Início Viagens Os 12 melhores locais para visitar em Almada

Os 12 melhores locais para visitar em Almada

Situada na margem sul do Tejo, há muito tempo que deixou de ser apenas um miradouro para Lisboa. Estes são os melhores locais para visitar em Almada.

8094
1
Almada
Almada

Localizada na margem sul do rio Tejo, Almada é sem dúvida o melhor miradouro sobre a cidade de Lisboa, destacando-se como pontos de observação o castelo, o elevador panorâmico da Boca do Vento, e principalmente a estátua do Cristo-Rei erguida em 1959. Em séculos passados, Almada foi um local de veraneio procurado pela corte, que aqui mandou erigir alguns edifícios e casas nobres que ainda se conservam na cidade. Actualmente, Almada é uma cidade que mantém um crescimento, cujo ritmo se acentuou desde a inauguração da Ponte sobre o Tejo em 1966, que veio facilitar o acesso entre as duas margens do rio. No entanto, Almada não vive apenas em função da capital onde trabalham grande parte dos seus habitantes, é uma cidade com vida própria, palco de eventos concorridos como o Festival de Teatro. Ao concelho de Almada, pertence também a Costa da Caparica, muito procurada durante a época estival pelos habitantes da grande Lisboa, que são seduzidos pelas praias do extenso areal. Destaque especial merece a gastronomia da zona, em que se salientam as saborosas caldeiradas de peixe fresco, típicas de locais como Cacilhas, Porto Brandão, Ginjal ou a Costa da Caparica. Estes são os melhores locais para visitar em Almada.

 

1. Cristo Rei

Erguido 215 metros acima do nível do mar e oferecendo uma panorâmica de 360 graus sobre as duas margens do Rio Tejo, o Cristo Rei é um dos pontos de visita obrigatória, um monumento indissociável da imagem de Almada. Inaugurado em 1959, o Cristo Rei foi construído como agradecimento por Portugal não ter entrado na II Guerra Mundial. Milhares de pessoas visitam este santuário que, conjuntamente com Fátima e Santiago de Compostela, forma o triângulo de ouro dos peregrinos na Península Ibérica. Na entrada do recinto existe um edifício de acolhimento, em frente ergue-se a estátua do Cristo Rei, voltado para Lisboa por uma razão simbólica: ao estar de braços abertos para a capital, todo o mundo português estaria dentro do abraço de Deus.

Cristo Rei
Cristo Rei

Na sua construção foram utilizadas 40 mil toneladas de betão armado e custou aos fiéis mais de 100 mil euros. O arquitecto António Lino e o engenheiro D. Francisco de Mello e Castro assinaram este monumento, que depois de construído foi esculpido à mão num trabalho de minúcia, desenvolvido a mais de cem metros do chão, da responsabilidade do mestre Francisco Franco. Até as barbas de Jesus Cristo foram suavemente esculpidas no seu rosto. Na base do monumento está a capela de Nª. Sr.ª. da Paz, onde se destaca a Imagem de Nossa Senhora de Fátima, criada pelo famoso escultor Leopoldo de Almeida.

 

2. Museu da Cidade de Almada

Para quem deseja conhecer o passado recente de Almada o Museu da Cidade é o local certo para uma agradável visita. Inaugurado pela Câmara Municipal de Almada em Novembro de 2003, o Museu da Cidade de está instalado na antiga Quinta dos Frades, num edifício onde o trabalho de arquitectura alia de forma exemplar o antigo e o moderno e onde o jardim envolvente convida a momentos de descanso. Assumindo-se como o pólo central da rede museológica municipal, este museu constitui um centro privilegiado de interpretação da cidade, do seu passado recente, presente e das linhas estratégicas definidas para o futuro. No interior é possível partir à descoberta da cidade, das suas origens, da sua evolução, onde o passado recente assume um particular destaque, com referência a momentos fundamentais para criação da identidade que caracteriza e distingue esta das outras cidades.

