Início Viagens Os 15 melhores locais para visitar em Cádiz

Os 15 melhores locais para visitar em Cádiz

Foi fundada pelos fenícios e ocupada por gregos, cartagineses e romanos. Daqui partiam navios para as Américas no século XVI. Estes são os melhores locais para visitar em Cádiz, Espanha.

1972
0
Cádiz
Cádiz

 

Cádiz é discreta e despretensiosa, brilhando através de maravilhosos frutos do mar, praias com bandeira azul e um centro histórico que esconde uma infinidade de pequenas atracções fascinantes. Na capital da Costa de La Luz poderá, no decurso do dia, passar umas férias muito agradáveis gastas numa espreguiçadeira e, durante a noite, aproveitar, com os entes queridos, a saborosa gastronomia espanhola. Quando o sol estiver demasiado quente, desloque-se até as ruas dos bairros mais antigos para ver as vistas ou passear sob as folhas das palmeiras no parque da cidade. Estes são os melhores locais para visitar em Cádiz, Espanha.

 

1. Castelo de São Sebastião

Castelo de São Sebastião
Castelo de São Sebastião

Durante grande parte da sua vida, esta fortaleza do século XVIII foi usada como prisão ou para quarentenas. Algumas cenas do filme “007 – Morre Noutro Dia” foram rodadas neste castelo.

 

2. Praia da Caleta

Praia da Caleta
Praia da Caleta

Trata-se de uma praia com bandeira azul e um excelente local para as pessoas relaxarem, encontrarem amigos e aproveitarem o sol. Para os moradores de Cádiz, esta baía no lado oeste da costa da cidade é mais do que apenas uma praia: é um cartão-de-visita com enorme importância histórica, já que fenícios, cartagineses e romanos atracaram neste porto natural em tempos passados.

 

3. Praia da Vitória

Praia da Vitória
Praia da Vitória

Subindo quase todo o lado ocidental de Cádiz, descobrirá a Praia da Vitória – frequentemente classificada como a melhor praia urbana da Europa – com 2,8 quilómetros de extensão. Caso seja simpatizante de desporto ao sol, há vários campos de vólei e um ginásio ao ar livre, enquanto as crianças poderão brincar nos parques infantis. Abraçando o comprimento da Praia da Vitória encontrará o Paseo Marítimo da cidade, que é composto por um passeio e uma fartura de bares, chiringuitos (restaurantes à beira-mar) e lojas, para terminar um dia perfeito de ócio.

 

4. Teatro Falla

Teatro Falla
Teatro Falla

Esta sala de concertos do século XIX é de estilo neo-mudéjar. Há empolgante programação em qualquer época do ano, sendo que, no Carnaval, há lugar a uma peculiar competição: os Comparsas – grupos musicais que se vestem com roupas extravagantes – cantam músicas satíricas sobre qualquer coisa, desde cultura popular até política.

 

5. Torre Tavira

Torre Tavira
Torre Tavira

Situada a 45 metros acima do nível do mar, a Torre Tavira foi designada como torre de vigia oficial em Cádiz em 1778, quando foi construída. A cada meia hora poderá assistir a uma demonstração multilingue de um instrumento denominado Câmara Obscura, que projecta uma imagem em tempo real numa tela. As lentes da câmara têm alta ampliação, portanto é quase como olhar para a cidade através de um poderoso telescópio.

 

6. Catedral de Cádiz

Catedral de Cádiz
Catedral de Cádiz

A catedral é de 1700 e combina os estilos barroco, rococó e neo-clássico. Neste período, Cádiz estava a passar por um “boom” graças ao comércio com as Antilhas e com as Américas Central e do Sul, o que explica a denominação do edifício como sendo “Catedral das Américas”. Na cripta verá os túmulos de dois dos filhos mais famosos de Cádiz: Manuel de Falla e José María Pemán.

