Início História História insólita de Portugal: o rei que mandou castrar o escudeiro por...

História insólita de Portugal: o rei que mandou castrar o escudeiro por ciúmes

D. Pedro I, conhecido pelo seu amor com Inês de Castro, ficou ainda famoso pelo cognome de "o cruel", talvez porque mandou castrar o escudeiro por ciúmes.

4531
0
Pedro e Inês de Castro

Afonso Madeira (Séc. XIV) foi um escudeiro do rei D. Pedro I de Portugal. Segundo a crónica de Fernão Lopes, era favorito do rei. Foi castrado por ter sido apanhado a dormir com Catarina Tosse, mulher casada com Lourenço Gonçalves, o corregedor da corte.

Túmulo de Inês de Castro
Túmulo de Inês de Castro

Embora havendo três filhos do seu segundo casamento e tendo vivido uma relação intensa com Inês de Castro, com quem também houve descendência, acerca do temperamento deste soberano, o cronista Fernão Lopes dedicou um capítulo que intitulou “Como El-Rei mandou capar um seu escudeiro porque dormia com uma mulher casada“, permitindo entrever que o gesto teria sido motivado por ciúmes do monarca por seu escudeiro, de nome Afonso Madeira. Madeira é descrito como um grande cavalgador, caçador, lutador e ágil acrobata, e regista: “Pelas suas qualidades, El-Rei amava-o muito e fazia-lhe generosas mercês.

Túmulo de D. Pedro I
Túmulo de D. Pedro I

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here