longo do rio, e veja a cidade de um ângulo muito diferente. Leve as crianças para o Jardim Zoológico de Planckendael ou para um passeio pelo belo e espaçoso Vrijbroekpark. Visite Kazerne Dossin, um museu e memorial aos prisioneiros da Segunda Guerra Mundial que foram mantidos cativos nos seus quartéis.

 

9. Tournai

Tournai é uma das cidades mais antigas da Bélgica, localizada no rio Escault, a 10 km da fronteira francesa. Tournai é famosa pela imensa Catedral de Notre-Dame, com cinco imponentes torres e uma linda janela em forma de rosa. A Grand Place, no centro da cidade, é uma praça triangular espaçosa, cercada por restaurantes e bares.

Tournai
Tournai

A praça é dominada pelo magnífico Campanário de Tournai, do século XII, que proporciona vistas de toda a área. Do outro lado do campanário, encontra-se a encantadora igreja românica de St. Quentin, e logo atrás está a imponente torre medieval conhecida como o Forte Vermelho. Tournai tem dois museus fascinantes – o Museu de História Natural e o Museu do Folclore.

 

10. Ypres

Ypres é uma pequena cidade na Flandres Ocidental, na Bélgica, que foi fundada no século 10 e foi uma das cidades mais importantes e prósperas da Bélgica durante a Idade Média. Ypres é mais conhecida hoje por algumas das batalhas mais sangrentas da Primeira Guerra Mundial. A cidade foi quase completamente destruída no bombardeio, mas desde então foi reconstruída de acordo com os planos originais, incluindo muitos edifícios importantes, como a catedral gótica de St. Martin e sua enorme torre.

Ypres
Ypres (Andrew Tijou)

Comece a sua exploração na praça central de Grote Markt com seu enorme Lakenhalle (salão de tecidos), que foi originalmente construído no século XIII, destruído na Primeira Guerra Mundial e completamente reconstruído. Passe pelo belo Menin Gate, um memorial para a Primeira Guerra Mundial. Os nomes dos 54.896 soldados britânicos mortos estão inscritos sob os seus arcos. Visite o Museu Merghelynck, localizado numa residência particular de 1774, com um belo interior de Luís XV e Luís XVI, que surpreendentemente sobreviveu à Primeira Guerra Mundial. Do outro lado da rua encontra-se o Steenhuis do século XIII, o único antigo edifício de pedra que ainda se encontra em Ypres.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here