Início Viagens As 16 cidades mais antigas da Europa (1 é portuguesa)

As 16 cidades mais antigas da Europa (1 é portuguesa)

Com quase 7 mil anos de idade, algumas destas localidades do velho continente ainda continuam habitadas. Descubra as 16 cidades mais antigas da Europa.

29396
0
Castelo de São Jorge
Castelo de São Jorge

Custa um pouco a imaginar, mas existem cidades europeias com milhares de anos de idade. Há no entanto, algumas dificuldades em ordenar cidades com base na sua antiguidade. Primeiro, importa definir aquilo que é considerado como sendo uma cidade. Um simples povoamento ancestral de seres humanos pode ser considerado como o início de uma nova cidade? Ou para receber esta categoria terá que existir algum grau de organização e elementos típicos, como governo, edifícios comunitários, organizações sociais, comércio?

Esta dificuldade em definir uma cidade causa, por exemplo, alguma confusão na hora de escolher a cidade mais antiga de Portugal. Se por um lado é consensual que Braga será o local em Portugal onde se estabeleceram os primeiros povoadores do nosso país, Lisboa terá sido o primeiro local com alguma organização, estruturas e comércio que permitem que seja catalogada como cidade. E resta ainda outro pormenor curioso: se atendermos ao detalhe da data oficial de declaração, o local mais antigo é Évora, que foi declarada como cidade pelos romanos, ainda antes de Braga e Lisboa, sendo portanto parte das cidades mais antigas de Portugal.

Mas se aquilo que o fascina é a história do Velho Continente, então leia o nosso artigo sobre as cidades mais antigas da Europa. Algumas dessas cidades possuem mais de 6 mil anos de história e ainda continuam habitadas.

 

16. Yerevan, Arménia

Yerevan
Yerevan

A cidade fundada um pouco antes de Roma, em 782 a.C., servia como importante ponto mercantil entre a Ásia e a Europa. Foi tomada pelos Assírios, Romanos, Bizantinos, Persas, Árabes, Seljúcida, Mongóis e Turcos. O fim da União Soviética em 1991 abriu a cidade ao turismo. Yerevan é, assim, uma das mais antigas cidades do mundo dentre as ainda habitadas. Tornou-se uma cidade importante devido à sua localização estratégica no meio das rotas de caravanas entre a Europa e a Índia. Tem a actual designação pelo menos desde o século VII, quando era a capital da Arménia sob soberania persa.

 

15. Zadar, Croácia

Zadar
Zadar

Os Liburnianos terão fundado esta cidade da Croácia em 900 a.C., que foi mais tarde ocupada pelos Romanos e Bizantinos. Nos séculos XVII e XVII, foi objecto de disputas entre Venezianos, Turcos e Franceses. Zadar foi ainda palco de conflitos armados durante a guerra pela independência durante a década de 90. A herança romana permanece até aos dias de hoje. A cidade foi gravemente atingida pelos bombardeios aéreos ocorridos na Segunda Guerra Mundial e, logo após o Tratado de Paris, assinado em Fevereiro de 1947, foi oficialmente anexada à Jugoslávia. Até 1947, predominava a língua e a cultura italiana na região, hoje em dia, a presença italiana limita-se à gastronomia e a uma pequena comunidade italófona.

 

14. Mtskheta, Geórgia

Mtskheta
Mtskheta

Situada a norte da capital Tbilisi, Mtskheta foi fundada há 3 mil anos e é o berço do Cristianismo no país. Em 2014, foi considerada “Cidade Sagrada” pela Igreja Ortodoxa georgiana e é Património Mundial da UNESCO desde 1994. Há na cidade remanescentes de antigos lugarejos datados anteriormente ao século X a.C., e foi capital do antigo Reino da Ibéria (não confundir com a Ibéria formada por Portugal e Espanha), no tempo dos romanos. Foi um dos primeiros locais a ser convertido ao Cristianismo. O Rei Dachi I Ujarmeli, no início do século VI, transferiu a capital do reino para Tbilisi, por possuir uma melhor defesa. No entanto, Mtscheta permaneceu como uma importante cidade, servindo para a coroação dos Reis da Geórgia, até o século XIX.

 

13. Mitilene, Grécia

Mitilene
Mitilene

A cidade antiga é actualmente a capital da ilha de Lesbos. Homero escreveu sobre o local, nomeadamente os ataques dos Aqueus durante a Guerra de Tróia entre 1300 e 1200 a.C.. A sardinha é uma das atracções gastronómicas de Mitilene. A cidade está localizada na ponta sul da ilha, perto da costa turca. Aristóteles viveu e ensinou lá. A ilha mudou de mãos várias vezes ao longo dos anos, mas desde 1916, a cidade e a ilha se uniram ao reino independente da Grécia. Em 1941, a ilha foi ocupada por uma divisão de infantaria alemã. Há muitos edifícios neoclássicos, como a prefeitura de Lesbos, a antiga Câmara Municipal, o da Escola Secundária Experimental, hotéis e residências. O porto é dominado pela igreja barroca de São Therapon. Tem um porto de ferries para se comunicar com as cidades mais importantes e as ilhas vizinhas. Para ver: o velho teatro, museus arqueológicos, o castelo, a igreja de São Simeon, o Mosteiro de São Rafael, a Estátua da Liberdade, entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here