Início Cultura 16 palavras da Língua Portuguesa que têm significados diferentes noutros idiomas

16 palavras da Língua Portuguesa que têm significados diferentes noutros idiomas

Sabe o que quer dizer droga em polaco? E sabe o que significa burro em italiano? A Língua portuguesa é mesmo muito traiçoeira... mesmo noutros idiomas.

1608
3
palavras
Palavras

 

Quando não falamos uma língua estrangeira, mas precisamos comunicar com alguém que fala o idioma, tentamos ao máximo identificar sons ou palavras que se parecem com as que falamos. No entanto, isso pode gerar uma confusão muito grande por causa do falsos cognatos. Falso cognato, ou falso amigo, é quando a palavra se escreve ou pronuncia da mesma maneira que uma palavra da nossa língua mas possui um significado diferente. A pensar nisso, seleccionámos algumas palavras de outros idiomas que parecem ser idênticas às faladas em português mas na verdade não são tanto assim.

 

1. Braga (Espanhol)

Que nos desculpem os nossos amigos da cidade de Braga, a belíssima capital do Minho mas… Braga em Espanhol quer dizer cuecas. Isso mesmo, leu bem. Estamos mesmo a imaginar a cara dos espanhóis que visitam Portugal quando vão na autoestrada e reparam na placa a indicar o caminho para Braga (ou para as cuecas, na língua deles).

 

2. Droga (Polaco)

Aqui está uma palavra curiosa. Se em Portugal, droga é sinónimo de algo mau, de substância viciante e com efeitos nocivos, em Polaco quer dizer apenas… estrada. Por isso, se na Polónia alguém lhe disse que anda na droga, não estranhe porque provavelmente decidiu apenas apanhar o caminho para casa.

 

3. Rui (Russo)

Na Língua Portuguesa, Rui é um nome próprio masculino. Mas se por acaso se deslocar a Moscovo de férias, por favor tenha algum cuidado em dizer esta palavra em voz alta em frente aos russos. É que, para eles, Rui é uma asneira, uma palavra do calão mais básico para designar… um pénis.

 

4. Propina (Espanhol)

A palavra pode não ter um bom significado na língua portuguesa, mas para quem fala espanhol não significa nada demais. Propina para eles é apenas gorjeta. Por isso não se assuste se algum funcionário lhe pedir uma propina em algum restaurante da Espanha.

 

5. Burro (Italiano)

O que faria se estivesse a tomar o pequeno almoço alguém dissesse: “burro”? Se isso acontecer na Itália, não se preocupe, provavelmente a pessoa está apenas a pedir-lhe manteiga. Isto porque na língua italiana a palavra burro é o nome dado ao produto.

 

6. Assume (Inglês)

Em português a palavra assume é o verbo assumir conjugado, no entanto, em inglês a palavra quer dizer supor alguma coisa.

 

7. Subir (Francês)

Consegue imaginar o que significa a palavra “subir” em francês? Muitas pessoas poderiam associá-la à palavra do português que é escrita da mesma maneira. Porém “subir” para os franceses significa sofrer. Isso mesmo!

 

8. Acreditar (Espanhol)

Em português acreditar é crer em algo, mas em espanhol não. Para os falantes de castelhano, “acreditar” nada mais é do que creditar dinheiro.

 

9. Despido (Espanhol)

Por causa da semelhança entre as línguas, existem muito falsos cognatos na língua espanhola. Outro deles é o “despido”. Caso algum espanhol lhe diga que foi “despido” isso significa, provavelmente, que perdeu o seu emprego.

 

10. Bâton (francês)

Em francês, a palavra “bâton” não significa batom, embora a grafia se pareça bastante. A palavra francesa significa bastão.

 

11. Birra (Italiano)

Mais uma palavra do italiano que pode causar confusão é a “birra”. Na Itália ela não é coisa de criança, muito pelo contrário. Significa cerveja.

 

12. Embaraçada (Espanhol)

Em Portugal, uma mulher embaraçada é uma mulher que está numa situação em que sofre algum tipo de vergonha ou constrangimento. Já em Espanha… uma embaraçada está, simplesmente, grávida. Isso mesmo! E embaraço, para os nossos vizinhos, significa gravidez.

 

13. Dobra (Polaco)

Outro exemplo vindo da Polónia. Na Língua Portuguesa, uma dobra é apenas uma espécie de curvatura. Em Polaco, dobra significa bom. Portanto, se um polaco lhe disser que este artigo é uma dobra, quer apenas dizer que gostou do que leu.

 

14. Fita (Norueguês)

Lembra-se do significado de Rui em russo? Pois bem… o significado de fita em norueguês também não é fácil de explicar. Mais uma vez, aconselhamos a não usar esta palavra em voz alta na Noruega. É que, para os noruegueses, fita é uma forma de baixo calão para se referirem ao órgão sexual das mulheres.

 

15. Presunto (Espanhol)

Se na Língua Portuguesa, presunto é um pedaço fumado de perna de porco, em espanhol significa presumível. É utilizado, por exemplo, para dizer “o presumível autor deste artigo divertiu-se muito enquanto o escreveu”.

 

16. Curva (Romeno)

Mais uma palavra difícil de explicar sem dizer algo que possa ferir susceptibilidades. Um conselho… não chame curva a uma menina na Roménia. É que, em Romeno, curva é uma palavra de baixo calão usada para designar uma prostituta.

 

3 COMENTÁRIOS

  1. Braga não é a capital do Minho. A província do Minho fruto da “criação” do professor Amorim Girão, subdivide o Minho em Alto Minho com capital em Viana do Castelo e Verde Minho com capital em Braga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here