Início Notícias Última hora: descobertas 5 mil toneladas de ouro debaixo do Mosteiro dos...

Última hora: descobertas 5 mil toneladas de ouro debaixo do Mosteiro dos Jerónimos

Notícia de última hora: uma incrível quantidade de ouro acaba de ser descoberta debaixo do Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. Poderá ser este o final da crise?

28694
0
PARTILHE
país mais romântico da europa
Mosteiro dos Jerónimos -Joe Price

A agência LUSA acaba de anunciar a descoberta e o governo de António Costa já confirmou que nos próximos dias irão ser realizados vários estudos sobre o real valor do ouro ali encontrado.

Não se sabe ainda a sua origem, mas segundo o arqueólogo Nuno Vaz, responsável pela fantástica descoberta, os alicerces do Mosteiro dos Jerónimos poderão ter sido enchidos com ouro por se pensar, na altura, que seria a melhor forma de o Mosteiro resistir a um sismo.

Os técnicos do Laboratório Nacional de Engenharia Civil vieram já afirmar que só será possível retirar o ouro do local demolindo o Mosteiro dos Jerónimos ou, em última análise, transladar o Mosteiro, pedra por pedra, para outro local.

Catarina Martins, do Bloco de Esquerda, afirmou já que o melhor local para transladar o Mosteiro dos Jerónimos seria o Monte da Caparica, em Almada. Segundo Catarina Martins, a presença do Mosteiro dos Jerónimos num local de grandes tensões sociais iria contribuir decisivamente para o apaziguamento da zona.

O presidente Marcelo Rebelo de Sousa, por seu turno, apressou-se a afirmar que é preciso tratar o ouro com muito afecto porque o ouro, tal como qualquer ser vivo ou não vivo, precisa de carinho.

Pedro Passos Coelho e Paulo Portas afirmaram que, embora tenham optado por guardar segredo, o ouro foi ali guardado pelo anterior governo de forma a constituir uma almofada financeira caso o país entrasse novamente em crise. Ao que parece, a ideia de escondê-lo debaixo do Mosteiro dos Jerónimos terá sido de Maria Luís Albuquerque. Assunção Cristas, actual líder do CDS, já veio a público afirmar que o ouro apareceu por intervenção divina para salvar Portugal da crise.

O ex-primeiro ministro José Sócrates também já reagiu. Segundo o próprio, o ouro pertence a um amigo dele, obtido de forma totalmente legítima num negócio de venda de computadores à Venezuela. A Polícia Judiciária suspeita, no entanto, que José Sócrates tenha pedido à sua empregada para esconder o ouro debaixo do Mosteiro dos Jerónimos quando soube que estava sob escuta das autoridades.

Já António Costa começou imediatamente aos pulos enquanto afirmava, comendo algumas sílabas, que o ouro será distribuído pelos funcionários públicos, enquanto que os custos da transladação do Mosteiro para o Monte da Caparica será suportado pelos trabalhadores do sector privado.

Jerónimo de Sousa, do PCP, afirmou que o ouro é dos trabalhadores e do povo, especialmente dos trabalhadores e do povo filiados na CGTP ou que trabalham na Carris e no Metro de Lisboa.

Se leu a notícia até aqui… feliz dia das mentiras!

Mais artigos

massacre de colmeal

História desconhecida de Portugal: o massacre de Colmeal

História desconhecida de Portugal: o massacre de Colmeal O princípio do fim da aldeia do Colmeal, que daria origem à destruição da aldeia, às expulsão...

Mais recentes

desastres em portugal

Os 19 maiores desastres ocorridos em Portugal nos últimos 75 anos

Os 19 maiores desastres ocorridos em Portugal nos últimos 75 anos Precisamente na altura em que mais uma tragédia se abate sobre o país, importa...

REDES SOCIAIS

155,275FãsGostar
245SeguidoresSeguir
667SeguidoresSeguir

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here