Início Sociedade As 5 espécies mais ameaçadas em Portugal

As 5 espécies mais ameaçadas em Portugal

São espécies emblemáticas do nosso país e estão em perigo de extinção. Conheça os seres vivos mais ameaçados no nosso país.

0
Lince Ibérico

Cuidar do ambiente e da Natureza é cada vez mais importante. Afinal de contas, que futuro queremos deixar aos nossos filhos? Certamente, um futuro onde eles possam conviver com as espécies que os nossos ancestrais também conviviam. Por isso mesmo, é urgente reforçar as medidas para travar a extinção de diversas espécies animais e vegetais que estão em perigo de extinção em Portugal.

Ao longo dos séculos, muitas espécies já se extinguiram no território que hoje corresponde a Portugal. Algumas espécies estiveram em riscos de desaparecer permanentemente mas recuperaram os seus números e estão de volta ao nosso território.

Mas existem espécies que continuam ameaçadas de extinção. São essas espécies animais e vegetais que merecem a nossa atenção e protecção. Descubra algumas das espécies mais ameaçadas em Portugal.

 

1. Sobreiro

Sobreiro
Sobreiro

O sobreiro, é identificado pela WWF como espécie prioritária, pelo valor ambiental, económico e social, que representa para a eco região do Mediterrâneo Ocidental. Esta espécie tem uma área de distribuição muito limitada, cerca de 2.7 milhões de ha, onde apenas 4 países, Portugal, Espanha, Marrocos e Argélia, detêm cerca de 90% da área de distribuição da espécie.

Portugal é o país do mundo com maior área desta espécie, cerca de 736 mil ha, o que coloca o sobreiro como uma das espécies emblemáticas do nosso País.

 

2. Águia Imperial

Águia Imperial
Águia Imperial

A Águia-Imperial ibérica (Aquila Adalberti) é uma ave soberba, de grandes dimensões, apresentando uma envergadura de asas que pode atingir os 2 m, que se encontra criticamente em perigo, ocorrendo, unicamente, como nidificante, em Portugal e Espanha.

 

3. Foca-monge

Foca Monge
Foca Monge

A Foca Monge do Mediterrâneo (Monachus monachus), também conhecida por lobo-marinho é talvez o membro da família das focas mais ameaçado de extinção. É um animal robusto que pode atingir os 400 quilos e os 4 metros de comprimento, no caso dos machos; e os 2,30 metros no caso das fêmeas.

 

4. Lince Ibérico

Lince Ibérico
Lince Ibérico

O Lince Ibérico (Lynx pardinus) é a espécie de felino mais ameaçada do Mundo, estando numa situação crítica a nível mundial. Com uma área de distribuição histórica extremamente reduzida e fragmentada, ocupando apenas áreas de Portugal e Espanha, esta espécie encontra-se classificada como o carnívoro mais ameaçado na Europa e o felino mais ameaçado no Mundo, tendo sido recentemente classificado pela União Internacional de Conservação da Natureza (UICN) como criticamente ameaçado.

Actualmente só está confirmada a existência de duas populações reprodutoras (Doñana e Andujár-Cardeña no extremo Oriental da Serra Morena), e o último censo indica que os efectivos totais se situarão abaixo dos 150 indivíduos adultos.

 

5. Cegonha Preta

Cegonha Preta
Cegonha Preta

Tem cerca de um metro e meio de comprimento e dois metros e cinco de envergadura. A plumagem é quase toda preta, com reflexos metálicos esverdeados, as partes brancas resumem-se ao ventre e ao peito o meu bico e as patas são vermelho vivo.

O voo é muito semelhante ao da cegonha branca, no entanto é menos dependente das correntes ascendentes, ganhando altitude facilmente através de lentas batidas das suas grande asas. Sobrevive principalmente nos troços internacionais dos nosso três maiores rios (Douro, Tejo e Guadiana), e só em locais extremamente inacessíveis, verdadeiras fortalezas naturais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here