Home Gastronomia 10 deliciosas comidas típicas do Rio de Janeiro

10 deliciosas comidas típicas do Rio de Janeiro

A culinária carioca foi fortemente influenciada pelos portugueses e outros emigrantes. Descubra 10 deliciosos pratos típicos do Rio de Janeiro.

0
comidas típicas do rio de janeiro
Filé à Oswaldo Aranha

A culinária do Rio de Janeiro, também conhecida como culinária carioca e culinária fluminense, foi formada a partir da influência principal de portugueses, indígenas e africanos, mas também recebeu fortes influências de outros povos europeus, como italianos, espanhóis e alemães.

Com as imigrações nas últimas décadas, também passou a adaptar pratos tradicionais de sírios, libaneses, árabes, chineses e coreanos!

Por exemplo, o sushi foi adaptado no Brasil e é diferente do original, tendo um gosto único e que cai no gosto do paladar brasileiro; igualmente com a pizza, dos italianos, entre tantos outros, o que faz o Rio de Janeiro de um dos principais polos gastronômicos do Brasil. A seguir, uma lista com 10 comidas típicas do Rio de Janeiro!

1. Filé à Oswaldo Aranha

Filé à Oswaldo Aranha
Filé à Oswaldo Aranha

Foi feito para satisfazer o apetite do diplomata e político gaúcho Oswaldo Aranha (1894-1960), foi criado no Restaurante Cosmopolita, na Lapa.

Consiste em um filé mignon alto ou um contra filé, temperado com alho frito, acompanhado de batatas portuguesas, arroz branco e farofa de ovos.

2. Biscoitos Globo

Biscoitos Globo
Biscoitos Globo

É uma comida típica do Rio de Janeiro. O lanche da cidade, e não dá para ir à praia do Rio e nunca ter tomado um Globo com Mate.  A embalagem é a mesma de quando o produto foi lançado, em 1955, e existe em duas cores – verde para o biscoito salgado e vermelho para o doce.

A receita é composta por água, leite, óleo e polvilho, e foi tombada como patrimônio cultural da cidade do Rio de Janeiro.

3. Caldo verde

Caldo Verde
Caldo Verde
Caldo verde tem origem portuguesa, mas com forte impacto no Brasil. Tornou-se um prato típico do Rio de Janeiro.

É uma sopa medianamente espessa e de cor predominantemente verde, uma vez que a couve é cortada às tiras bastante finas.

No entanto, na receita carioca, ela recebeu acréscimos de outros ingredientes, como bacon, calabresa, pimenta do reino e batata inglesa, além da substituição de temperos para típicos brasileiros.

4. Joelho

Joelho
Joelho

É um salgado que os cariocas preferem consumir durante a tarde como lanche, ou o café da manhã. Ainda não se chegou a um consenso quanto ao nome do salgado. Em alguns lugares o chamam de “italianinho”, outros de “escondidinho”.

É uma massa formada para ser similar ao pão que recebe diferentes recheios como presunto e queijo, ou salsicha, lombo e gorgonzola. Existe também versões doce de joelho, como banana e canela.

5. Bolovo

Bolovo
Bolovo

É um petisco para bar e boteco. No Rio de Janeiro é bastante popular. Basicamente, é um bolinho de carne frito recheado com ovo cozido, com o diferencial de ser bem temperado e apimentado. O bolovo famoso por ser uma iguaria da culinária carioca.

 6. Cachorro-quente “podrão”

achorro-quente “podrão”
achorro-quente “podrão”

Sim! O famoso “podrão” é uma gíria carioca para um tipo específico de cachorro-quente feito por vendedores ambulantes, que leva além dos ingredientes tradicionais do cachorro quente, os adicionais de batata palha, queijo parmesão ralado, grãos de milho, ervilha e azeitona até ovos de codorna. Alguns chegam a substituir a salsicha por linguiça de carne suína.

O padrão também tem a variante de ser oferecido como um sanduiche ou x-burger, com a inclusão de todos os ingredientes de um cachorro quente junto aos tradicionais do lanche com hambúrguer.

No estado do Rio de Janeiro, houve a Feira Nacional do Podrão, que celebrou a tradição da culinária carioca.

7. Galeto

Galeto
Galeto

O galeto carioca não é um simples frango assado. Ele possui um preparo diferenciado, desde o momento de seu abatimento até o preparo com temperos para ir à brasa.

O galeto é natural da Itália e é muito comum nos estados do Brasil que tiveram forte imigração europeia, no entanto, é no Rio de Janeiro que possui a referência como o melhor do país.

8. Picadinho

Picadinho
Picadinho

O picadinho é um típico preparo gastronômico do Rio de Janeiro. É um dos mais pedidos no estado.

Normalmente, é feito com alcatra picada e bem temperado, com adição de tubérculos, caules e frutos, como tomate, batata, cenoura e cebola acrescido de vinho ou cerveja. Pode-se fazer vários pratos com este picadinho: o tradicional, que é o refogado, ou estrogonofe, ou picadinho ao molho, entre tantos outros.

O tipo de corte é bem famoso na região e é típico da culinária carioca.

9.  Bolinho de chuva

Bolinho de chuva
Bolinho de chuva

Bolinho de chuva é uma especialidade da gastronomia do Rio de Janeiro, que veio para Brasil de Portugal. É feito de farinha de trigo, ovos, leite e fermento químico ou bicarbonato de sódio (e algumas vezes frutas picadas).

Os bolinhos são fritos em óleo quente e polvilhados com canela e açúcar. Em geral, as proporções são três xícaras de farinha de trigo e duas de leite para um ovo e o fermento é o último ingrediente a acrescentar. A massa é repartida em bolinhas, com a ajuda de uma colher, antes de ser frita.

10. Brigadeiro

Brigadeiro
Brigadeiro

Brigadeiro é um doce típico brasileiro e muito famoso em todo país, no entanto, tem origem carioca. É muito comum em festas de aniversário, junto com o cajuzinho e o beijinho. No Rio Grande do Sul, é conhecido como Negrinho.

Basicamente, os ingredientes são: manteiga, leite condenado e chocolate em pó, com chocolate granulado por cima.

A origem do nome é curiosa: Heloisa Nabuco de Oliveira, membro de uma tradicional família carioca, criou um doce em apoio à candidatura do Brigadeiro Eduardo Gomes à presidência da República em 1946. (Apesar de tudo, o candidato foi derrotado na eleição pelo general Eurico Gaspar Dutra).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here