Início Sociedade A influência portuguesa na cultura do Japão

A influência portuguesa na cultura do Japão

A chegada dos portugueses ao Japão mudou por completo a história do país do extremo oriente. Os portugueses mudaram os hábitos, língua e cultura do Japão.

0
Chegada dos portugueses ao Japão

Em 1543, os Portugueses chegaram à ilha de Tanegashima, sendo os primeiros europeus a estabelecerem contacto com o Japão. Durante o século XVI foi grande a influência portuguesa no país. Os japoneses, curiosos e ávidos de conhecimento, no contacto com os portugueses, ganharam uma noção correcta da configuração do planeta, dos seus continentes, povos e oceanos.

japao222

Passaram a ter contacto com diversos produtos e técnicas que até então desconheciam; enriqueceram a sua dieta alimentar; melhoraram as técnicas metalúrgicas, de construção naval e meios de navegação; deixaram-se seduzir pelas roupas e armaduras ocidentais; aprenderam novas línguas, como o português e o latim; adquiriram novas noções estéticas e diferentes estilos artísticos, a pintura a óleo, a matemática, a geografia, a engenharia, e a música; passaram a conhecer e a usar o relógio, o vidro, os espelhos e a lã; experimentaram um novo tipo de farmacêutica e medicina; conheceram um novo estilo urbanístico e importaram invenções revolucionárias como a espingarda, e com ela o uso da pólvora, e os óculos.

japan

A influência portuguesa no Japão pode ser dividida por quatro grandes áreas: religiosa, política, cultural e económica. No que respeita às duas primeiras não me proponho mais do que referi-las visto que o assunto tem sido tratado por vários autores, com diversos graus de rigor e sob todos os pontos de vista.

Basta referir que a influência religiosa foi extremamente importante durante o breve século em que existiu e, como se verá, os seus temas e motivações, não só dominaram as primeiras ligações políticas do Japão com o Ocidente como também proporcionaram o primeiro contacto com a Arte Europeia.

Pode dizer-se que esta influência constitui um omnipresente pano de fundo que não deve ser esquecido, embora raramente volte a ser referida directamente.

Os jesuítas não trouxeram apenas o cristianismo para o Japão. Os comerciantes portugueses introduziram armas de fogo e vários hábitos. Chamados de bárbaros ou Namban, os portugueses começaram a quebrar o tabu budista de comer carne. Era moda entre os japoneses ricos de Nagasaki se referir à carne como “wacca”.

O “tempura”, prato tradicional nos restaurantes japoneses foi introduzido pelos jesuítas portugueses, pois os japoneses não conheciam a fritura em óleo. A explicação sobre aquele estranho prato de peixe empanado feito durante a “Quattuor Tempora”, na época da abstinência de carne, foi compreendido pelos japoneses apenas como “tempora”.

Essa fritura passou a ser muito popular em barraquinhas de rua para viajantes e mais tarde se sofisticou, sendo que para reduzir a quantidade de óleo, o empanado passou a ser mergulhado num caldo antes de ser ingerido.

Durante a Era Edo (1600-1868), os portugueses introduziram o açúcar. A partir de uma adaptação, os doces de uso religioso passaram a ser difundidos ganhando características japonesas próprias, sendo chamadas de “wagashi”.

Os doces são usados em cerimônias de chá representando as estações do ano e são também considerados uma forma de arte. Ainda hoje são presentes muito apreciados. A tradicional confeitaria Toraya é conhecida por seu requinte, com filiais até em outros países.

Um dos doces mais tradicionais da Era Edo que sobreviveu até os dias de hoje é o pão-de-ló chamado de “kastera” (bolo de Castella). São cortados em retângulos com precisão de espada de samurai e servidos com chá verde.

São tão doces que, basta comer primeiro o doce e beber o chá bebido em seguida, sem adoçá-lo que este lhe parecerá doce. É considerado o doce típico de Nagasaki, porém aprecie o doce numa confeitaria tradicional de wagashi para que possa apreciar todo o requinte dessas casas.

 

ALGUMAS PALAVRAS JAPONESAS DE ORIGEM PORTUGUESA

Bateren (padre)

Battera (bateira)

Bidoro (vidro)

Birodo (veludo)

Botan (botão)

Buranco (balanço)

Joro (jarro)

Juban (gibão)

Karuta (carta)

Kappa (capa)

Konpeito (confeito)

Kirisutan (cristão)

Oranda (Holanda)

Orugan (Orgão)

Pan (pão)

Shabon (sabão)

Tabako (tabaco)

Tempura (tempero ou têmpuras)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here