Início Cultura Estas 4 palavras da Língua Portuguesa são impossíveis de traduzir noutros idiomas

Estas 4 palavras da Língua Portuguesa são impossíveis de traduzir noutros idiomas

A Língua Portuguesa pode ser realmente muito especial. Descubra 4 palavras que só existem no idioma português e muito difíceis de traduzir.

34815
1
Língua Portuguesa
Língua Portuguesa

Existe palavras únicas em todos os idiomas e na Língua Portuguesa não é diferente. Quando falamos em português, utilizamos palavras que dificilmente poderão ter tradução noutros idiomas. A grande maioria tem tradução, obviamente. Aquelas que não possuem uma tradução literal são, regra geral, palavras que definem sentimentos ou emoções. Isto acontece porque cada povo tem a sua própria cultura e a sua própria forma de vivenciar e interpretar emoções e sentimentos. Por isso mesmo, mesmo que por vezes uma palavra usada para definir uma emoção em português tenha tradução noutro idioma, isso não quer dizer que essa palavra estrangeira defina na perfeição todos os sentimentos que nós, falantes de português, colocamos nessa palavra quando a utilizamos. O facto de algumas palavras não terem tradução literal noutros idiomas não quer dizer que não possam ser traduzidas. Podem! Mas podem ser traduzidas apenas utilizando expressões, frases ou explicando o contexto em que elas são utilizadas. Estas 4 palavras da Língua Portuguesa não possuem tradução literal noutros idiomas.

 

1. Saudade

Saudade
Saudade

Existem várias opiniões diferentes sobre o facto de esta palavra ser exclusiva da Língua Portuguesa e não possuir tradução noutros idiomas. Vários linguistas apontam palavras com o mesmo significado noutros idiomas. É o caso de “dor” em romeno, de “morriña” em galego ou de “añoranza” em castelhano. No entanto, nenhuma destas palavras traduz completamente todos os significados que os portugueses (e os brasileiros, moçambicanos, etc…) colocam na palavra saudade. Hoje em dia, na Língua Portuguesa, saudade significa muito mais do que sentir a falta de alguém. Basta ler alguns poemas de poetas portugueses e brasileiros ou ouvir algumas canções para perceber que o termo saudade é muito mais complexo e que define várias emoções e sentimentos que dificilmente são totalmente traduzidos por outras palavras de outros idiomas.

 

2. Desbundar

Desbundar
Desbundar

A expressão é explicada como sendo a forma de perder as inibições e, simplesmente, entrar em modo de diversão. Trata-se de uma palavra relativamente recente no léxico português e é utilizada sobretudo pelas gerações mais novas. Como é óbvio, existem palavras semelhantes noutros idiomas mas, mais uma vez, estão longe de expressar completamente tudo aquilo que está implícito na palavra desbundar.

 

3. Desenrascanço

desenrascanço
Desenrascanço

Toda a gente sabe o que é ‘desenrascar-se’ de algo. É o acto de se desembaraçar engenhosamente de uma situação problemática. Esta palavra é mais frequente em Portugal no que no Brasil. Aliás, o desenrascanço tornou-se numa espécie de “orgulho nacional” e em algumas universidades portuguesas ensina-se os alunos a resolver problemas com recurso a poucas opções ou soluções menos convencionais. Segundo a empresa alemã Siemens, uma das razões pelas quais eles preferem engenheiros portugueses é precisamente porque estes possuem uma habilidade inata em resolver problemas quando parecem faltar soluções óbvias para os mesmos. Enquanto que os seus engenheiros alemães teimam em seguir todas as regras e protocolos e falham quando o problema não se encaixa em algo previsível, os portugueses conseguem dar a volta à situação recorrendo a outras soluções, atitude que parece agradar muito à Siemens.

 

4. Fado

origem do fado
Fado

Fado significa destino. E destino tem tradução noutros idiomas, obviamente. Mas será que as emoções e os sentimentos que os portugueses colocam na palavra fado podem ser traduzidos completamente pela palavra destino? Se compararmos a palavra fado com a palavra destino. A palavra destino pode implicar uma versão positiva ou negativa, ou seja, algo bom pode acontecer por força do destino mas também pode acontecer algo mau. Já a palavra fado, segundo os sentimentos que os portugueses lhe associam, tem uma visão mais pessimista, uma espécie de fatalidade. Quando os portugueses utilizam a palavra fado para se referirem à sua vida, normalmente eles associam uma visão fatalista, um sofrimento perpétuo e constante que não pode ser contrariado por causa de forças maiores do que a nossa vontade. Existem algumas palavras estrangeiras que podem expressar algo semelhante, mas nunca 100% igual. Um dos casos mais flagrantes é uma palavra da língua Ídiche, Schlimazl, que define uma pessoa constantemente azarada sem, no entanto, associar esse azar a uma fatalidade do destino, tal como faz a palavra fado.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here