Início Viagens Os 15 melhores locais para visitar em Viana do Castelo

Os 15 melhores locais para visitar em Viana do Castelo

É conhecida como a Princesa do Lima e pelas suas festas da Senhora da Agonia. Descubra 15 fantásticos locais para visitar em Viana do Castelo.

7909
1
Viana do Castelo
Viana do Castelo

 

Viana do Castelo é uma das mais bonitas cidades do norte de Portugal. A sua participação nos Descobrimentos portugueses e, mais tarde, na pesca do bacalhau mostram a sua tradicional ligação ao mar. Visitar Viana do Castelo é mergulhar na história e nas tradições do Norte de Portugal. Viana enriqueceu-se com palácios brasonados, igrejas e conventos, chafarizes e fontanários que constituem uma herança patrimonial digna de visita. No Posto de Turismo pode-se pedir uma brochura e fazer percursos de inspiração manuelina, renascença, barroca, art deco ou do azulejo. Percorrendo algumas das ruas do centro histórico sempre se chega à Praça da República, o coração da cidade. É onde ficam o edifício da Misericórdia e o chafariz, quinhentistas, assim como os antigos Paços do Concelho. Não longe fica a românica Sé ou Igreja Matriz.

locais mais bonitos do Minho
Santa Luzia – Viana do Castelo

Virada para o mar que fez a história de Viana, uma igreja barroca guarda a imagem da Senhora da Agonia, da devoção dos pescadores. Sai todos os anos a 20 de Agosto para abençoar o mar numa das festas mais coloridas de Portugal, onde são de referir a beleza e riqueza dos trajes típicos que desfilam nas festas. É que Viana – conhecida também pela filigrana em ouro – tem sabido manter as suas tradições, como se pode ver no Museu do Traje (traje e ouro), no Museu Municipal (especial relevo para a típica louça de Viana que aqui se expõe) ou no navio Gil Eanes. Construído nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo para apoiar a pesca do bacalhau, o navio aqui está de novo ancorado para memória das tradições marítima e de construção naval da cidade.

Santuário de Santa Luzia
Santuário de Santa Luzia

Ao visitar Viana do Castelo, durante o mês de Agosto, é considerada uma actividade essencial assistir à Romaria de Nossa Senhora da Agonia. Estas espectaculares festas realizam-se durante quatro dias, a partir de 20 de Agosto, e as ruas são decoradas com serragem colorida. Se desejar ficar na cidade durante esta época é bastante recomendável reservar com antecedência.

Mas Viana do Castelo é também considerada uma “Meca da Arquitectura” graças aos muitos e importantes nomes da arquitectura portuguesa contemporânea que assinam equipamentos e espaços da cidade. É o caso da Praça da Liberdade de Fernando Távora, da Biblioteca de Álvaro Siza Vieira, da Pousada da Juventude de Carrilho da Graça, do Hotel Axis de Jorge Albuquerque ou ainda do Centro Cultural de Viana do Castelo, de Souto Moura, entre muitos outros. Descubra os melhores locais para visitar em Viana do Castelo!

 

1. Santuário de Santa Luzia

Situada no alto do monte de Santa Luzia, em Viana do Castelo, a Basílica de Santa Luzia, foi começada a construir em 1903 e terminada em 1943, com projecto do arquitecto, Miguel Ventura Terra. A última fase da construção da basílica, que é considerada como inspirada na Basílica de Sacré Cœur, de Montmartre, Paris, viria a ser dirigida pelo arquitecto Miguel Nogueira, que contou para o trabalho sobre o granito, com o mestre canteiro, Emídio Pereira Lima.

Santa Luzia – Viana do Castelo

Está edificada sobre uma planta em forma de cruz grega e a sua arquitectura tem elementos neo-românicos e bizantinos, no topo da basílica uma varanda permite, em dias sem neblina, um vastíssimo panorama da região. A estátua de bronze, do Coração de Jesus, colocada na entrada, datada de 1898, é da autoria do escultor, Aleixo Queirós Ribeiro, os dois querubins do altar-mor, são da autoria do escultor Leopoldo de Almeida e esculpidos pelo Mestre Emídio Lima e Albino Lima, em mármore de Vila Viçosa. Os vitrais das rosáceas foram executados na oficina de Ricardo Leone, em Lisboa, o fresco que representa a via-sacra e a Ascensão de Cristo, na cúpula, tem como autor, M. Pereira da Silva. O carrilhão é composto por 26 sinos.

