Início Sociedade Descubra porque se chamam saloios aos habitantes dos arredores de Lisboa

Descubra porque se chamam saloios aos habitantes dos arredores de Lisboa

Porque se chamam saloios aos habitantes dos arredores de Lisboa? As teorias são várias e parece difícil chegar a um consenso.

42342
3
saloios
Saloios

 

Designa-se como saloio o habitante natural das zonas rurais do início do século XX em volta de Lisboa, a região saloia. A região saloia compreende vários concelhos, sendo os seus limites discutíveis. Alguns autores definem como região saloia os concelhos de Alenquer, Amadora, Arruda dos Vinhos, Cadaval, Loures, Mafra, Odivelas, Sintra, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras.

Saloios
Saloios

No passado os seus habitantes viviam da agricultura, praticada em hortas e pomares, e do comércio de produtos agrícolas em mercados e na cidade de Lisboa. Ainda hoje se situa nesta região o mercado que mais carne de bovino fornece à capital, a Feira da Malveira. As mulheres ganhavam mais algum dinheiro como lavadeiras das famílias abastadas de Lisboa.

Saloios
Saloios

Desses tempos em que muitas aldeias se enchiam de peças de roupa secar ao sol ficou o termo Aldeia da Roupa Branca, que se tornou título de um filme dos anos 30 do século XX sobre esta região. Com produtos agrícolas de excelência (frutas, hortaliças, coelho, aves, ovos, queijo, caça,…), esta zona desenvolveu também uma gastronomia bastante variada e rica, sobressaindo as receitas de coelho, aves e porco. O queijo fresco ainda hoje é muito apreciado em todo o país.

Saloios
Saloios

A maneira de trajar também era muito própria, incluindo o colete e o barrete que até há poucos anos ainda era usado por pessoas mais velhas em algumas destas aldeias. Quando D. Afonso Henriques conquistou Lisboa aos mouros, por não despovoar a terra, deixou-os ficar na posse dos seus bens e casas, impondo-lhes certos tributos.

Saloios
Saloios

Este beneficio e tolerância, que a politica e a humanidade aconselhavam, estendeu-se aos lugares circunvizinhos da cidade. Esta foi logo aumentando em população cristã, que em si absorveu a raça mourisca pelo decurso dos tempos, o que não era tão fácil no campo.

Saloios
Saloios

Dizem que a estes mouros dos arredores davam antigamente o nome de Çaloyos ou Saloios, tirado do titulo da reza que repetem cinco vezes no dia, chamada çala. Ficou subsistindo o nome, ainda depois de povoados esses lugares por cristãos; e talvez da mesma origem proviesse um antigo tributo que se pagava do pão cozido em Lisboa e seu termo, e que era conhecido pela denominação de çalayo.

 

3 COMENTÁRIOS

  1. Desapareceu um antigo comentário da minha parte.

    Como também sempre ouvi dizer isso tive curiosidade, fiz um teste ao meu genoma. Sou 100% saloio de muitas gerações, sem “estrangeiros” na minha árvore genealógica.

    Qual a minha conclusão?
    A ser verdade depois de 1000 anos não existe praticamente diferenças para outras regiões de Portugal.
    Eu presumo que Basicamente parece que seriam apenas ibéricos convertidos ao islão (não querendo refutar este artigo). A percentagem de SNP (pequenas mutações no DNA), indígenas da península iberica é ligeiramente superior a outras partes do território. SNP do norte de África são apenas 1% superiores a um transmontano do extremo norte e mesmo a um espanhol das Astúrias.
    Existem n algoritmos para testar o meu DNA (feito pelo laboratório ftdna, http://www.fTDNA.com), mas nunca me dão acima de 7-8% de DNA norte africano, mesmo dando valores abaixo de 5%. E curiosamente 1/4 de DNA norte europeu, que pode nem ser sequer norte europeu. Apenas do nossos antepassados caçador recolector… Do antes neolítico… A religião não é obviamente uma raça, e diferentes etnias se converteram ao islão… É o que podemos observar…

    Usando o algoritmo com o ficheiro dado pelo fTDNA dos SNP num outro site http://www.gedmatch.com... Eurogenes, k13.

    # Population Percent
    1 North_Atlantic 36.46
    2 West_Med 28.25
    3 East_Med 14.17
    4 Baltic 10.53
    5 Red_Sea 4.01
    6 West_Asian 3.22
    7 Northeast_African 2.19
    8 Sub-Saharan 0.63
    9 Oceanian 0.53

    Single Population Sharing:

    # Population (source) Distance
    1 Spanish_Extremadura 2.73
    2 Portuguese 3.56
    3 Spanish_Andalucia 3.97
    4 Spanish_Galicia 4.18
    5 Spanish_Murcia 4.45
    6 Spanish_Castilla_Y_Leon 4.64
    7 Spanish_Castilla_La_Mancha 4.73
    8 Spanish_Valencia 5.07
    9 Spanish_Cataluna 5.97
    10 Spanish_Cantabria 6.41
    11 Spanish_Aragon 7.72
    12 North_Italian 7.93
    13 Southwest_French 8.55
    14 French 12.24
    15 Tuscan 13.75
    16 South_Dutch 18.36
    17 West_German 18.43
    18 French_Basque 19.3
    19 West_Sicilian 20.2
    20 Romanian 20.82

    North atlantic, são SNP partilhados até com ingleses… E no meu caso nem sequer são os portugueses os mais próximos… A distância genética é menor para os espanhóis da extremadura, diria que o povo que ocupava a Lusitânia, tem mais impacto no que somos hoje, do que todas as invasões subsequentes…

  2. Li já algum tempo que originalmente os chamados saloios iam desde os arrabaldes de Lisboa até quase Leiria ou seja todo o norte da antiga provincia da Estremadura e provavelmente seriam descendentes dos moçarabes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here