 

7. Parque Genovés

Parque Genovés
Parque Genovés

Trata-se de um bonito parque à beira-mar com caminhos feitos da mesma areia usada nas arenas das touradas da Andaluzia. Há um conjunto de pequenos detalhes divertidos, como a gruta (que tem uma cascata) e um lago “espreitado” por esculturas de dinossauros. Todo o parque é um grande jardim botânico, com espécimes de plantas e árvores de múltiplos lugares: choupos, louros indianos, pinheiros das Canárias e cicas do sul da Índia, citando apenas alguns exemplos.

 

8. Mercado Central

Mercado Central
Mercado Central

Em Cádiz, o mercado é uma necessidade absoluta. A principal explicação é que a localização da cidade no Atlântico concede-lhe o peixe e os frutos do mar mais frescos de Espanha. As tentadoras pilhas de caranguejos, ostras, lagostas, lagostins, camarões, atum, enguias, chocos e muito mais é uma visão que ficará na sua memória. Há bares que servem tapas com um copo de cerveja, existindo, igualmente, um canto gastronómico onde poderá comprar camarões e ostras recém-preparados.

 

9. Repositório arqueológico de Gadir

Repositório arqueológico de Gadir
Repositório arqueológico de Gadir

Os fenícios colonizaram grande parte do litoral da Espanha muito antes de os romanos chegarem, mas poderá ser algo difícil encontrar muitas evidências das suas cidades e postos de comércio. Isso é o que torna Gadir tão valioso, porque nove metros abaixo da superfície de Cádiz estão os vestígios de um assentamento do século XIX a.C.

 

10. Porta de Terra

Porta de Terra

Historicamente, esta parte de Cádiz afunilou num estreito istmo. A torre que hoje vê acima da porta, na realidade, não tem qualquer propósito defensivo. Até ao século XX, existiram trincheiras profundas a operar do lado de fora da parede e apenas uma abertura, antes do fosso ser preenchido e mais dois grandes arcos serem derrubados tendo-se em vista tráfego rodoviário.

 

11. Porto de Santa Maria

Porto de Santa Maria
Porto de Santa Maria

Poderá chegar a este porto histórico através de ferry ou mediante uma condução de 15 minutos de carro. Reivindica-se que este porto foi de onde Cristóvão Colombo partiu para as Américas quando fez a sua segunda viagem.

 

12. Bairro do Pópulo

Bairro do Pópulo

Trata-se do bairro mais antigo de Cádiz. O nome vem de uma pintura da Virgem que adornava um dos portões do século XVI: em latim lê-se “Oro pro populo”, que significa “rezar pelo povo”. Um passeio aqui é uma jornada através de ruas cheias de desfiladeiros com lojas e bares locais, onde muito pouca luz solar chega ao nível do solo durante o dia. Além da catedral de Cádiz, poderá descobrir as ruínas do teatro romano da cidade, cuja redescoberta se deu apenas em 1980.

 

13. Museu de Cádiz

Museu de Cádiz
Museu de Cádiz

Esta atracção oferece um curso intensivo sobre a história, a arte e as tradições folclóricas da cidade. O rés-do-chão é indicado para os fãs de arqueologia antiga, já que há sarcófagos e todos os melhores achados do porto romano encontraram um lar permanente aqui. O primeiro andar tem uma surpreendente colecção de arte renascentista e barroca de Peter Paul Rubens, Francisco de Zurbarán e Murillo. O piso superior mostra a tradição local de marionetes Tía Norica, que atingiu o auge no início do século XX, quando Falla escreveu música para acompanhar shows e Picasso até pintou o cenário.

 

14. As praias de Caños de Meca

Caños de Meca

Uma simples viagem pela costa levá-lo-á a esta pequena vila adorada pelo seu conjunto de fabulosas praias. Por trás das mesmas há dunas e pinheiros aromáticos que cobrem as encostas. Uma nota histórica: a batalha de Trafalgar ocorreu nesta costa, em 1805.

 

15. Oratório de São Filipe

Oratório de São Filipe
Oratório de São Filipe

Esta pequena capela é uma paragem turística que vale bem a pena visitar. Foi construída em 1671 e é dedicada a São Felipe Neri. Não deixe de ver a notável pintura da Imaculada Conceição de Murillo exibida no altar-mor.

Autor: Jorge Sá

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here