Início Viagens As 10 cidades mais bonitas de Portugal

As 10 cidades mais bonitas de Portugal

Será sempre subjectivo escolher as 10 cidades mais bonitas de Portugal, e ainda por cima colocar fora da lista as mais conhecidas: Lisboa e Porto. Mas a lista foi feita sobretudo a pensar em cidades cuja beleza merece mais atenção.

1205780
65
PARTILHE
Chaves - António Pereira

As 10 cidades mais bonitas de Portugal

É sempre um enorme desafio elaborar uma lista deste género, ainda por cima quando se opta por deixar Lisboa e Porto fora do ranking. Mas tendo em conta os comentários dos turistas, a pontuação das atracções turísticas em sites internacionais e o estado de preservação de monumentos e centros históricos, estas são as 10 cidades mais bonitas de Portugal.

1. Tomar

tomar5

Tomar é a Cidade Templária. Mas antes de o ser, o vale do rio Nabão, pelo seu clima, solos férteis e água abundante foram essenciais para a fixação humana desde o Neolítico. Sellium se chamou no período romano, prosperando como Nabância pelos Visigóticos e Islâmicos. A um de Março de 1160 D. Gualdim Pais, mestre da Ordem do Templo em Portugal, inicia a construção do majestoso Castelo, o Convento de Cristo e a imponente Charola Templária. Numa matriz medieval e geométrica, os planos arquitetónicos de Tomar, vão seguir a estrutura de Jerusalém no ocidente.

2. Chaves

chaves5

Foram as legiões romanas, que há dois milénios, dominaram esses homens, que até aí tinham vivido, como deuses, alcandorados no cimo das montanhas e se instalaram de modo especial no vale, fertilíssimo do Tâmega. Fixaram-se onde hoje é a cidade e distribuíram pequenas fortificações pelas alturas circundantes, aproveitando, para tais guardas-avançadas, alguns dos castros conquistados. Edificaram, presumivelmente, a primeira muralha que envolveu o aglomerado populacional; construíram a imponente ponte de Trajano, sobre a via Bracara-Asturica; tiraram proveito das águas quentes mínero-medicinais, implantando balneários termais; exploraram filões auríferos e outros recursos do solo e subsolo. Tanta importância adquiriu este núcleo urbano, nessa época, que foi elevado à categoria de Município, quando no ano 79 dominava Vespasiano, primeiro César da Família Flavia. Será esta a origem de Aquae Flaviae, designação antiga da atual cidade de Chaves.

65 Comentários

  1. Estou de acordo com a classificação. Contenta-me em ter classificado duas cidades transmontanas, mas Vila Real e Mirandela também são muito lindas e com história. Outras que não conheço talvez também tenham a sua beleza, tais como: Óbidos, Braga e Coimbra.

    • Você conhece Viana do Castelo? Assim como o autor conhece Viana do Castelo? Pois não! eu digo-vos é a cidade mais linda do mundo!

  2. Feira Nova de Bem Viver MCN a apenas 50 minutos do Porto, não é Vila nem Cidade mas é uma aldeia muito charmosa digna de destaque, onde segurança e qualidade de vida são incomparáveis. É ideal para residência de aposentados. Se pensar em morar em Portugal, conheça-a antes.

    • Nem Bragança nem Vila Real são hoje capital de coisa nenhuma. As Províncias não existem. Delas existe apenas a memória. Os distritos acabaram. Quando muito Bragança será hoje capital da Comunidade do Alto Trás-os-Montes e Vila Real da Comunidade Duriense. Mas isso Vale o que vale. ..ou seja, nada. Portanto isso de capital , seja lá do que for não tem qualquer importância. Importa sim é o que cada uma é e não o título que ostenta. Importa sim se oferecem aos seus naturais e aos residentes, condições dignas de subsistência…emprego, educação, saúde, etc. Interessa é se oferecem aos visitantes condições para se esquecerem por lá alguns dias…interessa é se ambas oferecem condições para que os seus naturais não tenham que emigrar, interessa é se ambas trilham caminhos de futuro e de desenvolvimento. E nisso, meu caro…ambas parecem estar muito longe, muito afastadas desses caminhos… não apenas, ou não principalmente, mas também, por culpa própria. Quanto a beleza natural, monumental e arquitectónica, quanto a riqueza patrimonial, cultural e histórica, umas têm e outras não…
      Por isso meu caro comprovinciano Vilarealense…essa coisa de ser capital é uma questão mesquinha. Mas sempre lhes pode chamar, tanto a uma como a outra, CAPITAIS do SUBDESENVOLVIMENTO, CAPITAIS DA INTERIORIDADE, CAPITAIS DO ABANDONO.

