Início Viagens Os 12 melhores locais para visitar na Covilhã

Os 12 melhores locais para visitar na Covilhã

Bem próxima da Serra da Estrela, uma localidade com muito para saborear e descobrir. Estes são os melhores locais para visitar na Covilhã.

15595
0
Covilhã
Covilhã

A Covilhã é uma cidade especial… apesar de estar localizada no interior de Portugal, bem junto à Serra da Estrela, o seu povo soube aproveitar os poucos recursos disponíveis e fez da Covilhã um centro industrial, especialmente na indústria têxtil. A vitalidade desta indústria desvaneceu com o tempo e o progresso. No entanto, a Covilhã continua a desempenhar um papel crucial na região. Visitar a Covilhã é desfrutar de tudo o que está associado à Serra da Estrela: a sua natureza, os seus monumentos geológicos, as suas aldeias e a sua gastronomia.

Covilhã
Covilhã

Mas não só: na própria cidade da Covilhã abundam museus e outros pontos de interesse, além de interessantes roteiros que o levam a descobrir as ruas e as histórias da cidade. Destacam-se os roteiros das judiarias e os roteiros da lã. Além disso, bem perto da Covilhã, nos seus arredores, há também muitos locais interessantes para descobrir: Belmonte, Sabugal, Sortelha, Penamacor e Guarda são apenas alguns dos exemplos. Estes são os melhores locais para visitar na Covilhã.

 

1. Igreja de Santa Maria

Esta é uma das igrejas mais belas de Portugal! A Igreja de Santa Maria, situada no coração do centro histórico da Covilhã, é revestida a azulejos azuis e brancos que representam a vida da Virgem Maria.Esta igreja era conhecida, no passado, como a Capela de Santa Maria do Castelo e e a sua construção remonta a meados do séc. XVI.

Igreja de Santa Maria
Igreja de Santa Maria

De 1982 a 1876, sofreu algumas alterações arquitectónicas e tornou-se uma igreja em estilo barroco. Na década de 10 do séc. XX, a fachada foi ornamentada com belíssimos azulejos azuis e brancos que retratam a vida da Virgem Maria. Há 11 altares no interior da igreja, 5 dos quais dedicados a Nossa Senhora, representada em 9 imagens distintas. Na Covilhã todos os caminhos vão dar à icónica Igreja de Santa Maria!

 

2. Torre

Um edifício, localizado no topo da imensa Serra, simboliza o ponto mais alto de Portugal Continental. Elevada a 1993 metros, encontramos esta Torre de 7 metros que alegadamente completa os 2000 metros de altura da Serra da Estrela. Deste tremendo miradouro consegue-se um panorama brutal sobre toda esta paisagem de vales e rochedos, num mesclado de xisto e granito serpenteado pelo azul dos cursos de água.

locais de visita obrigatória na serra da estrela
Torre

De Verão, em dias claros, é possível até ver o mar, podendo alcançar a praia da Figueira da Foz. Porém, quem vem à Torre nos meses de Inverno espera sobretudo por neve. Esta é a verdadeira razão pelo qual todos os anos um número elevado de turistas atravessa as íngremes e serpenteadas estradas da serra para aqui chegar. Alguns pontos turísticos encontram-se instalados no edifício da Torre à disposição de quem visita este esplêndido local. Falamos de lojas que oferecem produtos regionais, como o famoso Queijo da Serra, o mel, o pão, os enchidos e o artesanato variado.

 

3. Museu de Arte Sacra da Covilhã

O Museu de Arte Sacra encontra-se instalado num edifício com projecto de Raul Lino, que serviu de residência a Maria José Alçada, oferecendo à cidade este espaço, para ali funcionarem serviços de cariz cultural. O Museu de Arte sacra resulta de uma pareceria entre a autarquia e o arciprestado da Covilhã e permitiu devolver ao público, nas devidas condições, peças que já não se encontravam ao culto. Com uma área expositiva de 850m2 o museu reúne mais de um milhar de peças. Apresenta colecções de pintura, escultura, metais, ourivesaria e paramentaria.

Museu de Arte Sacra da Covilhã
Museu de Arte Sacra da Covilhã

Do seu espólio destacam-se peças emblemáticas para a história da cidade como o Relicário do Santo Lenho que se guardava na igreja de Santa Maria , ou a imagem de Cristo Deposto oferecido no século XVI por João Fernandes Alvares Cabral ao Convento de S. Francisco. É ainda de destacar, a existência de peças singulares como a imagem de Nossa Senhora das Almas ou o Menino Jesus da Cartolinha. Além das salas de exposição permanente, o Museu tem também uma sala e pátios exteriores onde se realizam exposições temporárias.

 

4. Nossa Senhora da Boa Estrela

Quem já foi à Serra da Estrela e sobe à Torre, já viu certamente uma imagem grandiosa esculpida na pedra do lado direito. Todos apreciam a imagem, todos comentam a sua grandiosidade e todos perguntam como apareceu ali… É uma pergunta que todos fazem e, se algum dia quis saber a explicação para a origem deste magnífico santuário, aqui a tem! Não são muitas as informações disponíveis, mas falamos nem mais nem menos do Altar de Nossa Senhora da Boa Estrela. Esta Santa é a guia e protectora dos pastores.

Nossa Senhora da Boa Estrela
Nossa Senhora da Boa Estrela

Situada no Covão do Boi, em plena Serra da Estrela, encontra-se esculpida em baixo relevo, na rocha, a Senhora da Boa Estrela, padroeira dos Pastores, inaugurada em 1946. O autor desta escultura foi o padre António Duarte, mas porque um pároco haveria de ter a ideia de esculpir uma santa num ponto tão alto? A ideia é de facto bem pensada ou seja, este pároco começou a reparar que haviam imensas pessoas que se deslocavam à Serra em passeio sem nunca faltar, claro, a subida ao ponto mais alto, a Torre. Então o pároco achou que de facto não havia melhor local para esculpir a Nossa Senhora da Boa Estrela. Para lhe fazer a devida homenagem porque um Santuário neste local seria visto por muita gente todos os anos. E não se enganou…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here