Início Viagens Uma caminhada para descobrir as lagoas secretas do Gerês

Uma caminhada para descobrir as lagoas secretas do Gerês

São umas das lagoas mais secretas e desconhecidas do Gerês e um destino único para quem gosta de caminhadas. Descubra o caminho para as 7 lagoas do Gerês.

4
Gerês
Gerês (António Cunha)

O Parque Nacional da Peneda Gerês é um dos últimos santuários naturais de Portugal onde podemos encontrar verdadeiros tesouros como lagoas, cascatas e rios praticamente desconhecidos e não explorados pelo ser humano. Mas, para isso, é preciso aventurar-se pelos locais menos turísticos e menos conhecidos do Gerês. Nos últimos anos houve uma massificação do turismo e hoje em dia são aos milhares os jovens (e menos jovens) que se aventuram pelo Gerês em busca de cascatas e lagoas onde podem refrescar-se durante algumas horas. A maioria destes locais são acessíveis por carro embora, em alguns casos, seja aconselhável um todo o terreno para fazer partes dos trajectos.

Gerês
Gerês

No entanto, há locais mais inacessíveis, onde apenas é possível ir a pé em longas caminhadas e que, por isso mesmo, permanecem quase secretos para a maioria das pessoas. É o caso das 7 lagoas do Rio Cávado. Chegar até elas não é fácil e exige uma longa caminhada a pé. Um bom todo o terreno pode facilitar a viagem mas mesmo assim não é garantido e nem sequer aconselhável já que, caso encontre outro pelo caminho, não poderá passar porque a estrada é tão estreita que apenas permite a passagem de um carro.

cascatas mais bonitas do Gerês
Gerês

Por isso mesmo, sugerimos uma caminhada a pé até às belíssimas 7 lagoas do Gerês, no Rio Cávado. Pode começar este trilho a partir de 2 locais diferentes: da Ponte da Misarela, na fronteira entre Montalegre e Vieira do Minho, ou a partir da aldeia de Xertelo. No primeiro caso, a partir da Ponte da Misarela, prepare-se para uma caminha de 15 quilómetros com a duração de 4 horas. Se optar por Xertelo como ponto de início, a caminhada é de 5 quilómetros e pode ser feita em 1 hora e 30 minutos. Existe ainda a possibilidade começar a partir da aldeia de Cabril.

Gerês
Gerês

Neste caso, serão 11 quilómetros de caminho que podem ser feitos em pouco menos de 3 horas. Seja qual for o percurso que escolher não se esqueça de algo muito importante: irá caminhar durante longas horas, numa viagem de ida e volta, num terreno agreste e acidentado, sem sombra e onde, em certos locais, não existe rede de telemóvel. Por isso mesmo aconselhamos a ter o máximo cuidado, a levar consigo roupa e calçado adequado, chapéu, protector solar e, sobretudo, muita água. E o mais importante de tudo: não se esqueça também de levar muito “bom senso”.

Gerês
Gerês

Um dos locais mais interessantes para iniciar o percurso é, sem dúvida, a Ponte da Misarela. A bonita Ponte da Misarela situa-se sobre o cristalino rio Rabagão, em pleno Gerês, perto da Barragem da Venda Nova, mais propriamente no lugar da Misarela, freguesia de Ferral, no concelho de Montalegre. Esta estrutura data provavelmente da época medieval, ou pelo menos de tradição arquitectónica medieval, enquadrada de forma espectacular na paisagem de densa vegetação.

Ponte da Misarela
Ponte da Misarela

A ponte está associada a uma já famosa lenda, onde o protagonista é o Diabo, daí que muitas vezes esta seja apelidada de “ponte do Diabo”. Reza a lenda que certo dia um criminoso ao fugir da justiça vê-se encurralado nos penhascos sobranceiros ao rio Rabagão. Em desespero, apelou, à ajuda do diabo, que acedeu, pedindo em troca a sua alma. O diabo fez então aparecer uma Ponte ligando as margens do rio, passando então o criminoso, mas de seguida fazendo-a desaparecer, travando assim as autoridades.

melhores trilhos do Gerês
Parque Nacional Peneda Gerês

Após a Ponte da Misarela pode optar por dois trajectos distintos: pode escolher passar por Cabril, devendo manter-se ao longo da margem do rio Cávado, ou pode seguir em direcção a Xertelo, devendo, após cruzar o rio Cávado, subir a montanha em direcção à aldeia de São Lourenço. Tenha em atenção que, caso opte por passar por Cabril, irá na mesma em direcção a Xertelo. Aproveite a passagem pela aldeia de Xertelo para descansar um pouco e para comer alguns petiscos típicos desta fabulosa região do Parque Nacional Peneda Gerês.

Parque Nacional Peneda Gerês
Gerês

Após Xertelo, está na altura de seguir em direcção às 7 lagoas do Gerês. Perto de Cabril, no Parque Nacional da Peneda Gerês encontra uma das mais fantásticas cascatas que origina uma cadeia de lagoas, a Cascata das 7 Lagoas. Estão situadas ao longo do rio Cávado que nasce na serra e atravessa Cabril. São dotadas de uma incrível paisagem envolvente que contrasta com a água pura, límpida e cristalina. É um local de perfeita comunhão com a natureza e existindo ainda uma diversidade de lagoas para todos os gostos.

Parque Nacional Peneda Gerês
Parque Nacional Peneda Gerês

Para os amantes de adrenalina existe a possibilidade de saltar a 10 metros de altitude. Para os mais aventureiros existe uma com um pequeno escorrega natural que lhe permite ter momentos de pura diversão. Conta com umas mais compridas e outras mais fundas o que lhe permite nadar. Ao percorrer todas as lagoas pode ver como todas elas encaixam num vale criado pela natureza que torna todo o cenário digno de ser aproveitado. Relaxe, mergulhe nas águas cristalinas das lagoas e aprecie a fantástica paisagem envolvente. Mas não se esqueça que ainda tem mais alguns quilómetros de caminhada para regressar ao ponto de partida deste trilho. E acima de tudo, respeite a natureza envolvente e evite, a todo o custo, deixar lixo no Parque. Bom passeio!

4 COMENTÁRIOS

    • Abre o e-mail e volta à pagina, na barra de enderços, clica uma vez com o lado esquerdo do rato e de seguida com o direito e clica em copiar.
      Depois, volta ao e-mail e na caixa de mensagem clica com lado direito do rato e de segida com o lado esquerdo em colar.
      Assim envia o Link da página para o destinatário abrir e reenviar para quem entender.
      Cumprimentos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here