Início Cultura Tradições de São João

Tradições de São João

O São João não se celebra apenas no Porto e por todo o país há tradições que remontam à Idade Média. Conheça algumas delas, de Trás-os-Montes ao Algarve.

530
0
Fogueira de São João

Sabia que a noite de São João é considerada muito boa para adivinhar o futuro? Desde casamentos ao ano agrícola e ao clima, tudo se pode saber nesta altura!

Beja
Beja

Em Beja põem-se, numa tábua, 12 montinhos de sal, aos quais se dão os nomes dos meses. Passam depois a tábua pelo fumo de uma fogueira e deixam-na ficar toda a noite ao relento da manhã.
Antes de o sol nascer, correm à tábua para examinarem qual dos montinhos de sal está mais húmido, e é então que sabem quais os meses em que choverá mais, segundo os nomes que lhes deram e a humidade de cada um.

Linha do Douro - Rui Videira
Linha do Douro – Rui Videira

Em Trás-os-Montes, acreditava-se que o costume de as raparigas cortarem as pontas do cabelo e, antes do nascer do Sol, as colocarem sobre uma silva mansa fazia com que as pontas não voltassem a espigar.

Avenida da Liberdade - Lisboa
Avenida da Liberdade – Lisboa

Por todo o País, criaram-se estas lendas em volta da noite de São João. Em Lisboa diz-se que se na noite de São João a rapariga põe a mesa com dois pratos, talheres e comida e à meia-noite começa a comer, no lugar vazio surge-lhe a figura do futuro noivo.

Tavira - Algarve
Tavira – Algarve

No Algarve, segundo a tradição local, enquanto as raparigas dançavam em redor de um mastro enfeitado com madressilva e flores de São João, os rapazes saltavam a fogueira, o que os tornava homens adultos e protegia as crianças das doenças.As mães passavam por cima das chamas (sem queimar, claro) as crianças doentes ou fracas, e para todos era bom dizer quando saltavam a fogueira:

        “Fogo no sargaço,
        saúde no meu braço.
        Fogo no rosmaninho,
      saúde no meu peitinho.”

Sabia que a noite de São João é considerada mágica desde a Idade Média? Diz-se que as “mouras encantadas” deixam a forma de cobras, com que vivem todo o ano, e vêm à tona da água com figura humana.

Na madrugada de São João vão as mouras estender os seus tesouros à orvalha do campo. Esses tesouros ficam aí encantados sob a forma de figos. Se alguém passa, os apanha e não os come, transformam-se em verdadeiros tesouros. Se, porém, a pessoa que os apanha os come, reduzem-se logo a carvão.

Mais artigos

As 10 moedas portuguesas mais valiosas (valem 7 mil euros e...

  Sabia que os portugueses terão em casa cerca de 155 milhões de euros em forma de escudos? Pois é, há muitas pessoas que guardam...

Mais recentes

Os 12 melhores locais para visitar em Atenas

Um símbolo da civilização ocidental em todo o seu esplendor, Atenas ostenta uma história ilustre que remonta a mais de 3.000 anos. A cidade...

REDES SOCIAIS

184,067FãsCurtir
281SeguidoresSeguir
759SeguidoresSeguir

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here