Início Cultura As 5 estações de comboio mais bonitas de Portugal

As 5 estações de comboio mais bonitas de Portugal

Tempos houve em que se prestava muito mais atenção à estética, ao detalhe e à beleza dos edifícios construídos pelo Estado. Se hoje se caracterizam pela simplcidade das linhas rectas, antigamente era a exuberância dos detalhes e dos azulejos que saltava à vista.

48571
2
estações de comboio mais bonitas de Portugal
Estação do Rossio

 

Tempos houve em que a simples construção de uma estação de comboios eram motivo para exibir arte, tradição e cultura. Algumas das mais antigas estações de comboio de Portugal possuem belíssimos painéis de azulejos ou foram construídas em estilos que hoje nos deslumbram. A aposta no comboio como meio de transporte foi sendo abandonada ao longo das décadas mas na nossa memória (e para a história) ficam os edifícios. Belos, majestosos, imponentes e repletos de cultura. Descubra as 5 estações de comboio mais bonitas de Portugal.

 

1. Estação do Rossio (Lisboa)

Situada entre a Praça do Rossio e a Praça dos Restaurados, esta estação é uma emblemática obra Neo-Manuelina, construída 1886/7, desenhada pelo arquitecto José Luís Monteiro, destinada a ligar a cidade à Linha de Sintra.

Estação do Rossio

Recentemente renovada, a Estação surpreende pela sua fachada de oito portas que combinam com as nove janelas e com o relógio situado no topo central, profusamente decorado. Salta hoje à vista a sua cor original branca no exterior, coberta durante longos anos pelo cinzento da poluição que já a caracterizava.

Estação do Rossio

Obra arquitectónica arrojada para altura, uma vez que se optou incluir numa pública estação de caminho-de-ferro um estilo arquitectónico e uma corrente estética normalmente até aí utilizadas a edifícios Reais, nobres ou de algum modo conotados com o poder.

 

2. Estação de São Bento (Porto)

A Estação de São Bento é um dos lugares de visita obrigatória para quem passagem pelo Porto. Esta estação foi construída durante o século IX, sobre os escombros de um antigo convento.

Estação de São Bento
Estação de São Bento

Com cobertura de vidro e ferro fundido, o edifício foi projectado pelo arquitecto José Marques da Silva e está classificado como Imóvel de Interesse Público. O seu átrio é revestido a 20.000 azulejos, o que a torna num dos maiores monumentos da azulejaria portuguesa.

Estação de São Bento
Estação de São Bento

Da autoria do pintor e ceramista Jorge Colaço, os painéis de azulejos ilustram não só momentos marcantes da História de Portugal, como também a evolução dos transportes e as regiões do país.

 

3. Estação do Pinhão (Alijó)

A Estação do Pinhão, localizada na margem direita do rio Douro, junto à confluência com o rio Pinhão, é um belo exemplar da arquitectura ferroviária portuguesa. Os painéis de azulejos foram encomendados em 1937 à Fábrica Aleluia, de Aveiro, para revestir as fachadas no intervalo dos vãos do piso térreo.

Estação do Pinhão

Foram pintados pelo artista J. Oliveira a partir de registos fotográficos sobre a região demarcada do Douro e representam paisagens, fainas agrícolas e costumes desta região vinhateira.

azulejos portugueses
Estação do Pinhão

A estação ferroviária do Pinhão tem sido uma excepção entre as cerca de vinte existentes na linha do Douro a montante da Régua. A maioria está votada ao completo abandono, com visíveis sinais de destruição.

 

4. Estação de Aveiro

O antigo edifício da estação de Aveiro apresenta uma fachada totalmente decorada de azulejos policromos, em tons azuis e amarelos, que representam várias cenas ferroviárias, naturais e de cultura e actividades tradicionais.

Estação de Aveiro
Estação de Aveiro

O que diferencia esta estação de muitas demais é o facto de esta conter, na sua fachada, monumentais painéis de azulejos policromos (azuis e amarelos) representando cenas ferroviárias, naturais, culturais assim como actividades tradicionais desta região.

Estação de Aveiro

Aqui poderá passar algum tempo admirando os diferentes motivos e cenas na fachada Oeste, Este e no edifício dos Sanitários. Alguns dos mais populares elementos são: O Pescador, a peixeira, o canal central de Aveiro, as salinas, as armas da cidade e muitos outros.

 

5. Estação de Vilar Formoso

A estação, com a sua decoração a azulejo, é das mais bonitas de Portugal. O autor é João Alves de Sá, também responsável por painéis doutras gares portuguesas como Rio Tinto, Estremoz ou Sul e Sueste (Lisboa).

Foto: Vítor Ribeiro

Parece ter havido a preocupação de revestir a azulejo todo o espaço disponível, contando-se meia centena de belos painéis.

Estação de Vilar Formoso

Estes, na sua maioria, foram concebidos como mostruário das belezas turísticas do Portugal dos anos 30 e 40, da Torre de Belém, ao castelo de Guimarães ou do Mosteiro da Batalha à ermida de São Brás, em Évora.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Conheço todas as estaçóes e são lindas assim como as localidades.gosto muito do nosso
    País sinto-me feliz por ser portuguesa.conheço alguns países e vivi fora durante 18 anos
    mas sempre com Portugal no coração e pensando sempre em regressar.
    sinto que somos abençoados por DEUS. maria julieta

  2. Julieta, a chama do patriotismo nunca se apaga num coração português! Há 64 anos vivendo no Brasil, filha de mãe brasileira, descendentes brasileiros, e mantendo viva na memória a lição do livro da 4ª classe em Portugal que dizia assim: “Quando alguém me perguntar a minha nacionalidade devo sentir um orgulho santo e nobre ao responder: SOU PORTUGUÊS!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here