      • Está correctissimo o seu comentário . Porém em relação à emigração, é um assunto
        que diz respeito só a cada um de nós. O emigrante, é um individuo que aspira a uma vida melhor para si e para a sua família. Somos à séculos um povo de emigrantes e diga-se que a sua maioria foi gente de sucesso. Sou duriense, vivo a mais de 400 Kms da terra onde nasci. Não deixei de ser quem sou, pelo contrário, estou grato à vida por assim ter acontecido. Os meus Avós, foram ambos emigrantes e nunca se queixaram. Os emigrantes não são uns coitadinhos como o querem fazer crer. O emigrante merece-nos todo o respeito pela sua audácia e o seu “querer” trabalhar. Só os fracos é que adormecem na…vida, por isso mesmo existe um número elevadíssimo de revoltados na nossa sociedade.

        • Adorei seu comentario….obrigado….fui para portugal …2015 e quero ir de novo…obrigadoe verdade……muito bem posto…. bj

        • Caro amigo respeito muito os emigrantes mas parece-me que o senhor não respeita aqueles que cá ficam,que apesar das imensas dificuldades ficam cá a aguentar o barco,se todos emigrassem o que seria do país, já tínhamos sido invadidos.

          • Senhor Pedro Moreira não quero alimentar uma conversa que tem dezenas de saídas e todas elas nos levariam a situações de pura demagogia. Todos nós temos o nosso papel na sociedade desde que nos comportemos com civismo.

      • Desculpe-me mas o seu comentário parece-me um tanto político e sem propósito para o caso aqui, estamos à procura de lugares agradáveis para passar as férias, nada mais. Já estive em Portugal, sou descendente de portugueses, adoro esse país, quem me dera o povo do Brasil fosse e tivesse um pouco da compostura dos portugueses e também a moral que meu pai português me ensinou. Em julho voltarei a este país, sei que serei recebida com todo o carinho das outras vezes por este povo tão hospitaleiro. Busco aqui cidades que ainda não conheço, por isso li seu comentário.

        • venha visitar Viseu cidade a 90 kil de Coimbra ,cidade antiga e moderna muito bonita considerada a melhor cidade portuguesa para se viver,aproveita para visitar também Lamego a 60 ki de Viseu com um majestoso santuário e também gente hospitaleira ,digamos todas as pessoas das beiras gosta de receber os seus visitantes,qualquer informação disponha

  3. Pretendo viajar a Portugal, por +/_ 20 dias.
    Vou sozinha. Sou mulher, madura, 45 anos.
    Disposta a ficar em hostel e ou em (casas de família), que hospede turista por 3 a 4 dias.
    Alguém pode me indicar um roteiro bacana?
    Informar me os melhores itinerários e percursos, os meios de transporte que devo utilizar nestes percursos?
    O que mais devo conhecer e saber, para fazer uma boa viagem?

