Início História De que morreu cada um dos Reis de Portugal?

De que morreu cada um dos Reis de Portugal?

Lepra, demência, epilepsia... Entre causas mais normais, há também causas mais insólitas. Afinal, de que morreu cada um dos Reis de Portugal?

63114
3
PARTILHE
De que morreu cada um dos Reis de Portugal?
D. Fernando I

De que morreu cada um dos Reis de Portugal?

Quais as causas de morte dos réis de Portugal? Mesmo pertencendo à classe social mais elevada da época, os réis estavam sujeitos às mesmas doenças do resto da população. Além disso, as condições de saúde e o avanço da medicina estavam muito longe de serem as ideais e, por isso mesmo, os nossos alguns dos nossos réis morreram de notícias deveras estranhas para os dias de hoje, mas muito comuns há umas centenas de anos.

Entre os 34 Reis que ocuparam o trono português, um somente atingiu e excedeu os 80 anos de idade: a rainha reinante, D. Maria I, somente outros três atingiram e excederam os 70 anos: D. Afonso I, D. João I e Filipe II de Espanha.

1ª Dinastia:

D. Afonso Henriques, senilidade,  morre com 76 anos, encontra-se sepultado na Igreja de St.ª Cruz de Coimbra;

D. Sancho I, lepra (?), morre com 57 anos, encontra-se sepultado na Igreja de St.ª Cruz de Coimbra;

D. Afonso II, lepra, morre com 38 anos, encontra-se sepultado no Mosteiro de Alcobaça;

D. Sancho II, lepra (?), morre com 45 anos, encontra-se sepultado na Catedral de Toledo;

D. Afonso III, reumatismo, morre com 69 anos, encontra-se sepultado no Mosteiro de Alcobaça;

D. Dinis, (?), morre com 64 anos, encontra-se sepultado no Mosteiro de Odivelas;

D. Afonso IV, (?), morre com 67 anos, encontra-se sepultado na Sé de Lisboa;

D. Pedro I, epilepsia, morre com 47 anos, encontra-se sepultado no Mosteiro de Alcobaça;

D. Fernando, tuberculose, morre com 38 anos, encontra-se sepultado na Igreja de S. Francisco de Santarém.

(média dinástica de vida 56 anos)

2ª Dinastia:

D. Joao I, senilidade, morre com 76 anos, encontra-se sepultado no Mosteiro da Batalha;

D. Duarte, peste, morre com 47 anos, encontra-se sepultado no Mosteiro da Batalha;

D. Afonso V, psiconeurose, morre com 49 anos, encontra-se sepultado no Mosteiro da Batalha;

D. João II, nefrite, morre com 40 anos, encontra-se sepultado no Mosteiro da Batalha;

D. Manuel I, peste, morre com 52 anos, encontra-se sepultado no Mosteiro dos Jerónimos;

D. João III, trombose cerebral, morre com 55 anos, encontra-se sepultado no Mosteiro dos Jerónimos;

D. Sebastião, morte violenta, morre com 24 anos, encontra-se sepultado no Mosteiro dos Jerónimos;

“Ficou tal túmulo no transepto da Igreja dos Jerónimos, do lado da Epístola, onde se vê ainda hoje (…)”.

“ Que o sebastianismo se instaurasse como uma espécie de religião patriótica, enquanto durou o cativeiro espanhol, compreende-se. Mas que ele se mantenha durante quatro séculos, aguardando-se a manhã de nevoeiro em que o infeliz monarca há-de surgir, isto é que já custa a compreender”.

“Desde o milagre de Ourique (…) desde o envenenamento de todos os filhos do infante D.Pedro até ao carácter intriguista e maldoso do 1º Duque de Bragança, o qual “com certeira seta matou o seu irmão, D. Pedro”, em Alfarrobeira; desde o feitio justiceiro do sanguinário D. Pedro I até à ineficácia das vastas reformas pombalinas, a nossa História anda cheia de lendas e de especulações, que cumpre eliminar.”

D. Henrique, tuberculose, morre com 68 anos, encontra-se sepultado no Mosteiro dos Jerónimos.

(média dinástica de vida 51 anos)

3ª Dinastia:

Reis castelhanos

Filipe II, gota, morre com 71 anos, encontra-se sepultado no Panteão do Escorial;

Filipe III, erisipela, morre com 43 anos, encontra-se sepultado no Panteão do Escorial;

Filipe IV, neurastenia, morre com 60 anos, encontra-se sepultado no Panteão do Escorial.

(média dinástica de vida 58 anos)

4ª Dinastia:

D. João IV, litíase vesical, morre com 52 anos, encontra-se sepultado no Panteão de S. Vicente de Fora;

D. Afonso VI, tuberculose, morre com 40 anos, encontra-se sepultado no Panteão de S. Vicente de Fora;

D. Pedro II, Tuberculose? Sifilis?, morre com 58 anos, encontra-se sepultado no Panteão de S. Vicente de Fora;

D. João V, epilepsia, morre com 61 anos, encontra-se sepultado no Panteão de S. Vicente de Fora;

D. José, trombose cerebral, morre com 63 anos, encontra-se sepultado no Panteão de S. Vicente de Fora;

D. Maria I, psicopatia, morre com 82 anos, encontra-se sepultada na Basílica da Estrela;

D. João VI, envenenado, de acordo com recentes investigações (ano de 2000)  realizadas  por especialistas às vísceras do rei, morre com 59 anos, encontra-se sepultado no Panteão de S. Vicente de Fora;

D. Pedro IV, tuberculose, morre com 36 anos, encontra-se sepultado na Catedral de Petropólis;

D. Miguel, edema pulmonar? enfarte do miocárdio?, morre com 64 anos, encontra-se sepultado no Panteão de S. Vicente de Fora;

D. Maria II, parto distócico, morre com 34 anos, encontra-se sepultada no Panteão de S. Vicente de Fora;

D. Pedro V, febre tifóide, morre com 24 anos, encontra-se sepultado no Panteão de S. Vicente de Fora;

D. Luís, neurosífilis, morre com 51 anos, encontra-se sepultado no Panteão de S. Vicente de Fora;

D. Carlos, morte violenta, morre com 45 anos, encontra-se sepultado no Panteão de S. Vicente de Fora;

D. Manuel II, edema da laringe, morre com 43 anos; encontra-se sepultado no Panteão de S. Vicente de Fora.

(média dinástica de vida 51 anos)

 (ref.  “Causas de Morte dos Reis Portugueses”, J.T.Montalvão Machado)     

* In  “A Doença e a Morte dos Reis e Raínhas da Dinastia de Bragança” – José Barata.

Mais artigos

Turistas brasileiros em Portugal: 16 histórias que parecem piada mas são...

ATENÇÃO: esta publicação serve apenas para ilustrar confusões de comunicação e diferenças culturais. Não tem como objectivo fomentar a discórdia nem provocar conflitos e...

Mais recentes

Como somos vistos lá fora: Há um povo que não gosta...

Como somos vistos lá fora: Há um povo que não gosta de portugueses Sabe onde fica o Uzbequistão e porque razão os seus habitantes não...

REDES SOCIAIS

154,922FãsGostar
244SeguidoresSeguir
665SeguidoresSeguir

3 Comentários

  1. Exmos. Senhores,

    Gostava de guardar esta página para arquivo pessoal e não estou a conseguir.
    Alguma dica?
    Obrigado.

    Diogo Vasconcellos e Sá

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here