Início Viagens Os 9 melhores locais para visitar em Vidago

Os 9 melhores locais para visitar em Vidago

Faz parte do concelho de Chaves e é um dos destinos termais de excelência em Portugal. Estes são os melhores locais para visitar em Vidago.

2850
1
Vidago
Vidago

A pouco mais de uma hora de viagem da cidade do Porto, no seio do famoso Reino Maravilhoso de Trás-os- Montes, encontra-se a vila termal de Vidago, concelho de Chaves: vila termal, situada à sombra da serra da Padrela, num vale fértil percorrido pela Ribeira de Oura. A vila de Vidago assume-se como uma vila termal notável sob o ponto de vista histórico, cultural e paisagístico, constituindo uma referência nacional e um destino turístico de excepção.

Vidago
Vidago (Fernando Ribeiro)

Desde a descoberta das Águas minerais, em 1863, que a vila possui uma forte ligação às práticas termais, tendo sido, outrora, considerado um dos balneários termais mais célebres de Portugal. Desde essa altura, a vila termal viveu um período de esplendor. Com a ligação à linha ferroviária do Corgo, em 1910, e a inauguração do emblemático Vidago Palace Hotel, a vila termal tornou-se uma estância termal de excelência, a principal estância turística de Portugal, entre as principais da Península Ibérica, destino de eleição da aristocracia portuguesa e europeia, em busca das propriedades terapêuticas das milagrosas águas medicinais. Desde então, Vidago é sinónimo de repouso, cura, charme e elegância.

Vidago
Vidago

A vila de Vidago não só possui uma das melhores águas termais do mundo, como também representa um dos melhores destinos para os amantes do golfe, que podem desfrutar de dois campos, ambos, estão em perfeita harmonia com a natureza, um deleite para qualquer jogador. Estes são os melhores locais para visitar em Vidago.

 

1. Palace Hotel de Vidago

O Vidago Palace Hotel foi projectado pelo Rei D. Carlos I que desejava ver construída uma estância terapêutica de luxo com projecção internacional. As águas da Vila de Vidago já na altura eram consideradas de interesse nacional! O Vidago Palace Hotel foi inaugurado a 6 de Outubro de 1910, ano em que é instaurada a Primeira República Portuguesa. Em 1936, o Vidago Palace Hotel passa a dispor de um percurso de golfe de 9 buracos, desenhado pelo célebre arquiteto Philip Mackenzie Ross.

Vidago Palace
Vidago Palace

A combinação de um palácio com tratamentos termais e um campo de golfe de luxo, acabaria por colocar o Vidago Palace Hotel entre as estâncias europeias de maior prestígio no período da 2ª Guerra Mundial. Nos anos 50 e 60, a fama do Vidago Palace Hotel intensifica-se devido às famosas festas organizadas no hotel. O Vidago Palace Hotel encerra em 2006 e reabre em 2010, cem anos após a sua inauguração. Este hotel histórico adquire novo brilho e volta a desempenhar um papel importante na hotelaria nacional, com critérios de conforto e de luxo do século XXI.

 

2. Parque de Vidago

Vasto e generoso são alguns dos muitos adjetivos que descrevem o belíssimo Parque Natural que rodeia o Vidago Palace Hotel. Com as suas árvores centenárias, envolve o hotel como um manto protector. Criado em 1910, apresenta uma paisagem típica do início do século XX, que permanece intacta até hoje. As suas alamedas, os seus caminhos, os seus trilhos e os seus espelhos de água convidam os visitantes a passear por entre o arvoredo que muda de cor conforme as estações do ano.

Parque de Vidago
Parque de Vidago

É impossível ficar indiferente perante as magnólias grandiflora e a sua floração impressionante, perante as camellia japonica e as suas dimensões gigantescas, perante os alinhamentos soberbos dos platanus hispanica… É impossível ignorar a beleza das sequoia sempervirens com os seus troncos torturados! Árvores impressionantes, majestosas, essências extraordinárias, flores e lagos, sombras e clareiras, pássaros e esquilos… Todo um universo vivo que torna o lugar mágico! Quatro lindas fontes abrigadas, com uma arquitectura tradicional, estão dispersas pelo Parque de Vidago, duas das quais ainda estão activas.

 

3. Termas de Vidago

Inseridas no centenário Parque de Vidago, onde são visíveis edifícios do estilo “belle époque”, as termas de Vidago já acolheram, nos últimos cem anos, grandes figuras da monarquia europeia, da política e das artes, que aqui se deslocaram à procura das propriedades benéficas das suas águas. Vidago, Vidago II e Fonte Salus são as três nascentes de onde provém a água utilizada nas termas de Vidago.

Termas de Vidago
Termas de Vidago (Fernando Ribeiro)

Das práticas termais disponíveis destacam-se a hidropinia (ingestão da água mineral das 3 fontes), as técnicas destinadas ao aparelho respiratório e os duches e banhos, simples ou com massagens. Com base nas características especiais da água e toda a calma e tranquilidade do parque, existem aqui programas especiais para potenciar o bem-estar dos visitantes desta estância termal – Anti-Stress, Desabituação ao Tabagismo e Controlo de Peso.

 

4. Campo de Golf

O excelente campo de golfe do Vidago Palace foi redesenhado pela firma Cameron & Powell a partir dum original de Mackenzie Ross, construído em 1936. Presentemente o percurso foi totalmente reconstruído de acordo com as especificações da USGA para greens e tees, tendo sido transformado num campo Par 72, potenciando a realização de campeonatos internacionais, mantendo a identidade do desenho original e reflectindo fielmente a beleza, as qualidades únicas para a prática deste desporto, o espírito e o sinal distintivo do lugar.

