Início História Os 10 maiores terremotos de sempre

Os 10 maiores terremotos de sempre

No dia em que se assinala o sismo de Lisboa em 1755, apresentamos-lhe a lista dos 10 maiores terremotos de sempre, em intensidade e número de mortos.

4059
0

No dia 1 de Novembro de 1755, Lisboa sofria as nefastas consequências daquele que entrou para a história como um dos 10 maiores terremotos de sempre, tanto em termos de magnitude como em termos de vítimas causadas.

Sismo de Lisboa em 1755
Sismo de Lisboa em 1755

Quando se fala em maiores sismos de sempre, convém sempre fazer 2 listas diferentes: a lista dos mais intensos e a lista dos mais mortíferos. Nem sempre um sismo muito intenso é o mais mortífero. Regra geral, o sismo é mais mortífero quando ocorre em zonas densamente habitadas e onde existem construções mal preparadas para um acontecimento destas características.

Kathmandu Struck By Powerful Earthquake

Lista 1: Os sismos mais intensos de sempre

1. Valdivia, Chile – 22 de Maio de 1960 Conhecido também como o Grande Sismo do Chile, o terramoto de Valdivia figura em primeiro lugar da lista dos mais violentos já registados. Passava pouco das 15h de um domingo quando a terra começou a tremer com uma intensidade brutal, que atingiu 9,5 pontos na escala de Richter (máximo é de 10). Seguiu-se um maremoto com ondas até 25 metros que, para além da costa do Chile atingiram também Havai, Japão, Filipinas, Nova Zelândia, Austrália e as Ilhas Aleutas. Entre duas a seis mil pessoas perderam a vida.

2. Sumatra, Indonésia – 26 de Dezembro de 2004 Nunca será esquecido também o sismo que na manhã a seguir ao Natal de 2004 causou um maremoto devastador que roubou a vida a 220 mil pessoas, na Indonésia e 14 países vizinhos. Mas as vítimas são de muitas mais nacionalidades, porque cerca de três mil eram turistas. O sismo atingiu 9,2 de magnitude e é um dos mais mortais desastres naturais de sempre da História.

3. Alasca, EUA – 27 de Março de 1964 A sexta-feira santa de 1964 teve um final de dia trágico no Alasca, com um sismo de 9,2 na escala de Richter e ondas subsequentes de 67 metros a devastarem o mais despovoado estado norte-americano. Morreram 128 pessoas, registaram-se inúmeros deslizes de terra e partes de ilhas distantes elevaram-se em 11 metros.

4. Costa de Honshu, Japão – 11 de Março de 2011 Há pouco mais de quatro anos, a 11 de Março de 2011 o Japão conheceu um dos piores sismos da sua história. Cerca de 19 mil pessoas morreram no terramoto de magnitude 9, seguido de um tsunami que arrasou a região de Tohoku. O desastre natural provocou ainda um acidente nuclear na central de Fukushima, que obrigou à criação de uma zona de isolamento de 20 quilómetros e obrigando centenas de milhares de residentes a abandonarem as suas casas. Mais de 15 mil pessoas morreram e cerca de 130 mil edifícios colapsaram integralmente.

5. Kamchatka, ex-União Soviética – 4 de Novembro 1952 O sismo da península russa de Kamchatka registou 9 pontos de magnitude na escala de Richter, mas foram as ilhas do Havai as mais danificadas no tsunami que se seguiu. Não se registaram vítimas humanas e quanto a desaparecidos há apenas o registo de… seis vacas, dadas como perdidas por um agricultor havaiano de Oahu.

Residents look for personal belongings amidst the rubble of their homes in Bhaktapur.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here