Início Gastronomia Benefícios e contra-indicações da tapioca (com receita)

Benefícios e contra-indicações da tapioca (com receita)

Cada vez mais consumida em todo o mundo, a tapioca, que tem origem na mandioca, possui muitos benefícios mas também algumas contra-indicações.

0
Tapioca
Tapioca

A mandioca é um arbusto típico da América do Sul que hoje também se pode encontrar em muitas partes da África e nos países da costa do Pacífico. O seu cultivo remonta ao tempo da civilização Maia e as suas raízes têm grandes propriedades nutricionais. Pode ser consumido frito ou cozido.

A farinha de tapioca é extraída destas raízes e é, ainda hoje, um alimento básico na culinária de muitos países americanos. A tapioca é uma fonte natural de hidratos de carbono e é rica em amido. É pobre em colesterol e gordura saturada e por isso fornece energia saudável e é recomendada em dietas saudáveis.

Além disso, a tapioca é rica em fibras e possui minerais tão importantes quanto o cálcio, fósforo, magnésio, ferro, sódio ou zinco. Possui vitaminas B1, B3 e C. É fácil de digerir e o seu consumo é recomendado em caso de problemas de gastrite ou acidez, pois é adstringente e ajuda a superar os sintomas associados a esta doença.

Há um grande número de receitas onde podemos usar farinha de mandioca e tapioca. A mandioca frita é um clássico e a tapioca pode ser usada na preparação de cremes e molhos.

Pode também servir para fazer sopa de tapioca preparada com caldo de aves ou como base para fazer uma massa fina. O seu uso é variado no caso das sobremesas: pudins, bolachas, biscoitos ou todo o tipo de doces que podem ser consumidos por celíacos (pessoas intolerantes ao glúten).

A origem da tapioca

Para obter a tapioca, a raiz da mandioca é pressionada para eliminar o componente tóxico natural que ela contém e é depois deixada a secar, industrialmente ou em salas de secagem ao sol. Quando as raízes ficam muito secas são moídas até obter uma farinha fina que acabará por se tornar a tapioca que todos conhecemos.

Esta farinha não contém glúten e, apesar de não poder ser usada para fazer pão, podemos obter panquecas com ela ou usá-la como espessante para molhos. Tem um pequeno inconveniente: possui demasiadas calorias.

A tapioca na cozinha

Graças ao seu sabor neutro, a tapioca é frequentemente utilizada como espessante para diferentes preparações, doces e salgadas. É hidratada e fervida em água para formar um tipo de gel translúcido que é incorporado aos alimentos.

Normalmente, é usada em bebidas e sobremesas, como pudim, mas também pode ser usada na produção de sopas e molhos, além de carnes, como hambúrguer, almôndegas e Nuggets (para dar consistência). Além disso, pode também ser utilizada na elaboração do famoso chá de pérola de tapioca, uma bebida que popularizou ainda mais este alimentos nos últimos anos.

Como se isto não bastasse, a tapioca também pode servir como ingrediente para massas, especialmente naquelas preparações sem glúten, uma vez que não contém esta proteína.

Os benefícios da tapioca

  • Possui propriedades anticancerígenas.
  • Reduz o risco de anemia devido ao seu alto teor de ferro.
  • Melhora a circulação sanguínea.
  • Facilita a digestão, sendo rica em fibras e proteínas. Este pormenor torna-a eficaz contra a prisão de ventre, inflamação ou dor abdominal.
  • Não contém glúten, tornando-a um alimento adequado para celíacos.
  • Produz uma sensação de saciedade, razão pela qual é uma óptima aliada para dietas para perda de peso.
  • O seu alto nível de proteínas ajuda o corpo a ter um bom desempenho físico.
  • Fortalece os ossos devido ao seu teor de vitamina K, cálcio e ferro.
  • Combate a malformação congénita nas mulheres grávidas.

Contra-indicações da tapioca

  • Um de seus efeitos adversos é a dor de estômago.
  • Embora ofereça muitos benefícios à saúde, é importante saber que a mandioca produz cianeto, que pode ser venenoso caso a tapioca não seja adequadamente preparada ou cozida.
  • Pode aumentar o peso. Isto ocorre porque possui uma percentagem muito alta de calorias e hidratos de carbono.
  • O efeito colateral mais comum é diarreia e dores de estômago, como náusea, como confirmado pela Universidade de Pittsburgh.
  • Pode causar hemólise, ou seja, um menor tempo de vida dos glóbulos vermelhos.
  • Irritações na boca e na garganta.
  • Se aplicada directamente na pele, pode causar irritação quando está em contacto com feridas ou cortes.

Receita com tapioca para começar o dia de forma saudável

Ingredientes:

  • 2-3 colheres de sopa de pérolas de tapioca
  • 2 copos de água
  • ½ copo de bebida vegetal
  • ½ fava de baunilha
  • 1 pêra
  • Meio limão
  • 1 colher de sopa de coco ralado
  • 1 colher de sopa de sementes (gergelim preto, cânhamo, papoula)
  • Edulcorante: cabe a si decidir colocar ou não, pois a doçura da bebida vegetal e da fruta pode ser suficiente. Mas se quiser algo mais doce, pode adicionar um pouco de adoçante natural, como açúcar de coco, xarope de data ou alguns pedaços de tâmaras.

Preparação:

  • Coloque as pérolas de tapioca numa panela com a água e leve ao fogo. Ferva em fogo médio-baixo por 4-5 minutos até ficar transparente.
  • Coloque um pouco da bebida vegetal e leve à geladeira por 24 horas (esta etapa não é essencial; isso só deve ser feito se quiser tirar proveito dos benefícios prebióticos, caso contrário, não precisará de tanto tempo).
  • Corte a pêra em pedaços e esmague com algumas gotas de suco de limão.
  • Misture a tapioca com a bebida vegetal (aqueça um pouco antes de servir), adicione as raspas de limão e a baunilha (corte ao meio e retire a polpa com uma faca pequena).
  • Distribua a tapioca, a pêra esmagada, o coco ralado e espalhe as sementes por cima numa tigela ou num prato fundo.
  • Como elas liberam muita substância gelatinosa durante o cozimento, é melhor não cozinhar um grande número de pérolas. É uma boa ideia começar com 2 ou 3 colheres de sopa e cozinhar em bastante água.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here