Início Viagens 15 fantásticos locais para visitar em Malta

15 fantásticos locais para visitar em Malta

É uma das mais famosas ilhas do Mediterrâneo e possui muito para descobrir. Estes são os melhores locais para visitar em Malta.

1082
0
Malta
Malta

Não há como negar: Malta está na moda e atrai cada vez mais turistas. Malta é um arquipélago de pequenas ilhas rochosas com poucos recursos naturais. Contudo, a sua posição estratégica no meio do Mar Mediterrâneo fez com que Malta se tornasse um porto seguro entre o Sul da Europa e o Norte de África ou entre a Europa Ocidental e o Médio Oriente. Estes são os motivos pelos quais a História das ilhas Maltesas é tão rica desde que foi colonizada pela primeira vez, há milhares de anos.

Malta
Malta

De facto, estas ilhas desempenharam um papel crucial em muitos eventos históricos, como as guerras entre Roma e Cartago, a Expansão do Islamismo, as Cruzadas, as guerras entre Cristãos e Muçulmanos, a ascenção e queda de Napoleão, a expansão e declínio do Império Britânico, a luta da Democracia sobre o Fascismo e o Nazismo, a Guerra Fria, o início duma Europa unida e os desafios do terceiro milénio. A História de Malta está, como poucas, repleta de factos interessantes e marcantes. Por isso mesmo, o turismo em Malta é uma experiência única. As praias de Malta podem ser paradisíacas, mas o que cativa os turistas são os seus inúmeros pontos de interesse históricas e as suas muitas atracções turísticas. Estes são os melhores locais para visitar em Malta.

 

1. Valleta

Um porto estrategicamente importante, esta cidade fortificada é a elegante capital da República de Malta. Toda a cidade de Valletta é testemunha da grandeza dos Cavaleiros de Malta, os nobres europeus a quem foram cedidas as Ilhas Maltesas pelo rei da Espanha em 1530. Os cavaleiros criaram uma capital digna da sua estatura aristocrática, a par com outras grandes capitais europeias O plano de grade regular de Valletta e as praças públicas ordenadas revelam o planeamento urbano lógico do século XVI feito pelos cavaleiros. Os turistas podem navegar facilmente nesta pequena cidade que é delimitada por dois portos, o porto Grande e o porto Marsamxett.

Valleta
Valleta

Comece uma excursão de Valletta na Co-Catedral de São João. Esta igreja do século XVI foi construída pelas diferentes Ordens dos Cavaleiros, vindos de vários países, como França, Espanha e Itália. Os visitantes são surpreendidos pelo imponente interior com a sua opulenta decoração dourada. Em seguida, visite o imenso Palácio do Grão Mestre, residência dos Cavaleiros de Malta. Este palácio ostenta esplêndidas pinturas que contam a história das vitórias militares dos cavaleiros. Dentro do Palácio do Grão-Mestre, o Grande Arsenal exibe as armaduras que protegiam os cavaleiros em batalha. Não deixe de ver os Jardins Upper Barracca, com seus arcos em estilo românico e vistas deslumbrantes do porto de Valletta. Se o tempo permitir, vale a pena visitar o Museu de Arqueologia para ver artefactos dos locais mais antigos de Malta que datam de 5.000 anos. A cidade fica numa pequena península, mas tem muitas atracções turísticas, apesar do seu tamanho pequeno. Os edifícios mais antigos datam do século XVI.

 

2. Attard

A maior das “Três Aldeias” no centro de Malta, Attard é uma cidade encantadora que tem sido historicamente conhecida por seus muitos pomares cítricos perfumados. Hoje, muitos desses pomares estão em propriedade privada, mas os visitantes ainda se reúnem aqui para ver os belos Jardins San Anton.

Attard
Attard

Há uma abundância de pontos pitorescos nos jardins para desfrutar de uma caminhada ou um piquenique, mas os visitantes também vêm para o anual Festival de Shakespeare e as competições florais ocasionais. Apesar do tamanho pequeno da cidade, outras atracções notáveis incluem um palácio do século XVII, o Mercado Ta’Qali e os restos de um aqueduto de 16 km de extensão.

 

3. Birgu

Também conhecida pelo nome de Città Vittoriosa, Birgu é a mais antiga das três cidades fortificadas do leste de Malta. Ela está localizado no Grand Harbour e por isso tem uma rica história marítima e militar. A cidade é cercada por muros fortificados, mas pode ser acedida através de três portões diferentes.

Birgu
Birgu

As atracções históricas incluem o Portão de Notre Dame, o Forte de Santo Ângelo e o Palácio do Inquisidor, que foi a sede da Inquisição na ilha por mais de 200 anos. Existem também vários museus que valem a pena, incluindo o Museu Marítimo de Malta e o Museu Malta at War.

 

4. Cospicua

Outra das três cidades fortificadas no leste de Malta, Cospicua está localizada no lado leste do Grande Porto e às vezes atende pelo nome de Bormla. Embora agora repleta de excelentes exemplos da arquitectura tradicional de Malta, a cidade tem sido habitada desde os tempos neolíticos, e os visitantes podem aprender sobre a sua história no Museu da Herança Bir Mula.

Cospicua
Cospicua

Para os visitantes interessados na história mais recente da cidade, as atracções incluem as fortificações que cercam a cidade, conhecidas como linhas Cottonera, e uma igreja do século 17 que é bem conhecida por ter sobrevivido de alguma maneira aos destrutivos bombardeios da Segunda Guerra Mundial.

 

5. Marsaxlokk

Lar do maior porto de pesca de Malta, Marsaxlokk é uma pequena e pitoresca aldeia piscatória com pouco mais de 3.200 habitantes. Um mercado ao ar livre pode ser encontrado no porto, onde a água é geralmente pontilhada com muitos barcos coloridos conhecidos como luzzus.

Marsaxlokk
Marsaxlokk

Há também quatro belas enseadas na aldeia, que oferecem excelentes condições para a prática de mergulho e natação. No entanto, vale a pena vir aqui apenas por causa da comida: a cidade possui alguns dos melhores restaurantes de frutos do mar em toda a ilha de Malta. O peixe fresco também é vendido directamente ao público no Mercado Marsaxlokk, que acontece todo os domingos de manhã.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here