    • Desejo-lhe uma boa visita ao meu País.
      Para conhecer razoavelmente bem Portugal, a sua História, as suas gentes, a sua gastronomia (gastronomia mediterrânica-património da humanidade), as suas paisagens e monumentos, provavelmente teria que passar cá um bom par de anos, e seria muito bem vinda. Como isso não é possível, vou facultar-lhe um roteiro que me parece o mais adequado para 20 dias.
      Depois de desembarcar em Lisboa, procure instalar-se na cidade por uma semana. Procure conhecer o centro histórico de Lisboa (Baixa Pombalina, Bairros de Alfama, Mouraria, Bairro Alto, Madragoa) Tome um café no Terreiro do Paço e percorra a pé as Ruas Pombalinas, visite o Rossio e vá até à rotunda do Marquês de Pombal.
      No segundo dia, visite durante a manhã a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos. À tarde, vá visitar o oceanário de Lisboa na expo 98. à noite vá a Alfama ou Bairro Alto ouvir fados (património imaterial da humanidade).
      No terceiro dia apanhe um comboio no Cais do Sodré e deixe-se transportar por ele até Cascais. Em Cascais, visite o centro histórico e a Cidadela de Cascais.
      No quarto dia, visite Sintra e o Castelo da Pena.
      No quinto dia tome em Santa Apolónia o comboio para o Porto. Visite o centro histórico e a zona da Ribeira. Vá a Vila Nova de Gaia, do outro lado do Rio Douro e visite as caves de muitos produtores do Vinho do Porto.
      No dia seguinte, apanhe um comboio na Estação de São Bento e vá até ao Pinhão ao longo do Rio Douro (património mundial). Regresse ao Porto.
      No dia seguinte, apanhe um comboio na estação de Campanhã e siga até Coimbra. Visite o centro histórico e a Universidade, particularmente as suas mais antigas instalações. Regresse a Lisboa.
      Tome de novo o comboio com destino a Faro (Algarve) e passe uns dias de férias nas mais belas praias do mundo.
      Ficará para uma próxima oportunidade conhecer o interior do meu País. Interior esse donde são oriundos os maiores vultos da nossa história. Visite nessa altura, Évora, Santarém, Tomar, Fátima, Leiria, Viseu, terra do General Pastor Viriato e terra natal do fundador de Portugal, D. Afonso Henriques e de D. Duarte, filho do Rei D. João I. Visite Belmonte no sopé da Serra da Estrela, a terra que viu nascer Pedro Álvares Cabral, descobridor do Brasil Visite Celorico da Beira, Trancoso, Meda (a terra dos Coutinhos, nobres que muito contribuíram para alicerçar o Reino de Portugal., Desça até Lamego, passe pela Régua e visite Guimarães, Braga e Barcelos. Passe a Serra do Marão e visite Vila Real. Bragança e Chaves ficam um pouco mais acima mas não deixe de visitar estas cidades.
      Visite o Minho e a sua Capital.
      Aproveite a gastronomia os nossos vinhos e pode andar perfeitamente à vontade porque o meu País é tranquilo e seguro e as nossa gentes tem por hábito receber bem quem nos visita.
      Um abraço

      • Quero comprar uma casa em Portugal, mas não conheço o país. Poderia me indicar uma imobiliaria, ou alguma cidade onde o custo-beneficio seja compensador?

        • Olá Angelica, tenho uma amiga corretora que saiu do Brasil e mora agora em Portugal, acho que ela poderá te ajudar, o nome dela é Maria Antonia (corretoramariaantonia@gmail.com). o nome da corretora é REMAX. Poderá buscar pesquisar pelas regiões através do site http://www.remax.pt/default.aspx. Abraços e boa sorte!

        • venha até á minha aldeia NANDUFE a 1 ki de TONDELA aonde encontra moradias a bons preços lugar sossegado para se viver e perto de tudo qualquer informação disponha

        • Olá Angelica, sou agente imobiliária na Remax, vivo e trabalho na cidade mais bonita de Portugal, a templária cidade de Tomar. Localizada no Ribatejo, com excelentes acessibilidades (vias rápidas) que a colocam no litoral, interior, Lisboa e Norte num instante. Se ainda não encontrou a casa dos seus sonhos contacte-me.
          Margarida Braz
          961780727

