Início História Dornes: a mítica terra dos Templários

Dornes: a mítica terra dos Templários

Mítica terra de Templários, Dornes, na beira do rio Zêzere, está repleta de cantos, recantos e segredos por descobrir. É uma das mais belas vilas do país.

77910
4
Dornes
Dornes

O Rio Zêzere, que é afluente da margem direita do Rio Tejo, é sem sombra de dúvida um dos rios mais bonitos de Portugal. Desde a Serra da Estrela até Constância, este rio é uma ininterrupta sucessão de belíssimas paisagens e de belíssimas vilas e aldeias. Esta beleza e a paz imensa que nas suas margens se respira fazem do Zêzere um destino turístico altamente recomendável para os dias quentes de verão. Junto a ele, poderá o visitante retemperar o corpo e consolar a alma.

Dornes
Dornes

A vila de Dornes, que é sede de uma freguesia do concelho de Ferreira do Zêzere, é uma das localidades situadas nas margens do Zêzere cuja visita se recomenda. Fica sobre uma pequena península que é contornada pelo rio, já na parte formada pela albufeira do Castelo do Bode. Dornes é muito antiga, é anterior à fundação da nacionalidade.

Dornes
Dornes

Talvez já no tempo dos lusitanos tenha existido uma povoação no mesmo local, se for verdade a afirmação que alguns fazem de que a torre da vila foi construída sobre as ruínas de uma outra torre, que Sertório teria mandado construir.

A vila de Dornes esteve muito ligada aos Templários. A sua torre pentagonal foi mandada erigir por Gualdim Pais (1118-1195), que foi grão-mestre da Ordem dos Templários em Portugal, como parte integrante de um sistema defensivo da Linha do Tejo contra os mouros, que incluía Tomar (onde estava a sede da Ordem), Almourol, etc. Visitar Dornes e visitar Tomar é mergulhar na história de Portugal e na história dos Cavaleiros Templários.

Dornes
Dornes

No interior da torre de Dornes há diversas estelas funerárias templárias. A torre dos Templários em Dornes é uma belo exemplo da cultura Templária Portuguesa, na antiga e charmosa vila de Dornes, Dornes, situa-se na península do rio Zêzere A Torre dos Templários em Dornes foi construída em pedra de argila 72 anos antes da era cristã, durante o período romano na península ibérica.

Dornes
Dornes

A Torre Templários em Dornes é muito notada devido à forma rara, 5 faces, o que faz da torre de Dornes um exemplo raro de arquitectura militar no período da Reconquista. A Torre dos Templários Dornes foi construída pelos templários para servir de linha defesa do Tejo. Nesses tempos, as conquistas eram feitas entre margens de rios.

Dornes
Dornes

No entanto, as datas fundamentais são muito mais antigas, durante a época romana, e até é possível que fosse um local ocupado por mineiros em busca de ouro no rio Zêzere. A partir da torre e da Praça que a circunda, é possível ver toda a paisagem de diferentes ângulos com o sereno rio azul e belas e diferentes paisagens.

 

Património de Dornes

A dominar as casas baixas e predominantemente brancas fica a Torre de Dornes, uma edificação pentagonal, que se pensa ter sido construída pelos cavaleiros templários para vigiar o profundo vale do Zêzere.

Dornes

A fundação da aldeia remonta ao século XII e está ligada ao aparecimento de uma imagem milagrosa de Nossa Senhora do Pranto. A primeira igreja foi mandada construir pela rainha Santa Isabel (filha do rei de Aragão e esposa do rei português D. Dinis) em finais do século XIII, substituída por uma de maiores dimensões no século XV.

Dornes
Dornes (Ferreira do Zêzere)

A Igreja de Nossa Senhora do Pranto possui um órgão de tubos oitocentista, imagens de pedra de Nossa Senhora do Pranto e de Santa Catarina, um púlpito de 1544 e um quadro a óleo denominado «Descanso na Fuga para o Egipto».

 

Gastronomia de Dornes

Destacam-se na gastronomia local os pratos confeccionados a partir dos peixes do Rio, como seja o Ensopado de Peixe. De entre as espécies aqui mais encontradas, destacam-se a carpa, a boga, o barbo e o achegan. Contudo também na classe das carnes encontramos algumas especialidades tais como o Leitão à Ferreirense ou o Cabrito assado, ambas comuns a outras freguesias deste Concelho.

 

Artesanato de Dornes

São já poucos, hoje, os residentes desta freguesia que se dedicam à população artesanal. Até há poucos anos atrás era relativamente fácil adquirir em Dornes as famosas rodilhas que por aqui se faziam em grande quantidade e em diversos modelos e tamanhos. Hoje encontramos “vestígios” dessa antiga tradição no atelier de D. Elvira Nunes Cotrim, em Dornes.

4 COMENTÁRIOS

  1. Dornes linda e bela que és
    És bela como a água que à tua beira está
    Mergulhas na beleza do rio que te banha
    Mas que bela que és

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here