Início História Fátima 1917 – 6 aparições: o que aconteceu em cada uma?

Fátima 1917 – 6 aparições: o que aconteceu em cada uma?

No ano de 1917, em Fátima, Nossa Senhora apareceu por 6 vezes aos 3 pastorinhos, a 1ª das quais a 13 de Maio. O que aconteceu em cada uma dessas aparições?

33538
5

Fátima 1917 – 6 aparições: o que aconteceu em cada uma?

Seja entre cristãos ou ateus, o fenómeno de Fátima desperta controvérsias e discussões acesas sobre o que realmente se teria passado naquele ano de 1917, há 100 anos atrás. Polémicas à parte, este é o relato de cada uma das aparições da Virgem Maria aos 3 pastorinhos segundo a versão dos mesmos.

1ª Aparição: 13 de Maio de 1917

milagre do solLúcia de Jesus, 10 anos, Francisco Marto, 9 anos e Jacinta Marto, 7 anos, após a Missa na igreja de Aljustrel, lugarejo de Fátima, foram pastorear o rebanho de ovelhas nas terras do pai de Lúcia, na Cova da Iria.

Após um como que clarão de relâmpago, num céu luminoso e sereno, sobre uma carrasqueira de metro e pouco de altura apareceu-lhes a Mãe de Deus.

Segundo as descrições da Irmã Lúcia, era “uma Senhora vestida toda de branco, mais brilhante que o sol, espargindo luz mais clara e intensa que um copo de cristal cheio de água cristalina, atravessado pelos raios do sol mais ardente”. Seu semblante era de uma inenarrável beleza, nem triste, nem alegre, mas sério, talvez com uma suave expressão de ligeira censura. Como descrever em pormenores seus traços? De que cor os olhos, os cabelos dessa figura celestial? Lúcia nunca o soube dizer ao certo!

O vestido, mais alvo que a própria neve, parecia tecido de luz. Tinha as mangas relativamente estreitas e era fechado no pescoço, descendo até os pés, os quais, envolvidos por uma ténue nuvem, mal eram vistos roçando as franças da azinheira. Um manto lhe cobria a cabeça, também branco e orlado de ouro, do mesmo comprimento que o vestido, envolvendo-lhe quase todo o corpo. “As mãos, trazia-as juntas em oração, apoiadas no peito, e da direita pendia um lindo rosário de contas brilhantes como pérolas, terminando por uma cruzinha de vivíssima luz prateada. [Como] único adereço, um fino colar de ouro-luz, pendente sobre o peito, e rematado, quase à cintura, por uma pequena esfera do mesmo metal”

Nesta primeira aparição, Nossa Senhora pede aos 3 pastorinhos que venham seis meses seguidos, no dia 13, à mesma hora. E diz que ainda viria uma sétima vez.

“Quereis oferecer-vos a Deus para suportar todos os sofrimentos que Ele quiser enviar-vos, em ato de reparação pelos pecados com que Ele é ofendido, e de suplica pela conversão dos pecadores?

À resposta afirmativa das crianças, Ela acrescentou: “Ides, pois, ter muito que sofrer, mas a graça de Deus será o vosso conforto”.

Foi ao pronunciar estas últimas palavras (‘a graça de Deus…’, etc.), que abriu pela primeira vez as mãos, comunicando-nos uma luz tão intensa, como que reflexo que delas expedia, que nos penetrava no peito e no mais íntimo da alma, fazendo-nos ver a nós mesmos em Deus, que era essa luz, mais claramente do que nos vemos no melhor dos espelhos. Então, por um impulso íntimo, também comunicado, caímos de joelhos e repetíamos intimamente: ‘Ó Santíssima Trindade, eu Vos adoro. Meu Deus, meu Deus, eu Vos amo no Santíssimo Sacramento’.

Passados os primeiros momentos, Nossa Senhora acrescentou: ‘Rezem o Terço todos os dias para alcançarem a paz para o mundo e o fim da guerra’.

E Nossa Senhora se elevou serenamente, subindo em direcção ao nascente, até desaparecer no Céu.

A celeste Mensageira havia produzido nas crianças uma deliciosa impressão de paz e de alegria radiante, de leveza e liberdade. Parecia-lhes que poderiam voar como os pássaros. De tempos em tempos, o silêncio em que tinham caído era cortado por esta jubilosa exclamação de Jacinta:

– Ai! que Senhora tão bonita! Ai! que Senhora tão bonita!

Nas aparições, a Virgem Santíssima falou apenas com Lúcia, Jacinta só ouvia o que Ela dizia e Francisco não A ouvia mas apenas via.

5 COMENTÁRIOS

  1. Melhorando a informação sobre a língua portuguea:
    – o Português é o QUINTO idioma oficial mais falado no mundo, mas, o QUARTO, se incluir os não nativos, só atrás do Mandarim, do Inglês e do Espanhol. 400 milhões de pessoas, falam o nosso Português, cada vez mais ameaçado por burros e preguiçosos.

  2. A sexta “aparição”, a de Agosto de 1917, foi uma farsa. Com a “ameaça” de grande contingente de visitantes que estariam pesentes, especialmente a impensa internacional, a senhora não apareceu. A história do rapto das crianças, é meio esquisita. Claro, que houve muitos presentes que tinham várias visões para contar. Até aquela que o Sol, dançou.

  3. Sou e sempre sempre serei orgulhosa do meu pais,e pena estarem sempre a mudar o nosso dicionario e pura e simplesmente a usarem a maneira que os nossos irmaos do Brasil usam,se Portugal e a terra mae a lingua de Camoes,porque teem de mudar,ate li no jornal Luso Americano que ate a SIRI vai falar Portugues,mas Portugues Brasileiro,nao acho piada,pois que ate a forma de falarem,nao se compreende muito bem,nao sei serei so eu que assim penso?

  4. Isto eh tudo uma propaganda religiosa da Igreja Catolica e do governo fascista ,e ainda continua hoje em dia a mesma treta…foram seres extra terrestres que ainda continuam a aparecer todos os dias nos ceus deste planeta principalmente desde que a estupidez humana decidiu brincar com uma bomba atomica,desde esse momento esses seres teem tentado avisar-nos que essa bomba eh um brinquedo muito perigoso,mas o ser humano nao quer evoluir com ajuda desses seres extra terrestres!…Francamente!!!…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here