Início Sociedade São Martinho: dicas simples para assar castanhas

São Martinho: dicas simples para assar castanhas

No São Martinho assam-se as castanhas e prova-se o vinho, diz o povo e com razão. E se houver jeropiga, ainda melhor. Dicas simples para assar castanhas.

31746
0
COMPARTILHE

Por esta altura, celebra-se uma das mais antigas tradições de Portugal: o São Martinho, onde é hábito comer castanhas, que por esta época começam a ser habituais nos nossos campos, e se prova o novo vinho. Mas afinal, quem foi São Martinho?

Corria o ano de 337, no século IV, e um outono duro e frio assolava a Europa. Reza a lenda que um cavaleiro gaulês, chamado Martinho, tentava regressar a casa quando encontrou a meio do caminho, durante uma tempestade, um mendigo que lhe pediu uma esmola. O cavaleiro, que não tinha mais nada consigo, retirou das costas o manto que o aquecia, cortou-o ao meio com a espada, e deu-o ao mendigo. Nesse momento, a tempestade desapareceu e um sol radioso começou a brilhar.

São Martinho
São Martinho

O milagre ficou conhecido como “o verão de São Martinho”. Desde então, por altura de Novembro, o ríspido tempo de outono vai embora e o sol ilumina-se no céu, como aconteceu quando o cavaleiro ofereceu o manto ao mendigo.

É por causa desta lenda que, todos os anos, festejamos o Dia de São Martinho a 11 de Novembro. O famoso cavaleiro da história era um militar do exército romano que abandonou a guerra para se tornar num monge católico e fazer o bem.

São Martinho foi um dos principais religiosos a espalhar a fé cristã na Gália (a actual França) e tornou-se num dos santos mais populares da Europa! Diz-se que protege os alfaiates, os soldados e cavaleiros, os pedintes e os produtores de vinho!

Foi a 11 de Novembro que São Martinho foi sepultado na cidade francesa de Tours, a sua terra natal, e é por esse motivo que a data foi a escolhida para celebrar o Dia de São Martinho. Além de Portugal, também outros países festejam este dia. Em França e Itália, à semelhança de Portugal,comem-se castanhas assadas. Já em Espanha, faz-se a matança de um porco, e na Alemanha acendem-se fogueiras e organizam-se procissões.

Com o Outono, chega um dos frutos secos mais apreciados: a castanha. Deliciosa e de fácil preparação, a castanha pode ser assada de várias formas: seja no forno eléctrico, num assador de barro ou metal ou colocando-as nas brasas de uma fogueira. Aprenda aqui como preparar castanhas para os dias frios que se avizinham.

Preparação

  • Faça um corte na horizontal nas castanhas, para evitar que, com o calor, o interior da castanha expluda e para facilitar a sua cozedura.
  • Coloque-as num recipiente ou tabuleiro e coloque bastante sal grosso.

 

Receita

Frigideira

  • Uma maneira rápida de assar as castanhas é com uma frigideira. Coloque as castanhas na superfície da frigideira, deixando algum espaço entre elas. Coloque mais sal grosso, se necessário.
  • A chama deve estar a um nível médio. De forma a que tostem e não queimem, com a ajuda de uma pinça, deve ir voltando as castanhas conformem vão ficando tostadas.
  • As castanhas estarão prontas uma vez que estas tenham uma cor amarela intensa e a casca esteja, ligeiramente, queimada em algumas zonas. Normalmente, demora cerca de 10 a 15 minutos.
  • Depois, retire-as da frigideira e coloque-as num prato. Sem as deixar arrefecer, retire a casca e a pele.

 

Forno

  • A maneira mais tradicional de as preparar é através das assadeiras (barro ou metal). Se não tiver assadeira, pode sempre usar o forno.
  • Uma vez que as castanhas estão preparadas (corte), borrife-as, ligeiramente, com água e tempere com sal grosso. Como opção, pode juntar folhas de alecrim (previamente separado ramo).
  • Se optar pela assadeira, coloque as castanhas na assadeira e coloque-a em cima de brasas de uma fogueira (grelhador ou lareira). Agite de vez em quando.
  • Se optar pelo forno, pré-aqueça a uma temperatura de 180º C. Depois, coloque as castanhas durante cerca de 40 minutos.

Acompanhe as castanhas com um cálice de jeropiga, água-pé, moscatel ou vinho tinto.

Mais artigos

Turistas brasileiros em Portugal: 16 histórias que parecem piada mas são...

  ATENÇÃO: esta publicação serve apenas para ilustrar confusões de comunicação e diferenças culturais. Não tem como objectivo fomentar a discórdia nem provocar conflitos e...

Mais recentes

15 fantásticos locais para visitar na Galiza

  A Galiza, a norte de Portugal, é uma espécie de irmão mais velho do nosso país ou, para sermos mais honestos, o irmão separado...

REDES SOCIAIS

163,444FãsCurtir
269SeguidoresSeguir
720SeguidoresSeguir

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here