      • SOU BRASILEIRO, VIUVO E COM 76 ANOS DE IDADE. SOU PESSOA MUITO SIMPLES E SEM FRESCURAS OU REQUINTES. JÁ CONHEÇO UM POUCO DE PORTUGAL, POIS EM 1960 ESTIVE EM LISBOA COMO MEMBRO DA GUARNIÇÃO DO CRUZADOR BARROSO, DESFILEI PELA AV DA LIBERDADE DESDE O PARQUE EDUARDO VII ATÉ O CENTRO, PARTICIPEI DA INAUGURAÇÃO DO PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS E COM A PRESENÇA DE NOSSO PRESIDENTE JUSCELINO K DE OLIVEIRA. MAS COMO MARINHEIRO CONHECI UM POUCO DA CIDADE E MUITO DA VIDA NOTURNA. DEPOIS EM 2.000 PROCEDENTE DE ESPANHA NOVAMENTE VIM A PORTUGAL E FORA LISBOA CONHECI SINTRA. AGORA PRETENDO IR COM MAIS FOLGA E TEMPO E CONHECER UMAS VINTE CIDADES E FICAR EM TERRAS LUSAS POR TRINTA DIAS. PERGUNTO: QUANTO DEVEREI LEVAR EM EUROS PARA O CAFÉ DA MANHÃ, HOSPEDAGEM SIMPLES, ALMOÇAR E A NOITE FAZER UM LANCHE, E MAIS OS PASSEIOS E OS TRANSPORTES? ANTECIPO MEUS AGRADECIMENTOS DE CORAÇÃO.( pretendo ir em maio ou junho/17) FRANCISCO.

        • José Francisco Bilodre,
          Gostaria de apresentar, em rápidas linhas, um pouco de minha experiência vivenciada em uma viagem recente à Portugal. Sou de BH e fui passar férias (30 dias) em Portugal no último mês de setembro, um mês é pouco para tantas possibilidades, mas, mesmo descansando um pouco no ponto de apoio (Sintra – ap. simples alugado) entre uma viagem e outra, foi possível conhecer bem os recantos e pontos turísticos de Lisboa, Sintra, Coimbra, Viseu, Aveiro, Porto e Guimarães. Tudo sem pressa, quase em estado de contemplação. Fiz questão de tudo simples, pousadas de Portugal (pode pesquisar) são bem baratas e atendem bem a um viajante sem frescuras. Procurava os restaurantes do povo local, são os melhores e mais baratos. Como meio de transporte, escolhi os comboios (trens) para toda parte, são relativamente baratos, confortáveis, e se comprar os bilhetes com cinco dias de antecedência, terá 40% de desconto. As entradas nos museus e pontos turísticos são reduzidas para quem tem mais de 65 anos. Enfim, sem compras e sem luxo, meus gastos se resumiram em 2.500 euros. Havia feito planejamento de gastar, em média, 100 euros por dia. Espero ter contribuído. Se quiser perguntar mais, estou à disposição. Boa viagem!

      • Parabéns ao senhor Leandro Figueiredo , pela belíssima descrição que fez do nosso país desde o Norte ao Sul , frisando com muito orgulho toda a beleza que ele encerra .
        Com toda esta maravilhosa explicação qualquer cidadão gostará de percorrer e conhecer a fundo toda a beleza que encerra o nosso país. A todos os que não conhecem e pretendam conhecer bem o seu pequenino Portugal , cheio de lindas cores e monumentos etc. Vá e verá que não se arrepende, pois tudo é maravilhosamente belo, desde as grandes cidades às mais pequenas aldeias.

      • Muito bem!!! Sem politiquices nem demagogias!!!
        Conheço quatro continentes…e não conseguiria viver fora do nosso cantinho, que conheço bastante razoavelmente de norte a sul!!
        Gostamos de receber bem ! Sejam todos bem vindos!
        Um abraço

      • Com todo o respeito não deves conhecer Setúbal,pois nem a mencionaste.
        Tem uma das melhores Baías do mundo,Arrábida,centro histórico e a gastronomia das
        melhores de Portugal.

