Início História Tradições de Natal: festa dos rapazes de Varge

Tradições de Natal: festa dos rapazes de Varge

É uma das mais genuínas tradições de natal em Portugal. Trata-se da festa dos rapazes de Varge, em Trás-os-Montes e tem origens pagãs.

325
0
Festa dos rapazes de Varge

Viver a celebração pagã do solstício do Inverno em convívio harmonioso com o Natal cristão é o que poderemos considerar acerca dos peculiares rituais que ocorrem no contexto das festas dos rapazes.

Exemplo dos mais representativos e simbólicos deste fenómeno é o Natal celebrado em Varge, aldeia situada na Baixa Lombada, atravessada pelas águas límpidas do rio Igrejas, com a celebração da festa dos rapazes. É como se as antigas e pagãs festas chamadas Juvenálias, protagonizadas pelos jovens, estivessem, dois mil anos passados, em plena actualidade.

A festa é anunciada no Dia de Todos os Santos, com a reunião dos rapazes para a recolha da Lenha das Almas. Já no mês de Dezembro, os preparativos intensificam-se com as rondas à aldeia, todos os sábados, ao som da gaita de foles, para uma visita à casa de todos os rapazes participantes.

No dia de Natal, à hora aprazada, reunem-se os rapazes na casa da festa. Devidamente perfilados em formatura, com os mordomos, revestidos das insígnias do seu poder – um chapéu enfeitado – e o gaiteiro à frente, dirigem-se para a missa.

Já no espaço do adro, a formatura dá duas voltas à igreja até parar em frente à porta principal. O gaiteiro cala-se para que todos possam entrar no espaço sagrado sem o som da música profana que, segundo as determinações eclesiásticas, “da porta da igreja para dentro não toque gaiteiro nenhum a gaita”.

Mais artigos

A paradisíaca aldeia portuguesa onde apenas vive uma pessoa

  Percorrem-se uns largos quilómetros de estrada sem avistar qualquer povoação até se chegar a Val de Poldros, a 1200 metros de altitude, com uma...

Mais recentes

Os 24 locais mais misteriosos do mundo (1 é português e...

Alguns parecem saídos de um filme de terror, outros não têm fantasmas à mistura. Certo é que foram todos abandonados, entregues à voracidade do...

REDES SOCIAIS

186,678FãsCurtir
288SeguidoresSeguir
759SeguidoresSeguir

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here