Início Sociedade 77 cidades portuguesas que também “existem” no Brasil

77 cidades portuguesas que também “existem” no Brasil

Muitas cidades brasileiras têm nomes semelhantes a cidades portuguesas. Afinal de contas, não é apenas a Língua Portuguesa que une os dois países.

3769
1
cidades portuguesas
Cidades brasileiras

Não é apenas a Língua Portuguesa que une portugueses e brasileiros. É também uma longa história de mais de 500 anos. Ao longo destes séculos, os portugueses emigraram para o Brasil e fundaram novas cidades. Talvez por sentirem saudades da pátria mãe, talvez por homenagem ao seu local de origem e nascimento ou talvez por falta de imaginação, muitas das cidades fundadas no Brasil pelos colonos portugueses possuem nomes idênticos a cidades portuguesas.

Óbidos (Brasil)
Óbidos (Brasil)

A maioria destas cidades é bastante pequena. A maior será Santarém, no estado do Pará, com cerca de 250 mil habitantes. Mas Chaves, também no Pará, possui apenas 4 mil pessoas, o mesmo número que Braga, no estado do Rio Grande do Sul. A cidade mais “copiada” parece ser Valença. No Brasil, existem 3 cidades com este nome, nos estados da Bahia, Piauí e Rio de Janeiro.

Óbidos (Brasil)
Óbidos (Brasil)

Outro pormenor digno de registo é que uma das cidades brasileiras homónimas de cidades portuguesas chama-se… Olivença! Isso mesmo: do outro lado do oceano ainda existe uma Olivença que fala português, no estado de Alagoas.

Bragança (Brasil)
Bragança (Brasil)

Curiosamente, não existem cidades brasileiras apenas com nomes de cidades portuguesas. O povo brasileiro possui uma enorme imaginação no que diz respeito a escolher nomes. Talvez por isso mesmo, existem cidades brasileiras chamadas Barcelona, Nova Iorque, Buenos Aires, São Francisco, Costa Rica, Tailândia e Colômbia.

Bragança (Brasil)
Bragança (Brasil)

De qualquer das formas, é de cidades portuguesas que falamos e, por isso mesmo, confira a lista de cidades brasileiras homónimas de cidades portuguesas. Desde já, gostaríamos de realçar que acreditamos que para a grande maioria dos portugueses é um motivo de orgulho saber que os nomes das suas cidades foram copiados no Brasil pelos nossos antepassados e pelos nossos irmãos brasileiros. Estas cidades brasileiras homónimas de cidades portuguesas são apenas mais uma prova de que é muito mais aquilo que nos une do que aquilo que nos separa.

.

.

Cidades do Brasil homónimas de cidades portuguesas

  1. Alcobaça (Bahia)
  2. Alenquer (Pará)
  3. Alhandra (Paraíba)
  4. Almeida (Minas Gerais)
  5. Almeirim (Pará)
  6. Alvarenga (Minas Gerais)
  7. Amarante (Piauí)
  8. Anadia (Alagoas)
  9. Aveiro (Pará)
  10. Baião (Pará)
  11. Barcarena (Pará)
  12. Barcelos (Amazonas)
  13. Batalha (Alagoas) (Piauí)
  14. Belmonte (Bahia) (Santa Catarina)
  15. Borba (Amazonas)
  16. Braga (Rio Grande do Sul)
  17. Bragança (Pará)
  18. Bragança Paulista (São Paulo) – é “Paulista” para se distinguir de “Bragança” (Pará). parece dever o seu nome à Casa Real Portuguesa e não à cidade homónima de Trás-os-Montes (Portugal)
  19. Campo Maior (Piauí)
  20. Cantanhede (Maranhão)
  21. Carvalhos (Minas Gerais)
  22. Caxias (Maranhão)
  23. Chaves (Pará)
  24. Coimbra (Minas Gerais)
  25. Colares (Pará)
  26. Crato (Ceará)
  27. Espinho (Minas Gerais)
  28. Extremoz (Rio Grande do Norte) – a grafia actual da cidade portuguesa é Estremoz
  29. Faro (Pará)
  30. Fátima (Bahia) (Tocantins)
  31. Fundão (Espírito Santo)
  32. Gouveia (Minas Gerais)
  33. Granja (Ceará)
  34. Guimarães (Maranhão)
  35. Jerumenha (Piauí) – a grafia actual do topónimo em Portugal é Juromenha.
  36. Jurumenha (Ceará) – ver Jerumenha.
  37. Lages (Santa Catarina)
  38. Lajes (Rio Grande do Norte)
  39. Linhares (Espírito Santo)
  40. Mafra (Santa Catarina)
  41. Marialva (Paraná)
  42. Marvão (Piauí) – actual Castelo do Piauí
  43. Matozinhos (Minas Gerais) – a actual grafia da cidade portuguesa é Matosinhos.
  44. Melgaço (Pará)
  45. Miranda (Mato Grosso do Sul)
  46. Monção (Maranhão)
  47. Nazaré (Bahia) (Tocantins)
  48. Óbidos (Pará)
  49. Oeiras (Piauí) – antiga vila de Mocha
  50. Oeiras do Pará (Pará)
  51. Olivença (Alagoas) – Olivença, cidade portuguesa do Alentejo, encontra-se, com todo o seu concelho, sob administração espanhola desde a chamada “guerra das laranjas” (1801). A actual pressão para que o Reino Unido devolva Gibraltar a Espanha poderá ter como resultado paralelo, e de igual legitimidade histórica, a devolução de Olivença, e do seu município, a Portugal. A construção da nova ponte sobre o rio Guadiana, que vem substituir, finalmente, a velha ponte arruinada de Nossa Senhora da Ajuda, poderá ser o princípio dessa (desejada?) reaproximação.
  52. Ourém (Pará)
  53. Paranhos (Mato Grosso do Sul)
  54. Penalva (Maranhão)
  55. Pinhão (Paraná) (Tocantins)
  56. Pombal (Paraíba)
  57. Portalegre (Rio Grande do Norte)
  58. Portel (Pará) (Paraná)
  59. Porto (Piauí)
  60. Porto de Moz (Pará) – a grafia actual do topónimo português é Porto de Mós
  61. Queluz (São Paulo)
  62. Raposa (Maranhão)
  63. Resende (Rio de Janeiro)
  64. Rio Tinto (Paraíba)
  65. Sagres (São Paulo)
  66. Santarém (Pará) (Paraíba)
  67. Santo António de Lisboa (Piauí) – muita gente diz “Santo António do Lisboa”.
  68. São Gonçalo de Amarante (Ceará) (Rio Grande do Norte) – muita gente diz “São Gonçalo do Amarante”.
  69. São Paulo de Olivença (Amazonas) – ver “Olivença”
  70. Sarzedo (Minas Gerais)
  71. Silves (Amazonas)
  72. Soure (Pará)
  73. Tomar do Geru (Sergipe)
  74. Valença (Bahia) (Piauí) (Rio de Janeiro)
  75. Viana (Espírito Santo) (Maranhão)
  76. Vila Flor (Rio Grande do Norte)
  77. Viseu (Pará)

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here