      • Leandro, adorei seu roteiro. Vou fazer esta viagem qualquer dias destes. Moro em Sutton, UK, e estou ha muito, querendo passear em Portugal. Achei seu roteiro altamente inspiracional. Obrigada! Abracos xxx

      • Boa Tarde, adorei as dicas, já estive em Portugal e vou regressar a essa terra maravilhosa, de pessoas hospitaleiras e gentis. Peço se poder me ajudar, a fazer um roteiro de Lisboa até Algarve e depois ir até Braga.
        Obrigada.

    • Não se preocupe com isto, Margarete! Vou está indo no lugar certo e certamente voltará sempre, como todos sempre voltam: o povo é hospitaleiro e amigo, os locais de indescritível beleza e deparamos com a História a cada esquina. É preciso mais do que vinte dias, às vezes toda uma vida, para usufruir desta Pátria singular e de tão peculiar gente – a gente portuguesa.
      Desejo-lhe boa viagem; tenho certeza de que ela corresponderá à sua melhor expectativa.
      Antonio Pais de Moura – ajsmoura111213@hotmail.com

    • O roteiro que o Leandro indicou é muito bom, pois dá uma ideia inicial de Portugal. Entretanto é um pouco cansativo e acho que o roteiro deve ser enxugado para poder curtir como quem saboreia uma bela refeição. Outro aspecto, apesar de Portugal ter bons hotéis e de baixo custo quando comparado com os custos em outros países europeus, é ter as reservas de hospedagem bem definidas para não ter que improvisar e pagar mais caro.
      Agora só me resta te desejar boa viagem e aproveite bem o maravilhoso país onde nasci.

    • tb vou fazer o mesmo daqui a dias .Aluguei um carro e durante 20 dias vou com minha esposa andar pelos lados de fora ate dara a volta começando no aeroporto em Lisboa e terminando la tb se Deus quizer.

  4. E a Guarda situada no ponto mais alto de Portugal-Serra da Estrela,ainda à pouco houve um campeonato de motas,onde o vençedôr foi um françês,e ouvi imensos turistas dizêrem que é uma das mais bélas regiões!e que adoraram tudo,isto se Passou no concêlho da Cidade de Gouveia vizinha da Cidade de Seia,então!aqui fica o meu aprêço e também uma sugestão!cordiais saudações e boas viagens e bôa estadia onde quér que seja!Portugal tém em cada região encânto,perdoem ésta minha observação!

  5. Na kinhamopiniao poderiam acrescentar sintraque e expetculare lindissima,,para depois o Porto, e clro, a capital do pais, Portugal.

  6. Visitei Portugal o ano passado, amei tudo que vi, sou bisneta de portugueses, sobrenome Coimbra, irei novamente no próximo ano, gostaria de alugar uma pequena casa em alguma aldeia pois quero muito estar com pessoas comuns da terra. Algurmvtem alguma sugestão? Quero ficar em Portugal por uns 3 meses ou mais, sou simples e muito apaixonada pelos costumes dessa terra maravilhosa. Obrigada.

  7. Engraçado! o alto minho considerado por muitos turistas,com cultura acima da media ,uma regiao das mais bonitas do mundo,pela diversidade de paisagens , e panoramas que as suas cidades nos oferecem nao vem ,nas 10 cidades mais bonitas. qual e o criterio?

  8. e muito subjetivo falar de Portugal cada um tem gostos diferentes ,eu sou trasmontano ,mas gosto do alentejo ,adoro castelos e por la tem e ainda dos mais antigos ,adoro evora ,cidade medieval mais linda ,mas nunca deixo de passar na nazare ,moncao,setubal,sesimbra ,marvao,obidos,viana do castelo Mirandela,piodao,braganca,ponte de lima,tavira ,campo maior,estremoz,santarem,castelo branco guarda covilha,isto e tudo que eu mais gosto

  9. nunca foi em Portugal tenho muita vontade de ir sou neto de portuguesa e portugues tenho vontade de ir em busca das familias ( câmara de lima) e ( soares melo ) eram dos meus avos paternos e queria saber se ainda existe essas familias em Portugal me chamo José Carlos Costa Câmara filho de José Câmara de Lima.

