Início Viagens Provavelmente, a igreja mais estranha de Portugal

Provavelmente, a igreja mais estranha de Portugal

Fica em Vieira do Minho, norte de Portugal e tem tudo para ser a igreja mais estranha e peculiar de Portugal. Descubra o Santuário de Nossa Senhora da Lapa.

23345
0
Santuário de Nossa Senhora da Lapa
Santuário de Nossa Senhora da Lapa (Miguel Costa)

 

O Santuário de Nossa Senhora da Lapa localiza-se na freguesia de Soutelo, concelho de Vieira do Minho, num local muito agradável com muitas zonas de sombra e algumas mesas e bancos para aqui também piquenicar. Mesmo ao lado tem um acesso por escada em madeira que lhe dá acesso a um miradouro. Para aceder, terá que trepar a cumeada do monte de Penamourinha, com subida a pedir primeira e segunda, estradas estreitas em asfalto, transitáveis quanto baste. Por estar situado bastante alto, em tempo de chuva formam-se nevoeiros que dificultam a visão do horizonte, que é naturalmente bastante apelativo neste aprazível local.

Santuário de Nossa Senhora da Lapa
Santuário de Nossa Senhora da Lapa

Conta a história que no ano de 1805 Nossa Senhora da Lapa surgiu diante de uma pequena pastorinha, sabendo do ocorrido, o pai da criança deslocou-se ao local a fim de constatar o acontecimento. Quando a sua filha apontou para o local da aparição, lá estava a Nossa Senhora novamente. Rapidamente a notícia da aparição se espalhou pelas localidades mais próximas, iniciando as romarias no primeiro dia do mês de Junho.

Santuário de Nossa Senhora da Lapa

Em 10 de Junho de 1805 reuniram-se mais de quinhentas pessoas neste local. Dado o enorme fluxo de peregrinos, o abade Rodrigues Ramos ordenou a construção de um altar por baixo do bloco granítico onde a imagem de Nossa Senhora tinha surgido. Ordenou também que a área em redor fosse convenientemente preparada para receber o maior fluxo de peregrinos possível.

Santuário de Nossa Senhora da Lapa
Santuário de Nossa Senhora da Lapa

É um Santuário dedicado a Nossa Senhora da Lapa, com peregrinação no 2º domingo de Julho. No limite poente da cumeada do monte de Penamourinha, João Gonçalves e sua mulher Margarida da Silva mandaram edificar, em 1694, a capela da Senhora da Lapa, aproveitando os afloramentos graníticos do local.

Santuário de Nossa Senhora da Lapa

O pequeno templo corresponde a uma cavidade sob rochas, a “lapa”, encerrada com parede de cantaria granítica, formando uma fachada de desenho arquitectónico simples, onde se distinguem os vãos moldurados das janelas e da porta, sendo esta sobrepujada por um nicho onde se abriga uma pequena imagem de Nossa Senhora, com uma cartela na base onde se gravou a data 1694.

Santuário de Nossa Senhora da Lapa
Santuário de Nossa Senhora da Lapa

Uma porta em grade, colocada em 1898, dá acesso ao interior, onde se sobrepõem diversas soluções decorativas, destacando-se várias inscrições gravadas no tecto rochoso e o quadro encaixilhado com a história do santuário, escrita pelo padre José Maria Machado em 1851.

Santuário de Nossa Senhora da Lapa
Santuário de Nossa Senhora da Lapa

O recinto do santuário, que se distribui por dois patamares, incorpora um coreto, instalações de apoio à romaria e fontes. Esta capela está referenciada nas “Memórias Paroquiais” de 1758. A Nossa Senhora da Lapa, em Soutelo, Vieira do Minho, será provavelmente uma das igrejas mais estranhas de Portugal. E no entanto, não podemos negar-lhe a sua beleza, que reside essencialmente na sua originalidade e simplicidade, aliada a uma história de fé de quem a construiu e de quem cuidou dela.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here