Início Viagens 12 fantásticos locais para visitar em Marrocos

12 fantásticos locais para visitar em Marrocos

Um país fantástico no Norte de África onde a cultura muçulmana se mistura com um toque de modernidade: os melhores locais para visitar em Marrocos.

434
0
Marrocos
Marrocos

Humphrey Bogart e Ingrid Bergman podem ter mostrado Casablanca ao mundo mas há muito mais para ver no Marrocos do que apenas a sua maior cidade. Este país da costa do Atlântico oferece aos turistas a oportunidade de experimentar todas as peculiaridades da antiga cultura árabe ao mesmo tempo que  pode desfrutar do sol nas suas belíssimas praias ou praticar esqui na neve das suas altas montanhas. Seja passeando por medinas antigas, experimentando a culinária de um souq local ou relaxando ao sol numa cidade à beira-mar caiada de branco, o passado está sempre presente neste país diversificado e colorido. Estes são os melhores locais para visitar em Marrocos.

 

1. Marraquexe

Anteriormente uma das cidades imperiais do país, Marraquexe é por vezes referida como a Cidade Vermelha por causa de seus edifícios de arenito. Durante a década de 1960, Marraquexe era conhecida como uma “meca hippie”, atraindo celebridades famosas como os Beatles, Yves Saint Laurent e os Rolling Stones. Composta por belas arquitecturas antigas e pátios de laranjeiras, palmeiras, damascos e oliveiras, Marraquexe hoje ainda é um dos destinos turísticos mais populares da África.

Marraquexe
Marraquexe

A melhor maneira de provar os seus encantos é descendo a pé pela medina: observe um encantador de serpentes, pechinche um tapete velho, coma iguarias locais, como cabeça de ovelha ou faça uma massagem em um banho público. Outras possibilidades incluem passear pelo Jardin Majorelle, um jardim botânico que combina características art déco e mourisco e tomar chá de menta numa tradicional casa de chá.

 

2. Chefchaouen

Os visitantes de Marrocos que pretendam aprofundar um pouco mais os seus conhecimentos sobre a história e cultura do país encontrarão a pequena cidade de Chefchaouen, localizada nas colinas do norte do país, um complemento fascinante para o oseu itinerário. A cidade permanece praticamente inalterada desde a Idade Média e oferece a oportunidade de realmente voltar no tempo e observar e admirar a cultura tradicional marroquina.

Chefchaouen
Chefchaouen

Na medina, pode caminhar por passagens sinuosas cercadas por paredes azuis vibrantes que testemunham as origens espanholas e judaicas da cidade. A cidade tem opções modernas de acomodação, onde você pode passar a noite e ter tempo para experimentar comidas tradicionais, fazer compras de artesanato bijuterias ou simplesmente relaxar na piscina e dar um passeio pelas montanhas.

 

3. Fez

Fes, ou Fez, é uma antiga capital de Marrocos que agora é a terceira maior cidade do país. Lar da Universidade de Al-Karaouine, a universidade mais antiga do mundo, Fes é uma cidade antiga que ainda mantém duas antigas medinas. Os viajantes podem querer começar a sua visita caminhando pela medina de Fes el Bali, onde as mercadorias são transportadas por burros e carrinhos de mão.

Fez
Fez

Com uma população de cerca de 150.000 habitantes, a medina é a maior área urbana livre de carros do mundo em termos de população. Casas de adobe tradicionais e pátios ornamentados com mosaicos alinham num labirinto de ruas estreitas e becos cheios de souqs e lojas. Fes também é famosa por produtos de couro tingidos. Vários lugares são limitados apenas aos muçulmanos, mas apenas ver os impressionantes exteriores faz a viagem valer a pena.

 

4. Aït-Ben-Haddou

Aït-Ben-Haddou é uma cidade fortificada, ou ksar (alcácer), na região de Souss-Massa-Drâa, Marrocos, na antiga rota de caravanas entre o Saara e Marrakech. Situa-se numa colina do sopé do Alto Atlas, à beira do rio Ounila, afluente do Ouarzazate, por sua vez afluente do Drá. A cidade é constituída por um grupo de várias pequenas fortalezas, ou casbás (kasbahs), chegando a ter dez metros de altura cada uma. A maioria dos habitantes da cidade vive agora numa aldeia mais moderna, no outro lado do rio; no entanto, oito famílias ainda vivem no ksar.

Aït-Ben-Haddou
Aït-Ben-Haddou

Ali foram filmados vários filmes famosos, incluindo Lawrence da Arábia, A Múmia, Gladiador, Alexandre e Príncipe da Pérsia, entre muitos outros. O ksar foi fundado em 757, e começou como a casa de uma família apenas, no entanto a povoação cresceu até ao seu tamanho actual. O túmulo do seu fundador, Ben-Haddou está na base da colina, por trás da povoação. O sítio foi declarado Património Mundial da UNESCO em 1987.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here