 

2. Praça da República

Os Antigos Paços do Concelho localizam-se na sublime Praça da República, na cidade turística de Viana do Castelo, na região do Minho. Os Antigos Paços do Concelho, embora mais se assemelhem a um forte, são a antiga câmara municipal da cidade do século XVI, e é utilizada nos dias de hoje para albergar exposições temporárias de arte contemporânea.

Praça da República
Praça da República

É acompanhada do elegante chafariz da Praça, uma fonte de elegância e estilo renascentista construída por João Lopes “o Velho” em 1554. Esta encontra-se adornada com motivos manuelinos de um astrolábio esférico e a cruz da Ordem de Cristo; e ainda da Igreja da Misericórdia.

 

3. Igreja da Misericórdia

Criada em 1520, a confraria da Misericórdia de Viana, no início do século XVI resolveu construir a chamada “Casa das Varandas”. Este edifício, datado de 1589, é um exemplar único da arquitectura de inspiração renascença e maneirista, com influências italianas e flamengas. A construção da igreja teve inicio em 1716 pelo engenheiro militar vianense Manuel Pinto de Vilalobos.

Igreja da Misericórdia
Igreja da Misericórdia

Apresenta no seu interior uma grande riqueza decorativa, bem ao gosto da época, quer pela talha em estilo nacional da autoria de Ambrósio Coelho, quer pelos belos revestimentos em azulejo, pintados por Policarpo de Oliveira Bernardes, quer ainda pelos frescos do tecto da autoria de Manuel Gomes. É, sem dúvida, um dos melhores exemplares barrocos de todo o país.

 

4. Igreja Matriz

Considerada como Igreja Matriz, está situada no centro histórico desta cidade, na Praça da República, nesse tempo dentro das muralhas, retirando à Capela das Almas o tal título, uma vez que esta passou a situar-se fora das muralhas. Do séc. XV, as suas obras iniciaram em 1400, finalizando em 1433. Sofre do período de transição entre o românico, com a sua estrutura maciça ao gosto da arquitectura românica e a fachada seguindo a linha das velhas catedrais como a de Coimbra e Lisboa, e o Gótico, com o conjunto escultórico que envolve o portal.

Igreja Matriz

A fachada é formada por pano central tendo adossadas à direita e esquerda duas torres, sendo a parte central dividida por um friso que separa o portal da abóbada. O portal é em arco quebrado, recortado por três arquivoltas profusamente decoradas, que são suportadas por seis esculturas que representam outros tantos Apóstolos, como S. Pedro, S. Paulo, S. João, S. Bartolomeu, Santiago e Santo André. Tem acesso por uma escadaria de seis degraus. Está encimada por uma abóbada.

 

5. Antigos Paços do Concelho

A partir do séc. XV, com a expansão do perímetro urbano da vila, houve a necessidade de criar um novo centro comercial e político, passando os Paços do Concelho para o Campo do Forno, actual Praça da República, por ordem de D. Manuel I. Este edifício dos Antigos Paços do Concelho é um edifício singular, possui uma planta rectangular simples de dois pisos rematados com merlões. A fachada principal, no piso inferior, apresenta três arcos quebrados, sendo o central o menor, encimados por três janelas de sacada com guarda de ferro assentes em modilhões, pertencentes ao piso superior.

Antigos Paços do Concelho

Sobre as janelas podemos observar igualmente três símbolos heráldicos, sendo o da esquerda a caravela do escudo de Viana, ao centro o escudo de Portugal, com elmo como timbre, moldurado e encimado pela Cruz de Cristo, e finalmente à direita a esfera armilar. As fachadas laterais apresentam a mesma semelhança da principal, com um arco e uma janela. A fachada traseira apresenta simplesmente duas portas nos dois pisos, sendo a superior em verga recta e acessível por uma escadaria em pedra. As arcadas do edifício formavam um espaço dedicado ao comércio do pão e farinha, estando esta superfície empedrada e com direito a bancas e bancos. Quanto ao segundo piso, era dedicado a sessões camarárias, e simultaneamente servia de tribunal.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here