Início Viagens Os 12 melhores locais para visitar em Matosinhos

Os 12 melhores locais para visitar em Matosinhos

Fica bem perto do Porto e é famosa pela excelente qualidade do seu peixe. Descubra os melhores locais para visitar em Matosinhos.

4630
0

9. Parque do Carriçal

O Parque Urbano do Carriçal localiza-se em Matosinhos, próximo do NorteShopping – constituindo, juntamente com o Parque Manuel Pinto de Azevedo, a Igreja Matriz da Senhora da Hora e o cemitério, um importante espaço público da freguesia da Senhora da Hora. O Parque está adjacente à Igreja em cuja envolvente se realiza a feira da Senhora da Hora, assim como acolhe circo e outros eventos populares. Pela sua elevada densidade arbórea configura uma tipologia de espaço verde urbano semelhante a uma mata urbana. No seu interior é de referir ainda a existência de linhas de água e um lago, um forte incremento à biodiversidade no parque.

Parque do Carriçal
Parque do Carriçal

O Parque Urbano do Carriçal é contíguo ao Parque Manuel Pinto de Azevedo onde se localizam diversos equipamentos desportivos (campos de ténis e um ringue desportivo), o Centro Cultural, e associado à Igreja o cemitério. Na zona norte do parque, encontra-se a Piscina Municipal da Senhora da Hora e um bar, desfrutando ainda da presença de um parque infantil. O parque é um projecto da Câmara Municipal de Matosinhos, da autoria da Arquitecta Margarida Fontes.

 

10. Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões

O novo Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões é um dos grandes projectos promovidos pela APDL – Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, integrado no Plano Estratégico de Desenvolvimento do Porto de Leixões e que resulta de uma dinâmica de cooperação territorial, interligando dois principais objectivos: por um lado o de melhorar a eficácia comercial do porto, associada à actividade dos cruzeiros e, por outro lado, o de integração urbana, associado ao incremento da sociabilidade com a população envolvente.

locais para visitar perto do Porto
Porto de Leixões

O novo Terminal de Cruzeiros é o maior projecto de sempre de abertura do porto à cidade, fazendo do Porto de Leixões uma importante porta de entrada na região e impulsionando definitivamente o crescimento do número de navios de cruzeiro e de passageiros em Leixões, assumindo-se cada vez mais como um porto de cruzeiros. O novo cais com 340m de comprimento foi inaugurado em Abril de 2011, permitindo a escala em Leixões dos maiores navios de cruzeiro, acolhendo agora a maior parte dos navios de cruzeiro da actual frota mundial.

 

11. Mercado Municipal de Matosinhos

Edifício de referência na arquitectura moderna, foi construído a partir da demolição de um quarteirão. O projecto da autoria do grupo ARS – Arquitectos: Fortunato Cabral, Morais Soares e Cunha Leão, data de 1939. A fachada norte está decorada com painéis cerâmicos da autoria de Américo Soares Braga.

Mercado Municipal de Matosinhos
Mercado Municipal de Matosinhos

Foi inaugurado em 27 de Maio de 1952. Classificado como Monumento de Interesse Público em 2013, mantém a sua função original, aliando a tradição dos antigos mercados à beleza arquitectónica do espaço. A sua imagem dificilmente se pode dissociar do centro tradicional da cidade, sendo desde sempre um ponto de referência incontornável, não só para a população residente como para o turista.

 

12. Monumento ao Senhor do Padrão

Datado do século XVIII e conhecido também por “Senhor do Espinheiro” ou “Senhor da Areia”, assinala o local onde, segundo a lenda, apareceu a imagem do Bom Jesus de Bouças, mais tarde conhecida por Senhor de Matosinhos. Monumento de fortíssimo impacto visual até inícios do século XX, este zimbório encontrava-se isolado no meio do areal da “Praia do Espinheiro” sendo visível a muitos quilómetros de distância quer do lado da terra quer do lado do mar.

Monumento ao Senhor do Padrão
Monumento ao Senhor do Padrão

Não obstante o “Senhor do Padrão” ter perdido, na sequência do desenvolvimento dos últimos 100 anos, muito do seu impacto visual, continua a ser uma importante referência para a cidade e para a comunidade piscatória. Com efeito muita da devoção religiosa dos pescadores de Matosinhos e suas famílias materializa-se junto a este monumento, sendo disso exemplo o dia 1 de Novembro quando o monumento se vê rodeado por milhares de velas que ardem em memória dos pescadores mortos no mar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here