Início Sociedade Flores azuis: 7 das mais bonitas para oferecer ou plantar no seu...

Flores azuis: 7 das mais bonitas para oferecer ou plantar no seu jardim

Estão entre as mais belas e também mais raras. Simbolizam a amizade, companheirismo e lealdade. Descubra algumas das mais bonitas flores azuis.

0
Flores azuis
Flores azuis

As flores azuis têm, geralmente, uma conotação sentimental e uma aura de enigma e mistério. Transmitem sensações puras e intensas de unidade, confiança, confidencialidade e conforto, além de paz e relaxamento, para que possam ser o presente perfeito em várias ocasiões. São, por isso, a oferta ideal para família, amigos e parceiros.

A paixão e o amor estão mais associados às flores vermelhas. No entanto, as flores azuis são uma boa opção para oferecer à sua cara metade caso prefira transmitir uma mensagem que, além de amor, inclui também amizade e estabilidade.

Flores azuis significam lealdade, amizade, bem-estar e muito mais, mas também paixão e amor em relacionamentos estabelecidos e consolidados.

Para pode escolher as flores que pretende oferecer ou plantar no seu jardim, é importante conhecer os seus significados e características especiais. Descubra alguns dos melhores e mais bonitos exemplos de flores azuis.

1. Campânulas

Campânulas
Campânulas

São flores azuis muito comuns em regiões temperadas, especialmente na região do Mediterrâneo e nas áreas montanhosas dos trópicos.

Em geral, possuem um alto grau de endemismo e são flores que se destacam pela sua delicadeza e beleza natural. São caracterizados por serem regulares, em forma de sino e ter anteras livres.

2. Lírios de água

Lírios de água
Lírios de água

Às vezes chamado de lírio espanhol, são lindas flores azuis, em tons claros, caracterizadas por serem de tamanho grande, tripartidas e com uma faixa amarela.

Frequente no Mediterrâneo ocidental, especialmente na Península Ibérica, esta flor ocorre selvagem em locais húmidos, matagais e florestas de pinheiros.

3. Lobélias

Lobélias
Lobélias

Existem muitas variedades, mas as mais conhecidas para fins ornamentais ou de jardim vêm da chamada flor cardinal, a lobélia-anã e a grande, cujas hibridizações, naturais e pelas mãos do homem, permitiram obter flores de cores diferentes do azul natural.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia sombra, em substrato fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Após a floração deve-se remover as flores com poda para que floresça novamente. Aprecia o clima ameno e adapta-se a diversas regiões

4. Muscaris

Muscaris
Muscaris

O muscari também é conhecido por “jacinto de uva” devido ao formato das suas inflorescências semelhantes a cachos de uvas, com flores de um azul profundo ou roxo. É uma planta perene, muito resistente e fácil de cultivar.

O muscari é originário da Europa, encontrando-se também largamente disponível na Ásia Menor e na região do Mediterrâneo. O primeiro registo de cultivo data do século XVI e hoje existem mais de 40 espécies diferentes. Pertencente à família das Liliáceas, o nome “muscari” deriva da antiga palavra grega para “almíscar”, uma referência ao odor característico desta planta.

O muscari é muitas vezes utilizado na culinária. As suas flores (já desenvolvidas ou em botão) podem ser conservadas em vinagre. No Sul da Itália, o bolbo do Muscari (cebola selvagem) é usado em muitas receitas tradicionais. Uma receita combina o muscari com ovos, courgettes, batatas, queijo e azeite.

5. Campainhas chinesas

Campainhas chinesas
Campainhas chinesas

A sua perde-se no tempo quando os primeiros vestígios da espécie foram encontrados em muitos países asiáticos como: China, Coreia do Norte, Coreia do Sul e Japão. Porém, mesmo assim, foram os chineses que descobriram as suas principais propriedades, cultivando a espécie nos seus jardins até hoje.

É considerada uma planta de pequeno porte e que dentro de alguns arranjos, pode tornar-se bastante volumosa, formando pequenos arbustinhos. Pode atingir no máximo um metro de altura e no mínimo 0,6 metros. Para fazê-la crescer de forma adequada, basta cultivá-la sob sol pleno, dentro das condições estabelecidas para o seu cultivo.

6. Delfínios

Delfínios
Delfínios

Os Delfínios são as estrelas de um selecto grupo de flores capazes de exibir a rara coloração azul. Embora também possam ser encontrados nas cores branca, rosa e púrpura, os Delfínios azuis são os mais conhecidos e admirados.

Apesar de belíssimos, os Delfínios produzem substâncias tóxicas em todas as partes da planta, devendo ser mantidos fora do alcance de crianças e animais domésticos. Em países do hemisfério norte, estas flores costumam ornamentar os jardins, como bordaduras. No entanto, o seu cultivo é considerado difícil.

7. Acónito

Acónito
Acónito

Acónito, também conhecido como mata-lobos, é uma planta venenosa pertencente à familia Ranunculaceae. É endémica da Europa central e ocidental. Possui flores violeta-escuro a azul, com um formato de capacete, com cerca de 1-2 cm de altura.

É uma planta herbácea perene, cujas folhas não caem e que conseguem viver mais de dois anos. O acónito pode chegar a crescer até ter 1 m de altura. As suas folhas têm bordas arredondadas e têm cerca de 5-10 cm de diâmetro, divididas em 5-7 lóbulos compridos.

O acónito cresce em jardins e florestas de zonas temperadas. Actualmente, existem variedades de pétalas brancas e cor de rosa. Devido à sua aparência, é uma planta bastante estudada de forma a melhorar a sua propagação e envolveu até a criação de híbridos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here