Início Viagens Parque Natural de Montesinho: rotas, trilhos e percursos pedestres para descobrir

Parque Natural de Montesinho: rotas, trilhos e percursos pedestres para descobrir

A região de Trás-os-Montes, preserva as maravilhas da serra e da aldeia de Montesinho que são uns dos muitos encantos de Portugal. Conheça-os.

1383
0
Parque Natural de Montesinho
Parque Natural de Montesinho

Verde, xistoso, rural, montanhoso, calmo e tranquilo – é assim que se carateriza a serra de Montesinho. Sendo uma área protegida, esta serra detém um dos maiores parques naturais de Portugal, uma vez que abrange o norte dos concelhos de Bragança e Vinhais, fazendo assim fronteira com Espanha. No entanto, é na cidade de Bragança, em pleno coração da Serra, que se localiza a aldeia típica apelidada também por Montesinho.

Pertence aos agricultores, aos amantes da natureza, aos habitantes (claramente) e a quem quiser visitar a mais emblemática e mais bem preservada aldeia da Terra Fria Transmontana.

turismo rural em Montesinho
Montesinho

Esta aldeia preservada, para além de ser serena, é caraterizada pelos seus típicos alojamentos em granito e pedra, com telhados de xisto e com janelas de madeira que oferecem uma experiência de turismo rural que promete dar a conhecer as tradições, àqueles que decidem por aqui passar.

Uma vez que a beleza desta região não deve ser ignorada, o Parque Natural de Montesinho convida a explorar alguns trilhos existentes para aproveitar os encantos naturais transmontanos.

 

1. Trilho Rio de Onor

Inserido no Parque Natural, na aldeia de Rio Onor – eleita uma das Sete Maravilhas de Portugal – pode-se explorar um trilho que se carateriza por ser circular, tendo 7 quilómetros de percurso. Inicia-se à entrada da aldeia Rio Onor e, passando por uma vasta floresta, segue-se em direção às minas de Guadramil, onde pode ser avistada parte da biodiversidade disponível na região.

Rio de Onor
Rio de Onor

A aldeia de Guadramil é o seguinte ponto de partida que leva os exploradores às águas cristalinas do rio Onor, passando assim pelo Vale Longo.

 

2. Rota da Lombada

Já o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas disponibiliza um trilho que é capaz de dar a conhecer (quase) todo o Parque Natural de Montesinho.

O trilho começa na cidade de Bragança em direção a Gimonde, seguindo pela N308 até Vila Meã. No percurso entre Vila Meã e Deilão, é possível observar toda a beleza paisagística do planalto da Alta Lombada, onde é quase certo que, seja qual for a altura do ano, avistará veados.

Gimonde
Gimonde (Bragança)

De seguida, segue-se para Guadramil, na direção da antiga aldeia comunitária que se trata de Rio Onor que tem uma paisagem estendida até Espanha. Esta aldeia é considerada uma das sete maravilhas portuguesas. Continue o trilho até à aldeia Varge e posteriormente, siga em direção à aldeia de França que, em tempos antigos, era conhecida pelas suas minas de ouro. Nesta aldeia, desfrute das vidas sobre o vale do Rio Sabor.

Como última paragem, siga para a aldeia Montesinho que é caraterizada pela sua ruralidade, desde as ruas até aos alojamentos.

 

3. Rota dos Cervídeos

A chamada “Rota dos Cervídeos” tem início em Guadramil, onde a paisagem estende-se até Espanha. O nome da rota é justificado pelo aparecimento destes animais, maioritariamente nos períodos de Outubro e Novembro. Consoante a altura do ano, poderá avistar outros animais, ao longo das caminhadas. Apesar de algumas falhas, o percurso encontra-se sinalizado e estende-se, aproximadamente, durante nove quilómetros, tendo um baixo nível de dificuldade.

locais para visitar no Parque Natural de Montesinho
Guadramil

No seio do Parque Natural, para além dos trilhos, em Vinhais, pode-se visitar o seu Parque Biológico que concentra uma quantidade significativa de vegetação. Aqui, é possível observar o quotidiano de alguns animais selvagens e outras espécies, como também ter uma experiência de dormida diferente, quer seja em bungalows, em tendas ou até nos novos alojamentos para duas pessoas, surgidos com o nome “POD’S”, que possuem uma vista para a piscina biológica.

Montesinho é uma região povoada há milénios de anos e por isso, é possível observar, em algumas aldeias, certos vestígios arqueológicos. Os anos passam e a beleza mantém-se, desde as típicas casas de xisto até à natureza que envolve toda a serra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here