  10. Conheço bastante de Portugal e reconheço toda beleza que lhe atribuimos, mas bonito mesmo é esse bairrismo demonstrado nos comentários “onde cada um puxa a brasa á sua sardinha”, o que prova que Portugal é mesmo bonito.

  11. Sou neta de portugueses,talvez por amar tanto esse Pais,já disseram que sou a brasileira mais Portuguesa. Quero voltar mais uma vez para solidificar mais a minha admiração por Portugal!!!

  12. Irei passar 9 dias em Portugal no mês de julho. Pretendo me hospedar inicialmente em Lisboa e alugar um carro para conhecer outras cidades. Quais cidades a partir de Lisboa vale a pena conhecer e que eu possa, no mesmo dia, retornar a Lisboa para dormir? E, no caso de me hospedar em outra cidade para conhecer outra região mais afastada de Lisboa, o que me recomendam?

    • Olá Gilberto.
      Como sugestões para ida e volta de Lisboa no mesmo dia sugiro:
      Sintra – cidade serrana muito agradável, com atrações a visitar como Palácio da Pena, Castelo dos Mouros, Quinta da Regaleira , Montserrat, Palácio Nacional,etc… Não dá para visitar tudo em um só dia escolha alguns ou repita o passeio. Caminhar pelo seu pequeno centro é uma delícia. Pode ir de trem – estação do Rossio – viagem de uns 30 a 40 min acho.Se for de trem (comboio) na rua ao lado da estação há ponto daqueles ônibus (autocarro) turísticos que fazem 2 roteiros diferentes.Faça sua opção do que quer conhecer. A passagem permite descer em uma atração e depois embarcar novamente rumo a outra. Da estação ao centro também dá para ir a pé,trajeto bem agradável .

      Cascais – Pode ir de trem (estação Cais do Sodré). Cidadezinha agradável, à beira mar, com antiga fortaleza a visitar,bonitos jardins. No caminho o conhecido Cassino Estoril . Do Estoril até lá há um calçadão que segue margeando o mar . Após passar o centro da cidade uma ida a Boca do Inferno – Penhascos no litoral onde o mar formou uma espécie de buraco onde se aprecia o vai e vem das ondas.

      De carro você também pode fazer um roteiro de passagens pelas principais atrações de cidades próximas percorrendo em um dia – Santuário de Fátima, Mosteiro da Batalha, Santuário de Nazaré e seu miradouro , Óbidos. Ou ir a Sintra e descer pelo litoral – Cascais. Depende do gosto e do quanto de tempo pretende dispender em cada local.

      Quanto a outros locais mais distantes talvez Porto e Vila Nova de Gaia(vizinhas,estando em uma conhece a outra,separadas apenas pelo rio Douro) . De Lisboa para lá opção de trem ou ônibus, acho que demora cerca de 3 1/2h a 4h. A visitar, muitas antigas igrejas, museus, caves de vinho,passeio pelo rio,e outros.

      Espero haver ajudado,
      Cida

      Óbidos – Interessante vila medieval há cerca de 1h de Lisboa. A antiga muralha está preservada,é possível caminhar sobre ela. O interior da vila só pode ser percorrido a pé, carros não podem circular ali.

