Início Viagens Poço Azul: como chegar até este pequeno paraíso no Gerês

Poço Azul: como chegar até este pequeno paraíso no Gerês

Trata-se de um dos locais mais secretos do Gerês e descobri-lo não é tarefa fácil. Descubra como chegar até ao Poço Azul do Rio Conho.

0
Poço Azul
Poço Azul

O Poço Azul é talvez um dos lagos mais profundos do Gerês. Há quem diga que tem uma profundidade de cerca de 6 metros… possivelmente, e nada de nos deixarmos levar pelo seu enganador fundo quase nítido de tão límpida e cristalina água que o esbanja. O encantado poço Azul de água tão fresca ou gelada para os mais sensíveis, mesmo em pleno verão, em que o sol demora uma eternidade a aquecer devido à sua profundidade!

Poço Azul
Poço Azul

Apesar de ser bastante procurado, o Poço Azul ainda é uma das pérolas do Gerês devido ao seu acesso. Só através de trilhos é que se lá chega e são aproximadamente 8 quilómetros para cada lado. Nem todos o chegam a encontrar mas quem consegue depara-se com um cenário de paz e silêncio.

Os amantes da natureza podem passar um dia em harmonia contando com o apoio de um parque de merendas e vários bancos.

Poço Azul
Poço Azul (António Cunha)

O bosque ribeirinho e o carvalhal são responsáveis pela sombra durante todo o ano completando o cenário utópico que aqui se vive. Num Gerês em que quase todos conhecem, abunda o verde, o fresco, as fontes, os ribeiros, algumas cascatas, as portas de entrada e as estradas mais frequentadas.

No Gerês que alguns conhecem, existem os trilhos marcados onde a água marca na maior parte das vezes a sua presença, onde se pode estar mais pertinho do céu.

Poço Azul
Poço Azul

Num Gerês de lírios, jasmins, teixos e fetos, de cabras montesas, corços e garranos, das paisagens únicas, da constante água fresca rebolando pedras, deslizando por corgas onde se escondem verdadeiros oásis dentro de um oásis!

Locais onde egoísticamente falando, poucos frequentam e ainda bem, para o bem de todos nós e do nosso precioso património natural único!

Poço Azul
Poço Azul (António Cunha)

Num vale como muitos existentes na Serra, rasgado por um rio com o mesmo nome, presencia-se uma das visões mais deslumbrantes que já tive até hoje na Serra do Gerês!

Encontra-se aninhado depois de uma tímida cascata, um lindo lago de um verde esmeralda, onde só por dureza de coração se não sentiria o afago da felicidade! Seu nome, Poço Azul.

Poço Azul
Poço Azul

Por ser um lago que não se avista ao longe e só se dá pela sua majestosa presença quando se está quase em cima do mesmo, torna a visão deste ainda mais fenomenal, de uma essência penetrante tal, que jamais esquecerá a primeira vez que o deslumbrar.

 

Coordenadas, localização e trilho até ao Poço Azul do Gerês

Para começar, terá que se dirigir à localidade de Ermida onde seguirá o PR14. Siga por esse percurso indicado e passará a Fonte do Arado. Continue a seguir sempre pelo caminho de estrada, caminhará durante sensivelmente 3 quilómetros até à Tribela.

Poço Azul
Poço Azul (António Cunha)

Corte à esquerda e irá, cerca de 1 quilómetro após, chegar a um pequeno largo com uma casa com piscina. Siga a partir daí pelo caminho de pastores. Irá descer ao rio Conho e voltar a subir a encosta em frente. No cume encontra uma casa abrigo, e deverá cortar caminho à sua esquerda, seguindo assim o rio Conho.

Irá encontrar trilhos de pastores, só precisará segui-los durante 2 quilómetros para encontrar o famoso Poço Azul do Gerês.

Poço Azul
Poço Azul (Diogo Sá Lima)

O regresso é pelo mesmo caminho. Desfrute da paisagem espectacular que o/a rodeia a e à medida que avança verá progressivamente menos população. O percurso terá aproximadamente 16 quilómetros. Recomendável levar um GPS, e utilize as seguintes coordenadas para encontrar o Poço Azul:

Coordenadas 41°44’0″N 8°6’24″W

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here