Início Cultura Língua Portuguesa: 5 dicas para melhorar a sua capacidade de escrita

Língua Portuguesa: 5 dicas para melhorar a sua capacidade de escrita

Como melhor a capacidade de escrita utilizando todas as virtudes da Língua Portuguesa de forma perfeita e exemplar? Veja as nossas dicas.

3559
0
Língua Portuguesa
Língua Portuguesa

A Língua Portuguesa é uma língua poética e óptima para ser utilizada na redacção de livros, romances ou poemas. Mas muitas vezes, embora possamos ter o dom da palavra e exprimir as nossas ideias de forma correcta e em bom português, é difícil transpor tudo aquilo que queremos para o papel. Escrever um bom texto em Língua Portuguesa requer talento, mas também requer motivação, treino e paciência.

Como melhorar a escrita de textos? Essa é uma pergunta recorrente entre os falantes, pois escrever bem pode ser o segredo do sucesso na vida académica e na vida profissional. A resposta não é simples. Afinal de contas, escrever bem é uma competência que desenvolvemos ao longo da vida e não existe uma fórmula mágica capaz de nos transformar em exímios escritores do dia para a noite.

Se você quer aprender a lidar melhor com a modalidade escrita ou mesmo aprimorar o conhecimento sobre a língua que você já dispõe, confira as cinco dicas que preparámos para si.

 

Dica 1: Leia mais

É inegável o facto de que quem lê mais tem mais facilidade com a modalidade escrita. É por isso que logo no começo deste texto afirmámos que não existe uma fórmula mágica disponível para transformar uma pessoa que não lê num bom escritor. Escrever bem é um objectivo a ser alcançado e o melhor exercício para atingir essa competência linguística é a leitura. Por meio da leitura entramos em contacto com a língua e os seus diferentes registos, aprendemos na prática regras da norma-padrão sem que precisemos de decorar toda a gramática normativa.

 

Dica 2: Diversifique a leitura

Não basta ler qualquer coisa. É preciso seleccionar aquilo que você vai ler. Você pode ler best-sellers, mas não se esqueça dos clássicos da literatura. Afinal de contas, eles são as fontes de toda a literatura contemporânea. Lembre-se também de diversificar a leitura, ou seja, não fique preso a um único género textual. Conhecer os géneros e as suas características é importante para que você os identifique, assim como é importante para que você se aproprie dos seus recursos linguísticos.

 

Dica 3: Não se esqueça do leitor

Dica importantíssima! Qual é a finalidade maior da linguagem, seja ela oral ou escrita? A comunicação. Se a comunicação não acontece, ou seja, se o leitor não consegue entender o que você escreveu, então algo está errado. Para ter certeza de que o erro não é seu, certifique-se de que o seu texto está em conformidade com o seu público-alvo. Evite rebuscamentos linguísticos, termos técnicos e construções sintácticas complexas, principalmente se o seu leitor for um leitor médio.

 

Dica 4: Pontue mais

Uma pontuação correcta é capaz de eliminar períodos longos, tipo de construção sintáctica que favorece o surgimento da ambiguidade, defeito textual indesejado nos textos não literários. Se você não conhece bem todas as regras para pontuar adequadamente, faça o simples exercício de ler o seu texto em voz alta. Ao ler a sua redacção, certamente você entenderá quando e como pontuá-la, o que consequentemente levará à elaboração de períodos mais curtos. Os períodos curtos podem eliminar incoerências, além de ser uma óptima pedida para a coesão do seu texto.

 

Dica 5: Cada parágrafo, uma ideia

Você sabe para que serve o parágrafo? Na estrutura do texto, o parágrafo é responsável por dar um intervalo entre um assunto e outro dentro do mesmo tema. Isso quer dizer que num único parágrafo não devem coabitar ideias diferentes. Nele deve existir uma ideia central desenvolvida por ideias secundárias que estabeleçam conexão com o tópico frasal. Se você perceber que outra ideia central surgiu, então é hora de mudar de parágrafo. Se ainda assim, no final do seu texto, você notar que a estrutura textual ficou comprometida em virtude da paragrafação inadequada, não tenha preguiça de reestruturá-lo. Reescrever é um dos principais exercícios para quem quer aprimorar a escrita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here