Início Viagens 12 fantásticos locais para visitar no Pinhão (Douro)

12 fantásticos locais para visitar no Pinhão (Douro)

No concelho de Alijó, por entre quintas e solares e na mais antiga região demarcada do mundo, descubra Pinhão, a jóia do Douro Vinhateiro.

3894
3
COMPARTILHE
Pinhão
Pinhão

Html code here! Replace this with any non empty text and that's it.

12 fantásticos locais para visitar no Pinhão (Douro)

No coração do Douro, património da UNESCO, fica a lindíssima vila do Pinhão. Ao contrário de muitas outras vilas ou aldeias da região, Pinhão é relativamente recente, tendo sido fundada apenas no século XIX, muito por causa da necessidade do transporte e acomodação de pessoas ligadas à indústria do tão famoso vinho do Porto que se produz nas encostas do Douro. Rodeada por inúmeras quintas dedicadas à produção do Vinho do Porto, Pinhão cresceu e desenvolveu-se. Hoje, esta pequena vila do Douro recebe milhares de turistas por ano, que chegam de barco ou no famoso comboio turístico para poderem ver e sentir pessoalmente todo o processo e todas as tradições associadas à produção do mundialmente famoso vinho do Porto. A melhor altura do ano para visitar o Pinhão será, certamente, a época das vindimas, em meados de Setembro. No entanto, se pretende visitar esta vila noutra época do ano, não faltará com certeza oportunidades de visitar qualquer uma das muitas quintas do Douro. Descubra 12 fantásticos locais para visitar no Pinhão.

1. Estação Ferroviária do Pinhão

A Estação Ferroviária do Pinhão é a mais bela estação do Douro. Construída durante o século XIX é conhecida pelos seus azulejos representativos da produção do vinho do Porto, desde as vindimas, o pisar das uvas até ao transporte do vinho em barcos rabelo rio abaixo até às caves em Vila Nova de Gaia. O comboio chegou ao Pinhão em 1880 o que contribuiu para a rápida expansão do que antes era um pequeno povoado.

Pinhão

Em 1937 a estação recebeu os painéis de azulejo que fazem a sua fama. A sua autoria é de J. Oliveira, artista que também decorou outras estações portuguesas, e foram construídos na fábrica Aleluia de Aveiro. São 24 painéis que cobrem a quase totalidade das paredes do edifício principal. Observar os painéis é como ler uma história, contada pelas imagens que representam as fases da produção de vinho. É também uma viagem ao passado onde podem ser observados vários aspectos já desaparecidos do Douro Vinhateiro. Este é um local de visita obrigatória para quem visita a região do Douro.

2. Quinta da Roêda

A Quinta da Roêda forma uma vasta curva de vinhas em terraços localizada na margem norte do Douro, imediatamente a montante da vila do Pinhão. A quinta há muito que é reconhecida como uma das melhores do vale do Douro. O poeta do século XIX Veiga Cabral escreveu, “Se a Região Demarcada do Douro fosse um anel de ouro, a Roêda seria o seu diamante.”

Quinta da Roêda

A propriedade foi adquirida pela Croft em 1889 e foi extensivamente renovada com replantações contínuas até a primeira metade do século XX. O cáracter dos vintages da Croft é um dos mais ímpares de todos. Perfumados, exóticos e cheios de suculentos e opulentos sabores frutados, desenvolvem grande riqueza e complexidade com o envelhecimento. Para uma autêntica experiência nas vinhas, visite a famosa propriedade da Croft.

3. Miradouro de Casal de Loivos

Da aldeia de Casal de Loivos, onde se avista o vale do Douro e a vila de Pinhão, o visitante tem a oportunidade de defrontar-se com uma das mais belas e únicas paisagens do mundo. Os sentidos ficam inebriados com os aromas, os sons e a panorâmica que se depara com o nosso olhar. Caminhos serpenteados, aldeias semeadas pelas encostas. Quintas onde os vinhos envelhecem nos tonéis e lá em baixo, calmo, manso, o rio esse magnífico espelho que reflecte todo este mundo de encanto e de sonho.

Miradouro de Casal de Loivos

Paisagem fabulosa considerada pela BBC de Londres como uma das mais bonitas do Mundo. O Miradouro tem uma vista privilegiada sobre o rio Douro, sendo este o elemento marcante da paisagem; é possível vê-lo numa grande extensão, observando o modo como serpenteia os montes e o “L” que descreve em frente ao Pinhão. Do miradouro avista-se a foz do Rio Pinhão. Identificam-se perfeitamente os 4 tipos de vinha (socalcos pré-filoxéricos, Socalcos pós-filoxéricos, Patamares e Vinhas ao alto). O povoado dominante é o Pinhão, visível em toda a sua extensão, dada a posição sobranceira do Miradouro. A paisagem visível do Miradouro é tipicamente duriense.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here