Início História Austrália: aumentam as provas que terão sido os portugueses a descobri-la

Austrália: aumentam as provas que terão sido os portugueses a descobri-la

Os portugueses descobriram a Austrália 200 anos antes dos ingleses? As dúvidas são imensas mas as provas a favor da descoberta portuguesa são cada vez mais.

22210
1
COMPARTILHE
portugueses descobriram a Austrália

Austrália: aumentam as provas que terão sido os portugueses a descobri-la

Quem descobriu a Austrália? Os portugueses descobriram a Austrália 200 anos antes dos ingleses? Porque razão este imenso continente permaneceu tanto tempo desconhecido pelos europeus. As provas que terão sido os portugueses a descobrir a Austrália aumentam cada vez mais e a teoria da descoberta inglesa é posta em causa.

Existem várias teorias que defendem que os portugueses estiveram na Austrália antes do navegador inglês James Cook ter tomado posse da Austrália a mando da coroa inglesa, em 1770, que resultou na colonização Inglesa iniciada em 1788.

Terra Java - east coast of Australia (1)

A maioria defende que os portugueses chegaram à Austrália por volta de 1520, cerca de 5 anos depois de terem aportado em Timor, em plena época de expansão e epopeias marítimas portuguesas.

Defendem que era difícil que nas suas viagens regulares na costa usando Timor como ponto de escala,  nomeadamente para o entreposto comercial de Malaca (actual Malásia) os portugueses não se tivessem apercebido da existência de uma ilha continente de 7.741.220 km2, mais de duas vezes o tamanho da Europa, ali tão perto.

Add 24065

A teoria é segundo os defensores apoiada por alguns achados arqueológicos de origem portuguesa entre eles dois canhões de cobre, do final de 1400 início de 1500,  descobertos na costa oeste ao largo de Broome, no Território do Norte em 1916.

Pela cartografia da escola francesa de Dieppe, que inclui mapas do Século XVI de influência portuguesa que mostram o contorno de uma terra semelhante à Austrália e a mais recente descoberta de um canhão de bronze que parece ser de origem portuguesa perto de Darwin, Território do Norte, em 2010.

australia43

Sabe-se por intermédio de crónicas oficiais que em 1521 Cristóvão Mendonça partiu da Índia em busca da ilha do ouro (Pulo Mas), que alguns defendem ser o noroeste da Austrália e que terminou a viagem em Malaca (actual Malásia). Ora é no decorrer dessa viagem que segundo os defensores da teoria da descoberta portuguesa da Austrália este terá explorado a costa australiana. Se a teoria for alguma vez provada isso significaria que os portugueses teriam chegado à Austrália muito antes de os holandeses ou os ingleses terem lá chegado.

O já falecido australiano Keneth McIntyre, professor de Literatura, Direito e um apaixonado pela História Portuguesa, foi um dos defensores mais conhecidos dessa teoria. No seu livro ´The secret Discovery of Australia´, publicado em 1977, ele atribuiu a descoberta da Austrália a Cristóvão de Mendonça.

australia94

O professor defendeu a descoberta Portuguesa com base na análise de um mapa luso-francês de 1536, chamado Mapa Delfim, que mostrava uma ilha chamada Java bastante semelhante à Austrália. O autor acredita que o mapa foi fruto da viagem do navegador português Cristóvão Medonça à Austrália em 1521.

No seu livro McIntyre fala também de um navio de mogno afundado, que ele afirma ter pertencido à frota de Cristóvão Mendonça. A caravela teria encalhado nas dunas perto de Warrnambool, no estado de Vitória, a oeste de  Melbourne. Dois caçadores de focas afirmaram mesmo terem visto os seus destroços em 1836.

australia837

Apesar dos destroços do navio nunca terem sido encontrados, e hoje o barco ser considerado uma lenda a sua história é celebrada em Warrnambool principalmente no festival Português que ai tem lugar a cada dois anos.

Quanto à teoria de McIntyre esta foi bem aceite na Austrália e a tradução do seu livro para Português trouxe reconhecimento ao professor em terras lusas.

australia73

Mais recentemente o  livro do jornalista britânico Peter Trickett, ´Beyond Capricorn´, publicado em 2007, reavivou novamente a tese da descoberta Portuguesa por Cristóvão Mendonça. Desta vez com base na interpretação do mapa do Atlas Vallard de 1547, cujo original está preservado na biblioteca de Huntington, no estado da Califórnia, EUA.

Segundo o autor,  Peter Trickett, a localização no mapa de vários pontos na costa este do continente australiano e alguns vestígios arqueológicos provam que o português Cristóvão Mendonça e a sua frota de quatro navios terá chegado à Austrália 250 anos antes do Capitão Cook. O livro também está disponível em Português e uma cópia do mapa pode ser encontrada no espólio da National Library of Australia.

Australia_first_map

Segundo os escritores a descoberta portuguesa da Austrália teria ficado em segredo porque a Austrália estava fora do alcance de Portugal desde a ratificação do traçado do Tratado de Tordesilhas que dividiu o mundo em dois em 1494. Nessa altura, a Austrália, ainda desconhecida dos portugueses, estaria para lá do Meridiano de Tordesilhas, grande parte na metade espanhola.

Muitos outros autores e historiadores se debruçaram ao longo dos anos e provavelmente vão continuar a fazê-lo sobre  a teoria da descoberta portuguesa da Austrália. Teoria que até acolhe algum consenso na comunidade científica mas até prova em contrário oficialmente a Austrália foi descoberta pelos ingleses em 1770.

Mais artigos

Os piores comentários dos turistas sobre Portugal

  Portugal está na moda. Os turistas invadiram as nossas cidades e estão por todo o lado. Mas será que saem de Portugal sempre satisfeitos?...

Mais recentes

D. João VI: o único Rei que conseguiu enganar Napoleão (e...

  Os primeiros anos do século XIX foram um autêntico terror para vários países europeus. O ambicioso e destemido Napoleão Bonaparte planeava invadir a Inglaterra...

REDES SOCIAIS

161,353FãsCurtir
260SeguidoresSeguir
704SeguidoresSeguir

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here