Início Viagens As 3 ilhas mais bonitas dos Açores

As 3 ilhas mais bonitas dos Açores

Quais são as ilhas mais bonitas dos Açores? Com 9 ilhas para descobrir, a escolha é muito difícil mas estas são as mais belas (na nossa opinião).

3201
0
locais para visitar na Ilha de São Miguel
Ponta do Sossego

Quais são as ilhas mais bonitas dos Açores? Será sempre difícil escolher as mais belas das ilhas açorianas e a escolha varia consoante os gostos de cada pessoa. Diz-se que as 9 ilhas dos Açores são 9 pequenos paraísos, cada uma à sua maneira. Todas elas são diferentes entre si mas todas possuem elementos em comum: as hortênsias, as lagoas vulcânicas, as cascatas…

As ilhas dos Açores localizam-se no Oceano Atlântico, a meio caminho entre a Europa e a América. Visitar os Açores está cada vez mais na moda e as autoridades regionais estão a tomar medidas para conter o turismo em massa e assim preservar a essência original das ilhas.

Diz-se que, se tiver pouco tempo e quiser ter uma boa noção daquilo que pode encontrar nos Açores, o melhor é visitar a Ilha de São Miguel, a maior do arquipélago. Na Ilha de São Miguel pode encontrar alguns dos mais reconhecidos pontos de interesse dos Açores.

Mas, se tiver mais tempo, recomendamos que visite também as outras ilhas, mesmo as mais pequenas e remotas, como as Flores ou o Corvo, por exemplo. Estas são as ilhas mais bonitas dos Açores (pelo menos na nossa modesta opinião).

1. Ilha de São Miguel

lagoas
Lagoa das Sete Cidades – Jorge Cardoso

A Ilha de São Miguel, a maior do arquipélago dos Açores e onde se encontra Ponta Delgada, a sua capital, possui alguns dos locais mais famosos dos Açores.

A Lagoa das 7 Cidades é, talvez, a mais famosa das atracções turísticas desta ilha mas há muito mais para ver: a lagoa do Fogo, o Jardim Terra Nostra e o miradouro da Ponta do Sossego são alguns dos exemplos.

Lagoa das Sete Cidades
Lagoa das Sete Cidades

Não há um único visitante que não fique impressionado com a incrível miríade de diferentes tonalidades de verdes exibidas nas suas vastas paisagens, campos de tabaco e plantações de chá, bem como com a abundância de cores que esta ilha tem para oferecer… sempre tão agradáveis à vista do contemplador.

2. Ilha das Flores

cascatas
Ilha das Flores

A quarta ilha mais pequena e a mais ocidental dos Açores, Flores, deve o seu nome, plenamente justificado, à variedade de flores e plantas lá existentes – muitas sementes foram trazidas por pássaros migratórios, vindos de lugares distantes como a Florida – que fazem que esta ilha seja uma das mais coloridas e bonitas de todo o arquipélago.

Cobrindo uma área de cerca 143 Km quadrados (aproximadamente 17 Km de comprimento e 12 km de largura), a ilha atinge a sua altitude máxima (914 metros) no Morro Alto na parte norte.

Ilha das Flores

Um genuíno paraíso para os amantes da natureza e montanhismo, o selvagem, quase virgem e desabitado interior, oferece maravilhosas e calmas paisagens, marcadas por altas elevações – descendo ora suave, ora abruptamente até ao mar – e murmurantes riachos, que muitas vezes se transformam em espectaculares cascatas.

Pitorescas lagoas de crateras e fontes sulfurosas – testemunhas da sua, já distante, origem vulcânica – e também os vales profundos são características da paisagem da ilha de Flores.

3. Ilha Terceira

Ilha Terceira
Ilha Terceira

Tal como o próprio nome indica, esta foi a terceira ilha do arquipélago a ser descoberta, embora no início fosse chamada de Ilha de Jesus Cristo. Começou a ser povoada no século XV, tendo-se desenvolvido de forma consistente desde então, muito devido à sua localização geográfica.

Mas o que torna a Ilha Terceira tão especial é o magnífico contraste entre a beleza natural desta ilha vulcânica e o admirável trabalho do homem no centro histórico de Angra do Heroísmo, a sua capital, fundada em 1534, primeira localidade dos Açores a ser elevada a cidade e classificada Património Mundial pela UNESCO.

Ilha Terceira
Ilha Terceira

Conhecida muitas vezes por a ilha festiva, na Terceira podemos encontrar durante todo o ano um rico calendário de celebrações religiosas ou tradicionais, bem como diversas instituições e agremiações culturais, grupos de teatro e locais de exposição temporárias ou permanentes que contribuem para a promoção da cultura da ilha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here