  13. Moro no Brasil e , estimulado por essa matéria , comprei uma passagem para Portugal , aluguei um carro e durante 4 semanas tentei conhecer todas as 10 cidades mencionadas (menos Angra do Heroísmo , que fica em Açores) . Além delas , acrescentei outras , por indicações na internet ou por razões de logística . O roteiro ficou assim : Lisboa (1 noite) , Batalha , Coimbra (2 noites) , Viseu (1 noite) , Lamego , Bragança (1 noite) , Chaves (1 noite) , Guimarães (2 noites) , Braga (1 noite) , Ponte de Lima , Viana do Castelo (1 noite) , Porto (3 noites) , Aveiro (1 noite) , Óbidos , Alcobaça , Fátima (2 noites) , Tomar , Santarém , Évora (2 noites) , Elvas , Albufeira (5 noites) , Tavira , Faro , Carvoeiro , Silves , Lagos , Sagres , Setúbal (1 noite) e Lisboa (3 noites) . Minhas impressões : da lista feita por vocês , as cidades que mais gostei foram Tomar , Guimarães , Aveiro e Tavira . Duas decepções : Elvas e Silves (ambas sujas e descuidadas , parece que não dão muita atenção ao turismo) . A excessão é o Castelo de Silves , em excelente estado . Das cidades não citadas na reportagem , gostei muito de Viana do Castelo , Ponte de Lima e Setúbal .
    Caso alguém esteja interessado em fazer um roteiro parecido e queira trocar idéias ou informações , meu e-mail é pcarvalho@trt15.jus.br

    • ELVAs é fronteiriça e todos sabem que qualquer terra fronteira é mais periférica ,mais remota ,mais abandonada , menos habitada e mais a servir de entreposto fronteiriço . Quanto a Silves o caso é outro mas não deixa de ser periférica na medida que é a mais a sul mais afastada de centro e de Lisboa , bem como é no Algarve que está muito deixado aos estrangeiros que estragam aquilo e fazem lixo . Silves tem carácter interior bem como Elvas , isto apesar de Silves ter uma costa mas mínima é sobretudo interior . Elvas é suja por espanhóis e Silves por ingleses espanhóis etc E se não dando atenção ao turismo já assim é agora imagine-se se dessem o que não seria . Iam limpar para os outros sujarem . Esses estrangeiros malditos que exploram e destroem pequenas , pequeniníssimas e ínfimas partes de Portugal porque não conseguem destruir tudo como queriam

    • Temos ainda que as terras mais inóspitas e remotas de todo o Planeta Terra se encontram em montanhas mais altas do Mundo Inteiro e também em terras com menos ligações ou comunicações de transportes . Não é o caso de Elvas ou Silves nem nenhuma terra em Portugal pois se fosse nem existiam , muito provavelmente , quaisquer atividades humanas nem mesmo de aldeias se tratariam nessas regiões com uma população tão pequena como temos em todos os países ocidentais . Cidades e vilas só é possível se obter com muito trabalho , muito tempo e luta persistente e de certeza que Elvas e Silves não obteram estatutos de cidades à custa de desprezo , falta de atenção, descuido ou abandono de portugueses mas obteram isso por árduo e muito grande trabalho de Portugueses e suas conquistas para as tornar Portuguesas e independentes de outros de fora ao longo dos tempos . ps: o problema da sujidade em todos os Países existe muito e não tem mais porcas e imundas no Planeta Terra inteiro que todas de “eua” todas de brasil e todas de inglaterra que são os 3 aterros do Mundo Inteiro mais poluídos , mais sujos , mais cheios de lixo e desperdício que qualquer outro lugar no Planeta Terra Inteiro O desprezo , o desleixo ,o desmazelo, a negligência , a indiferença são algumas das razões disso .

      • Emanuel,

        O argumento de que Elvas é suja por ser próxima à fronteira me parece equivocado, já que Viana do Castelo, Chaves, Bragança e Faro também são bem próximas à Espanha e me causaram uma melhor impressão. Já o comentário sobre o Brasil , os Estados Unidos e a Inglaterra não me pareceu pertinente, a matéria é sobre as cidades portuguesas, apenas. Mas já que mencionou sobre o assunto, gostaria de dizer que achei de uma extrema infelicidade dizer que esses países são os “mais imundos do planeta” e “aterro do mundo”. Já viajei muito nessa minha vida, conheço mais de 30 países, e tive a oportunidade de conhecer países muito organizados e limpos e outros nem tanto. Não sei qual o seu grau de conhecimento a respeito da realidade brasileira mas existem diversos “Brasis”, temos cidades no norte e no nordeste com extrema pobreza, com condições de higiene precaríssimas. Em contraponto, temos cidades no sul extremamente limpas e organizadas, que não ficam nada a dever a cidades da Alemanha, da Noruega ou da Dinamarca. Não tenho procuração para defender a Inglaterra ou os Estados Unidos (país onde já estive em 7 ocasiões), mas tive uma ótima impressão de ambos. Sou neto de portugueses, tenho um carinho muito grande por Portugal mas infelizmente sou obrigado a dizer que no quesito limpeza esses países me deixaram uma impressão melhor do que Portugal.

