Início Viagens Passadiços de Aveiro: tudo o que precisa saber para desfrutar da Ria

Passadiços de Aveiro: tudo o que precisa saber para desfrutar da Ria

É mais um dos fortes motivos para visitar Aveiro e a sua ria. Siga as nossas dicas e fique a saber a melhor forma de percorrer os passadiços de Aveiro.

10097
0
Passadiços de Aveiro
Passadiços de Aveiro

A cidade de Aveiro é uma autêntica caixinha de surpresas. Há quem lhe chame a Veneza portuguesa por causa dos seus canais mas, o certo, é que Aveiro tem um charme diferente e compará-la a Veneza não faz sentido. Repleta de Arte Nova nas suas ruas (e ovos moles nas suas pastelarias), Aveiro é uma cidade que merece ser descoberta com calma. Um dos mais recentes motivos para uma visita à cidade dos ovos moles são os passadiços da Ria de Aveiro.

Passadiços de Aveiro
Passadiços de Aveiro

Com pouco mais de 7 quilómetros de extensão, os passadiços ligam o cais de São Roque (no centro da cidade, junto à estação de comboios) à aldeia de Vilarinho, passando também pelas localidades de Mataduços e Póvoa do Paço. O percurso consiste em passadiços de madeira construídos ao longo da Ria de Aveiro e inclui também algumas partes de terra batida.

Passadiços de Aveiro
Passadiços da Ria de Aveiro

Em breve, os passadiços de Aveiro irão estender-se até Estarreja, passando por Albergaria-a-Velha. Serão um total de 23 quilómetros de via clicável ao longo da ria. Um motivo excelente para contemplar aquela que é uma das zonas naturais mais bonitas e interessantes do país.

 

1. Quando visitar os Passadiços de Aveiro?

Desde que esteja bom tempo, a altura ideal é no início da manhã ou no final do dia. Fazer o percurso completo demora cerca de 2 horas (um pouco menos se for de bicicleta ou a correr). Se optar por “ir e voltar” serão quase 15 quilómetros e o dobro do tempo. Por isso mesmo, faça bem as contas e não se esqueça que a luminosidade é pouca ao cair da noite.

 

2. Por onde começar os Passadiços de Aveiro?

Pode começar por qualquer parte. O percurso não tem entrada definida. Por isso mesmo, pode optar por fazer o trajecto completo, entrando pelo cais de São Roque ou pelo final, em Vilarinho. Também pode optar por entrar a meio dos passadiços, no cais da Ribeira de Esgueira. Neste último caso, desde o cais de São Roque até ao cais da Ribeira de Esgueira, são apenas 2 quilómetros de percurso (mais aconselhável se levar crianças pequenas).

 

3. A pé, de bicicleta ou a correr?

Depende da sua condição física e dos seus gostos. Também depende, obviamente, da forma como pretende apreciar a paisagem. Se quer observar as aves que aqui nidificam, por exemplo, uma caminhada a pé é a melhor opção. Se quiser praticar exercício ao ar livre, correr é a melhor escolha. Para famílias com crianças, fazer o percurso de bicicleta pode ser uma actividade excelente.

 

4. O que deve levar para os Passadiços de Aveiro?

Bom senso! Ou seja… se fizer o percurso no Verão, leve chapéu, protector solar, água e alguma comida. Um calçado confortável também é recomendável. Se quiser observar a fauna e a flora da Ria de Aveiro, pode ser uma boa ideia levar uma câmara fotográfica ou até uns binóculos.

 

5. O que pode esperar dos Passadiços de Aveiro?

A subida e a descida da maré provocam uma constante mudança na Ria de Aveiro. Este local é escolhido por muitas aves que aqui nidificam. Além disso, a presença humana ao longo dos séculos confere-lhe um charme especial: moliceiros, alguns barcos naufragados e pequenas ilhas com casas velhas e abandonadas. Além disso, ao longo do trajecto, existe diversos bancos onde pode descansar enquanto contempla a paisagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here