Início História Bernardo de Claraval: o santo que conseguiu a independência de Portugal

Bernardo de Claraval: o santo que conseguiu a independência de Portugal

Continuam a existir mitos relativos à independência de Portugal, mas é cada vez mais certo que S. Bernardo de Claraval teve um papel importante no processo.

4037
1
COMPARTILHE
São Bernardo
São Bernardo

Html code here! Replace this with any non empty text and that's it.

Bernardo de Claraval nasceu em Dijon, em 1090, mesma Cidade do seu primo, o Conde D. Henrique (1066), mas trinta e quatro anos depois. Faleceu em 1153 na abadia de Claraval.

Descendia da nobre Família borgonhesa de Condes, Duques, Papas, Heróis, Santos e Reis, nomeadamente São Luís, o construtor da Sainte Chapelle, em Paris.

Brasão da Ordem de Cister
Brasão da Ordem de Cister

É uma das Personalidades mais prestigiadas e influentes do século XII. Além da profunda remodelação da ordem beneditina, com o nome de Ordem de Cister (1115), foi ele o escolhido pelo Papa Eugénio III (de origem cisterciense) para pregar na Europa a 2ª Cruzada (1145).

eugenio (1)
Papa Eugénio III

Já antes – em 1128, data da Batalha de São Mamede – tinha defendido a criação da Ordem dos Templários, cujos estatutos redigiu ele mesmo. D. Afonso Henriques fez parte dos Templários.

Torna-se uma personalidade importante e respeitada na Cristandade: intervém em assuntos públicos, defende os direitos da Igreja contra os príncipes seculares e aconselha papas e reis. Em 1132, ele consegue do papa a independência de Claraval em relação à Cluny.

14213453734_3e017716e4_k
Mosteiro de São João de Tarouca, da Ordem de Cister

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here