  14. Mas então não é verdade que o castelo dos Templários já existia quando os Cavaleiros da Ordem foram condenados à morte pelo papa e o rei de França, quando os Templários estrangeiros ali se refugiaram junto aos portugueses? Sabeis, ou deverieis saber, que o rei de Portugal era um Cavaleiro Templário, e que, por isso, Tomar foi o refúgio de todos os que lá conseguiram chegar, fugindo da morte na fogueira. Até porque se D. Henrique seguisse as ordens do papa teria que matar a si próprio. Opa! Estou enganado ou há por aqui, no que se refere a Tomar, uma História mal contada?!

  15. Tenho visitado Portugal nos últimos anos, às vezes em Novembro, e uma vez em Março; conheço muitas cidades, mas existem outras tantas a conhecer, e a cada dia percebo que não fui aos lugares que desejo. As vossas cidades são aconchegantes, a população receptiva e nos passam tranquilidade. Fiquei feliz em conhecer a terra de onde o meu bisavô migrou no século XIX para o Brasil e, de imediato, senti-me identificado com ela. Encontrei aí menos problemas sociais que no Brasil, considerando, por isso, um dos lugares mais propícios para viver. Estou a considerar, seriamente, em tentar viver nesse lindo país, fazendo o sentido inverso dos meus ancestrais.

  16. muito obrigada por todas essas informações, eu nunca tinha ouvido falar, agora fiquei até mais animada a ir a portugal, muito grata.

  17. Linda. Lindíssima Portugal. Terra de nossos antepassados, Terra Nossa também. Fiquei contente de ler o debate. Isso é civismo, o que nos falta aqui no Brasil. Sou monarquista, estudiosa da família Real Bragança. Pretendo, quando me aposentar passar a viver em Portugal. Todas as cidades interioranas tem os seus problemas. Portugal é lindo, o fado é maravilhoso, o vinho também. Mas o que me apaixona são a sua história, as tradições. Parabéns a todos.

  18. Em primeiro trimestre de 2017 vou visitar Portugal. Tenho em mente passar uns 25/30 dias. As orientações apresentadas vou analisar. Grata pelas indicações.

  19. Boas acho que a escolha das dez cidades é um pouco subjectivo e tudo depende da perspectiva de cada um nao quero parecer suspeito mas por exemplo a minha terra peniche por exemplo podia estar no lote das dez cidades porque tambem ja conheco um pouco de portugal e do estrangeiro e peniche é top

  20. Emociona-me ver como as pessoas de Portugal descrevem com orgulho as belezas de seu país. Mas é natural que assim seja. Estive em Lisboa em 2014 e fiquei encantado com a gastronomia, a cordialidade do povo e a beleza da cidade. Sou brasileiro, gosto muito daqui, mas a sensação de segurança que encontrei em solo lusitano fez-me querer, uma dia, morar nessa pequena e acolhedora terra. Embora não possa afirmar com certeza, após algumas pesquisas na rede mundial de computadores, encontrei relatos, que imagino serem do meu antepassado paterno oriundo de Portugal. Trata-se de Manoel de Lima, casado com Maria Joaquina Lima, oriundos dos Açores, que teriam aportado no Brasil, no Porto de Vitória/ES, em 17 de janeiro de 1814. Quem sabe um dia encontro no além-mar algum parente… Ainda em 2017 pretendo, com minha mulher, retornar e conhecer o norte de Portugal, principalmente as pequenas cidades, com destaque para Ponte de Lima – quem sabe encontro lá algum “Lima” para dividir um bom vinho e contar boas histórias.

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here