Início Cultura Sacramental: o livro mais antigo da língua portuguesa tem 528 anos

Sacramental: o livro mais antigo da língua portuguesa tem 528 anos

Ao contrário do que se possa pensar não foi impresso em Lisboa mas em Chaves. Chama-se Sacramental e é o livro impresso mais antigo da língua portuguesa.

3716
1
PARTILHE
Livro mais antigo da língua portuguesa

Clemente Sánchez de Vercial foi um clérigo leonês que viveu entre o século XIV e o XV e que escreveu várias obras religiosas e moralizantes. A primeira impressão portuguesa terá ocorrido em Chaves em 1488. O seu Sacramental foi um dos livros mais lidos durante o século XV, tendo sido proibido pela Inquisição no século XVI e consequentemente queimado. Teve várias edições impressas em língua castelhana e portuguesa. Descubra o livro mais antigo da língua portuguesa.

O Sacramental de Clemente Sánchez de Vercial, obra pastoral redigida entre 1421 e 1425 em língua castelhana, depois dos livros destinados ao ofício religioso, foi o livro mais impresso na Península Ibérica, desde a introdução da imprensa até meados do século XVI.

A primeira impressão portuguesa terá ocorrido em Chaves em 1488, mas não existem provas concretas que suportem esta tese. O incunábulo do Sacramental impresso em Chaves é considerado por alguns «o primeiro livro em língua portuguesa impresso em Portugal».

Segundo Vindel, teria sido o primeiro livro impresso em Espanha; cerca de 1470 em Sevilha. Foi traduzido para o catalão – Lo sagramental – em Lérida, 1495.

Conhecem-se treze edições em castelhano, uma em catalão e quatro em português. Das edições em português, duas foram impressas no século XV (Chaves, 1488 (?); e Braga (?), ca. 1494-1500 e duas no século XVI (Lisboa, 1502; e Braga, 1539).

O Sacramental é um depositário da forma como deve viver o homem medieval, tratando a alimentação, as relações familiares, as relações sociais, a relação com Deus, o trabalho, o descanso, a saúde, a doença e a sexualidade, o que faz dele um documento indispensável para o estudo da sociedade medieval portuguesa.

Autor: José Barbosa Machado

Mais artigos

Turistas brasileiros em Portugal: 16 histórias que parecem piada mas são...

ATENÇÃO: esta publicação serve apenas para ilustrar confusões de comunicação e diferenças culturais. Não tem como objectivo fomentar a discórdia nem provocar conflitos e...

Mais recentes

Andaluzia também quer independência: proposta inclui anexar Alentejo e Algarve

Andaluzia também quer independência: proposta inclui anexar Alentejo e Algarve A Catalunha não está sozinha nas ambições independentista. A TSF ouviu uma associação da Andaluzia...

REDES SOCIAIS

155,054FãsGostar
244SeguidoresSeguir
665SeguidoresSeguir

Um comentário

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here