Campo de Golf
Campo de Golf de Vidago (Fernando Ribeiro)

As suas características incluem tees e greens em níveis elevados, localização estratégica dos bunkers e greens que requerem uma visão perfeita para avaliar o seu desnivelamento. Em resultado, o percurso de golfe do Vidago Palace irá encantar e desafiar o mais experiente jogador. No percurso de golfe existem grandes contrastes que têm em comum o respeito especial pela envolvente natural. Uma imagem de marca deste campo são os muros de suporte de todos os tees, construídos em pedra local e as árvores centenárias que foram conservadas na sua quase totalidade.

 

5. Balneário Pedagógico de Vidago

O balneário é composto pela conjugação dos remodelados edifícios da antiga estação de caminho-de-ferro e edifícios novos de linhas minimalistas e contemporâneas, interligados através de uma galeria com elementos em ferro e vidro, memória da ocupação transitória das antigas carruagens.

Balneário Pedagógico de Vidago
Balneário Pedagógico de Vidago

Uma obra, na qual o arquitecto João Paulo Loureiro conseguiu criar um equilíbrio entre o passado e o presente, criando um espaço arrojado, que prima pela sua linguagem minimalista, deixando transparecer a memória do lugar.

 

6. Capela dos Machados

A capela dos Machados incorpora no conjunto edificado do Solar dos Machados, situado no largo do Olmo, que outrora constituía a zona nobre da vila. O conjunto data do século XVIII. Trata-se de um edifício de cantaria, com a fachada principal voltada a sudeste para a rua General Sousa Machado, que tem à sua direita a Capela. O solar ostenta na sua fachada principal o brasão da família. A Capela não obstante ser propriedade privada, teve noutros tempos grande protagonismo popular.

Capela dos Machados
Capela dos Machados

Diariamente, quando o sol desaparecia no horizonte e o crepúsculo anunciava, suavemente, o aproximar da noite, alguém na capela do Solar accionava o velho sino, fazendo ouvir-se em todo o povoado o toque das Avé-Marias, também conhecidas pelas Trindades. Para o povo crente, este ritual diário revestia-se de grande significado religioso. Era hábito os homens descobrirem a cabeça, meditarem um pouco, e até rezarem uma Avé- Maria, logo que soassem as Trindades a partir da secular capela. Também as mulheres se benziam e rezavam com devotação, apenas começassem a ecoar os sons das santíssimas trindades, provindo da Capela dos Machados.

 

7. Ecopista do Corgo

A Ecopista do Corgo é um percurso de ciclismo ou caminhada, sobre uma antiga linha férrea e segue o percurso natural do Rio Corgo, um dos afluentes do Douro. Uma via panorâmica em uma antiga linha de caminho-de-ferro desactivada, entre Peso da Régua e Chaves em Portugal. Grande parte do terreno é em terra batida com alguns trechos pavimentados em meio a uma área verde e belas paisagens, passa-se por antigas estações ferroviárias, hoje abandonadas.

Ecopista do Corgo
Ecopista do Corgo

O projecto oficial da Ecopista do Corgo segue de Vila Real até a cidade de Chaves com cerca de 70 km. Dedica-se a um passeio de bicicleta, um treino para os amantes do ciclismo ou caminhada percorrendo uma etapa do Caminho Português Interior de Santiago. Qualquer que seja o motivo é um bom pretexto para dedicar-se as actividades de natureza, desfrutando ou conhecendo melhor regiões e costumes. A saúde e o meio ambiente agradecem e retribuem com bem-estar e qualidade de vida.

 

8. Antigo Balneário Termal

O antigo balneário, construído em 1916, era composto por um corpo central, por cima do qual se eleva uma torre, que servia para receber o depósito de água para banhos e duches, e dois corpos laterais idênticos. Neste corpo central situava-se o hall de entrada principal, ladeada por duas alas. À entrada existia a sala do médico e farmácia, assim como uma sala para mecanoterapia. Partindo do hall, há um amplo corredor, que servia lateralmente as cabines de banhos, sala de espera e sala da administração.

Antigo Balneário Termal
Antigo Balneário Termal

Ao fundo do corredor, situavam-se as salas de duches, com compartimentos para massagens e tratamentos. A ala esquerda do edifico destinava-se aos homens e a ala direita às senhoras. O interior foi transformado num centro de conferências, com quatro diferentes salas com capacidades que vão das 40 às 246 pessoas, servindo ainda para a realização de banquetes e outros eventos.

 

9. Igreja da Nossa Senhora da Conceição

A igreja Nossa Senhora da Conceição, de estilo arquitectónico neo-românico, foi adjudicada em 1933 e concluída 1942, o ano de inauguração encontra-se gravado na pia de água benta. É uma Igreja com planta em forma de cruz latina, de uma nave e a abside é quase tão larga como a nave.

Igreja da Nossa Senhora da Conceição
Igreja da Nossa Senhora da Conceição

O acesso à Igreja faz-se pelo imponente portal axial de cinco arquivoltas e arcos de volta perfeita, inserido na fachada, em que se destaca a decoração escultórica dos capitéis, e sobretudo do tímpano, é também patente na fachada a rosácea sobre o portal da fachada principal. Os principais impulsionadores da sua construção foram o então director da empresa VM&PS, Dr. Faria de Morais e o pároco da vila, padre Raimundo Pérez.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here