Museu da Cidade de Almada
Museu da Cidade de Almada

A exposição de longa duração “Diversidade de processos de construção, gentes e modos de vida” apresenta o passado recente, ou seja, o século XX, em particular a partir da década de 30, altura em que se dão os primeiros sinais de que esta zona viria a ser um centro urbano. A viagem prossegue, mostrando o crescimento de Almada industrializada, associativista, solidária e moderna. Lá está o cabeço de amarração de navios, representando a ligação ao rio; a tuba, como marco de um concelho onde existem sociedades filarmónicas centenárias. A máquina de costura, a lembrar as costureiras que trabalhavam em casa, à peça, na década de 40; um aparelho de controlo de ponto da Companhia Portuguesa de Pescas, a simbolizar o ritmo quotidiano operário; e, por fim, uma consola multifunções sem fios, que ilustra a forma como a tecnologia influência os modos de vida urbanos, seja no lazer, no trabalho ou na interacção com o mundo. A criação deste Museu constituiu a concretização do projecto da autarquia de homenagear as pessoas, as vivências, as histórias, a cidade de Almada, cumprindo o propósito municipal de envolver os cidadãos nos desígnios do desenvolvimento local, levando ao seu conhecimento informação sobre a realidade actual e sobre os cenários de um futuro em construção.

 

3. Solar dos Zagallos

Uma visita ao Solar dos Zagallos revela-se uma viagem no tempo, a partir dos recantos desta acolhedora casa apalaçada do século XVIII, recuperada pela Câmara Municipal e transformada em Centro Cultural vocacionado para as culturas locais. Principal edifício da freguesia da Sobreda, o Solar dos Zagallos convida a conhecer o seus românticos jardins, as três capelas e os vários espaços da casa mandada construir pela família Zagallo, que chegou a esta região no reinado de D. João II. Na altura, a Sobreda era das terras «fidalgas» da Caparica.

Solar dos Zagallos
Solar dos Zagallos (get lisbon)

Para receber o rei D. João VI foram construídos os dois salões nobres que distinguem este palácio. Espaços abertos aos visitantes e palco de agradáveis concertos de música clássica. Os estuques, os azulejos e os frescos valem, só por si, uma visita demorada. O Solar dos Zagallos é um espaço de memória dinâmico, pólo que pretende preservar a identidade local através de uma regular actividade cultural, onde se destacam as exposições, os concertos, os recitais e as iniciativas para os mais novos. As Festas da Cidade incluem em Junho uma grande festa das culturas locais no Solar dos Zagallos. Um dia no Solar dos Zagallos é uma excelente oportunidade para fugir ao bulício da vida citadina, aproveitando a calma que se vive nesta quinta, a poucos minutos da via rápida que segue para a Costa da Caparica.

 

4. Casa da Cerca

A Casa da Cerca – Centro de Arte Contemporânea, localizada em Almada Velha, é o local indicado para visitar uma exposição, passear por magníficos jardins ou ficar, simplesmente, deslumbrado com a magnífica vista sobre o estuário do Rio Tejo Adquirida pela Câmara Municipal em 1988, a Casa da Cerca foi recuperada e transformada em centro cultural. A divulgação da Arte Contemporânea é, desde 1993, a sua principal função. Convidado pela autarquia, o pintor Rogério Ribeiro desenvolveu o projecto do Centro de Arte Contemporânea. Dispõe ainda de um Centro de Documentação e Informação, que dá apoio técnico e teórico às exposições, bem como a estudantes e investigadores no domínio da arte contemporânea

Casa da Cerca
Casa da Cerca

Todo o espaço envolvente é também um convite irrecusável a uma visita calma e atempada a este equipamento cultural. No Jardim Botânico O Chão das Artes é possível conhecer a ligação entre a Botânica e as Artes. Nos sugestivos Pomar das Gomas, Jardim das Telas, Jardim dos Óleos ou Jardim dos Pigmentos, é possível descobrir árvores, arbustos e flores que são a matéria prima. Para contemplar uma das melhores vistas sobre o estuário do rio Tejo e sobre a cidade de Lisboa não pode deixar de passar pelo jardim da Casa da Cerca.

1
2
3
Artigo anteriorUm pé no fim do ano, outro nos destinos de 2019
Próximo artigoAs 8 palavras mais poderosas da Língua Portuguesa

1 COMENTÁRIO

  1. Onde fica Almada, pois os lugares são lindo, nunca tinha visto. Obrigado pelo email e pela postagem do relevante documentário, parabéns

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here