Início Viagens Marco de Canaveses: o que visitar, o que ver e o que...

Marco de Canaveses: o que visitar, o que ver e o que fazer

Situado no distrito do Porto, as terras de Marco de Canaveses guardam em si, um rico e belo património, tanto histórico como paisagístico. Conheça estes encantos.

680
2
Marco de Canaveses
Marco de Canaveses

Banhado pelo rio Tâmega e pelo rio Douro, Marco de Canaveses encontra-se na região Norte de Portugal, mais precisamente, no bonito distrito do Porto. Sendo portadora de uma beleza natural, esta cidade é caraterizada por ser uma região com um grande e rico património arquitetónico e paisagístico.

Igreja de Santo Isidoro de Canaveses
Igreja de Santo Isidoro de Canaveses

Em terras de Carmen Miranda, é possível deparar-se com um povo cheio de história e cultura, onde a gastronomia local revela-se inconfundível. A riqueza desta região tem muito que se lhe diga. Descubra o que visitar, o que ver e o que fazer em Marco de Canaveses.

 

1. Pontos turísticos

Marco de Canaveses tem muitos pontos turísticos interessantes. São bastantes as igrejas que estão presentes no concelho: Igreja de Santo Isidoro, Igreja de São Martinho de Soalhães, Igreja de Santa Maria, Igreja de São Nicolau de Canaveses, Igreja do Divino Salvador de Tabuado, entre outras mais. Mesmo com todas estas igrejas, a Igreja de São Martinho de Soalhães, com os seus azulejos azuis, merece ser destacada por ser, provavelmente, uma das mais bonitas de Portugal.

Igreja de São Martinho de Soalhães
Igreja de São Martinho de Soalhães

A Ponte do Arco é um dos pontos que integra o percurso turístico cultural da Rota do Românico – conjunto de monumentos de contemplação com grande valor. Esta ponte para além de fazer a união entre as margens do rio Ovelha, faz também jus ao nome, uma vez que é composta por um só arco de volta perfeita, sendo considerada uma bela obra da arquitetura da região.

Tongobriga é uma cidade romanizada situada na aldeia do Freixo, pertencente ao concelho de Marco de Canaveses. A importância desta pequena aldeia foi completamente alterada pela autêntica viagem até ao passado que é feita ao visitar Tongobriga. Aqui existem várias referências a ruínas do século XVIII e esta é considerada um monumento nacional, tendo como atração todos os vestígios arqueológicos nele presentes.

Tongobriga
Tongobriga

Este é considerado um ponto, desta cidade, cujo a visita é obrigatória. Trata-se do Parque Fluvial do Tâmega que é constituído por várias zonas distintas como as seguintes: uma fluvina para embarcações com restaurante com vista sob o rio, uma plataforma destinada à pesca desportiva, uma zona para piqueniques e parque infantil e por último, uma zona de estar para desfrutar da natureza envolvente.

Parque Fluvial do Tâmega
Parque Fluvial do Tâmega

A Serra da Aboboreira integra o território de Amarante, Baião e Marco de Canaveses. Representa um elevado interesse paisagístico com 1000 metros de altitude. Esta Serra dispõe de três importantes conjuntos megalíticos, sendo estes o da Abogalheira, o de Meninas e o da Senhora da Guia. Assim, esta apresenta-se sendo um pólo histórico e cultural, onde é possível encontrar diversos vestígios pré-históricos como antas e mamoas.

 

2. Percursos Pedestres

Marco de Canaveses dispõe de vários percursos que podem ser explorados em plena harmonia com a natureza e a obra do Homem. Encha os pulmões de ar puro e desfrute das paisagens e sítios incríveis.

É possível aliar o património monumental ao natural, desfrutando do percurso circular “Pedras Moinhos e Aromas de Santiago“. Este é um percurso repleto de história e é caraterizado por ser uma rota de dificuldade mediana que tem início e fim na Igreja românica de São Martinho de Soalhães. Para além disto, pode usufruir da paisagem proporcionada pela Serra da Aboboreira, acompanhada pelos seus moinhos de água.

O “Caminho do Rio” é um percurso linear com caminhos florestais e rurais que liga as proximidades do rio Douro à Serra de Montedeiras, onde é possível fazer também a ligação ao Peso da Régua. Ao longo do presente trilho de dificuldade mediana, existem vários pontos de interesse como a Casa de Lamas, a Tapada e a Portela de Mexide, o Caminho Murado, entre outros.

Os “Caminhos de Canaveses” podem ser feitos iniciando e terminando este mesmo percurso no Parque Fluvial do Tâmega. É um trilho fácil de ser feito, sendo aconselhada a sua exploração durante a Primavera, Verão e Outono. Neste percurso, pode-se deparar com alguns pontos interessantes, como é o caso da Ponte de Canaveses, da Ponte dos Asnos, da Igreja de Santa Maria de Sobretâmega, entre outros.

Igreja de Santa Maria de Sobretâmega
Igreja de Santa Maria de Sobretâmega

Os encantos de Marco de Canaveses são muitos e vão desde o passado histórico até à cultura atual e à natureza envolvente. Desfrute da beleza única que o nosso pequeno (grande) país tem para oferecer, no distrito do Porto, mais precisamente em Marco de Canaveses.

2 COMENTÁRIOS

  1. Como sou apaixonado por Portugal, leio cada uma das publicações com muito interesse.
    Já conheço algumas cidades portuguesas, mas o meu desejo é de conhecer muito mais. E farei isto.
    Obrigado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here