Início Viagens Aveiro: a mais romântica das cidades portuguesas

Aveiro: a mais romântica das cidades portuguesas

É conhecida pela Veneza Portuguesa e deslumbra pela sua ria e pela arquitectura. Descubra Aveiro, a mais romântica das cidades portuguesas.

2970
3
Aveiro
Aveiro

Junto ao mar e à ria, Aveiro é atravessada por uma rede de canais por onde passeiam barcos moliceiros. Estas embarcações, esguias e coloridas, serviam para recolher algas e sargaço, e hoje em dia são usadas em passeios turísticos. Fazer a visita a pé também não implica demasiado esforço já que a cidade é plana, e quem gosta de pedalar pode optar pelas ”bugas” – as bicicletas de utilização gratuita disponibilizadas pela Câmara Municipal de Aveiro.

Estação de Aveiro
Estação de Aveiro

Aveiro possui um conjunto de edifícios em estilo “Arte Nova” que vale a pena apreciar. Grande parte está situada junto ao canal principal, mas existem alguns fora das rotas tradicionais e até noutras localidades. A localização dos edifícios está indicada no roteiro disponível no Posto de Turismo e podemos ficar a conhecer ainda melhor este estilo no Museu que lhe é dedicado.

Aveiro
Aveiro

Outro local a visitar obrigatoriamente é o Museu de Aveiro instalado no Convento de Jesus, onde podemos admirar o Mausoléu da Princesa Santa Joana e a talha dourada que decora o interior da igreja. Também a vamos encontrar em profusão no interior da Capela do Senhor das Barrocas e com menos exuberância na Igreja da Misericórdia, cujo portal maneirista merece destaque. Já aqueles que apreciam arquitectura contemporânea portuguesa não devem perder os edifícios da Universidade.

Aveiro
Aveiro

Emblemático da cidade é o doce confeccionado com ovos e açúcar – os “ovos moles” que são vendidos em barricas de madeira ou envoltos numa crosta de massa de hóstia com diversos formatos. Mas antes da gulodice, podemos confortar o estômago com as delícias que o mar oferece como o marisco, o peixe fresco grelhado ou em caldeiradas e as enguias características desta região, que são servidas em caldeirada ou escabeche.

Aveiro
Aveiro

Reserve ainda algum tempo para uma visita à Fábrica da Vista Alegre, a mais internacional das porcelanas portuguesas, e ao Campus Universitário de Aveiro, um verdadeiro museu de arquitectura portuguesa contemporânea ao ar livre, onde se edificaram obras assinadas por Siza Vieira, Souto Moura, Alcino Soutinho, Carrilho da Graça e Gonçalo Byrne.

Aveiro
Aveiro

Depois, desça até à Costa Nova e deixe-se conquistar por este pedaço colorido do litoral português. Esta praia é característica devido às casas em madeira riscadas de branco e cores garridas, descendentes dos antigos palheiros que serviam de armazém e abrigo aos homens do mar. Mesmo ao lado, na praia da Barra, ergue-se sobranceiro e imponente o Farol da Barra, o mais alto de Portugal.

Aveiro
Aveiro

E já que aqui está, faça-se ao mar em grande estilo. A bordo do Santa Maria Manuela, um lugre de 4 mastros construído em 1937 que foi reabilitado e sulca agora as águas da região, há uma aventura à sua espera.

Aveiro
Aveiro

Aveiro esteve sempre ligada ao comércio do mar, à pesca e à produção de sal. Desde a Idade Média, a povoação cresceu protegida e privilegiada pelos monarcas, sendo um marco decisivo na sua história o momento em que a Infanta Joana, a santa princesa filha de Afonso V, ingressou no Convento de Jesus.

Costa Nova
Costa Nova

Nos séculos seguintes a vila conheceu momentos de crescimento, quando os Descobrimentos abriram Portugal ao mar e trouxeram até às margens da Ria mercadores e navegadores de vários pontos da Europa.

As 10 melhores cidades para viver em Portugal
Parque Infante D. Pedro (Foto: Maria José Almeida)

Mas foi também a Ria, quando no século XVII se fechou o canal de comunicação com o mar, que influenciou um dos períodos de maior crise na região. Seria no reinado do magnânimo João V que Aveiro foi elevada a cidade, e posteriormente, a sede de diocese.

3 COMENTÁRIOS

  1. Aveiro a cidade onde passei minha mocidade 1948/1964, embora nesse tempo não tivesse os canais navegáveis como hoje, mas que adoro e amo mais a minha terra natal, PARDILHÓ.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here