Início Sociedade As 15 maiores cidades de Portugal

As 15 maiores cidades de Portugal

A população portuguesa está concentrada sobretudo no litoral do país, na faixa que vai do Porto até Setúbal e o interior está ao abandono. Estas são as maiores cidades de Portugal.

103122
3

5. Cascais (206.479 habitantes)

Situada junto ao mar e tradicionalmente uma aldeia piscatória, Cascais teve um importante desenvolvimento no séc. XIV, quando era porto de escala de grande movimento para os navios que se dirigiam a Lisboa. Foi no entanto a partir da 2ª metade do séc. XIX, altura em que os banhos de mar começaram a ser apreciados, que Cascais sofreu um impulso que a transformou numa estância de veraneio muito em moda. O principal impulsionador da transformação foi o Rei de Portugal D. Luís I, que em 1870 converteu a fortaleza da cidadela na residência de verão da monarquia portuguesa.

Farol de Santa Marta
Farol de Santa Marta

Este exemplo foi seguido pela nobreza que aqui construiu palacetes e belíssimas vivendas onde passavam a época mais quente do ano, transformando por completo a antiga vila de pescadores. Cascais passou a atrair também os passeios dos curiosos, cujo acesso ficou mais facilitado pela inauguração da linha de Caminho de Ferro entre Pedrouços e Cascais em 1889. Hoje em dia, Cascais é uma localidade muito animada e cosmopolita, que conserva ainda o seu ar aristocrático.

 

4. Porto (237.591 habitantes)

Capital e porta de entrada da região norte, o Porto é uma cidade antiga que deu nome a Portugal e a um vinho conhecido nos quatro cantos do mundo: o Vinho do Porto. Com uma situação magnífica junto da foz do Douro e um conjunto arquitectónico de valor excepcional, o centro histórico do Porto é Património da Humanidade desde 1996. É a capital do Norte e 2ª cidade do país; a sua população empreendedora e com marcada vocação mercantil, desde sempre afirmou a sua vontade contra imposições e invasores, sendo por isso o Porto também conhecido como a “invicta” cidade.

Porto
Porto

Para além do seu valor patrimonial, interessa descobrir no Porto a sua forte personalidade citadina e o seu tão singular carácter humano. Para melhor conhecer a cidade é aconselhável percorrê-la devagar e admirar o casario típico e os monumentos de granito, efectuar um percurso de eléctrico à beira do Rio ou um passeio de barco por baixo das seis pontes, desfrutando de uma perspectiva diferente. Sugerimos dois itinerários, propostas diferentes para dois dias de passeio, que procuram evidenciar os impressivos contrastes que a cidade oferece.

 

3. Vila Nova de Gaia (302.295 habitantes)

Situada junto ao rio Douro e povoada desde tempos muito remotos, foi no séc. XVIII que Gaia conheceu um grande desenvolvimento, quando aqui foram instalados os Armazéns do Vinho do Porto. O vinho chegava transportado em barcos rabelos para envelhecer nas caves, adquirindo as qualidades que o tornam tão apreciado mundialmente.

Mosteiro da Serra do Pilar
Mosteiro da Serra do Pilar

Uma visita a uma das muitas Caves aqui existentes é imprescindível para melhor conhecer e apreciar este vinho, único no mundo.Do património monumental que a cidade de Gaia possui, destaca-se o Mosteiro da Serra do Pilar, cuja localização privilegiada fez com que já tenha sido utilizado como fortaleza e onde se pode admirar uma das mais belas vistas sobre a cidade do Porto.

 

2. Sintra (377.835 habitantes)

Lindíssima vila no sopé da Serra do mesmo nome, as suas características únicas fizeram com que a UNESCO ao classificá-la como património mundial fosse obrigada a criar uma categoria específica para o efeito – a de “paisagem cultural” – que desta forma considera tanto a riqueza natural como o património construído na vila e na serra. A Serra de vegetação luxuriante, está inserida no Parque Natural Sintra-Cascais.

Sintra
Sintra

Sempre foi muito muito apreciada por reis e nobres, exaltada por escritores e poetas de que é exemplo incontornável Lord Byron que lhe chamou Eden glorioso. Sintra possui um rico acervo de chalets e quintas, alguns dos quais oferecem actualmente alojamento nas modalidades de Turismo Rural ou de Habitação.

 

1. Lisboa (547.733 habitantes)

Sobre a margem direita do amplo estuário do rio Tejo, a capital de Portugal assente sobre encantadoras colinas, desfruta de uma situação geográfica ímpar, a que deve o seu destino de cidade cosmopolita. A sua luz excepcional, encantamento de escritores, fotógrafos e cineastas, o casario claro que trepa sobre as colinas, onde sobressai a cor ocre dos telhados, a policromia dos azulejos das fachadas e as ruelas tortuosas dos bairros antigos dão-lhe a atmosfera peculiar de cidade de transição entre o Norte europeu e o sul mediterrânico.

filmes estrangeiros rodados em lisboa
Lisboa

Local de eleição para as trocas comerciais com antigos povos mercadores e navegadores, a longa história de Lisboa começa na Alis-Ubbo fenícia, para se transformar, no séc. II, na romana Felicita Julia Olisipo, na Aschbouna árabe a partir do séc. VIII, em cidade portuguesa no ano de 1147, quando foi conquistada por D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal, e finalmente na capital do país, em 1255.

3 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde
    Ao ler o vosso artigo sobre as maiores cidades de Portugal, deparei-me com uma dúvida: quando se referem ao Seixal, os dados populacionais que apresentam são referentes à cidade ou ao concelho? É que para mim, são coisas muito diferentes. Agradeço que verifiquem essa informação, pois o concelho do Seixal é constituído por duas cidades, sendo elas a cidade do Seixal (que dá o nome ao concelho) e a cidade de Amora. A primeira, apesar de sede de concelho, tem apenas 31.600 habitantes enquanto a segunda (Amora) apresenta 48 629 habitantes (os dados remetem a 2011). Portanto, a população da cidade do Seixal não se aproxima,nem de perto, nem de longe aos dados populacionais referidos no vosso artigo. Esse número está correto apenas se se referirem ao total do concelho. Já agora, verifiquem também a cidade de Almada
    Os meus cumprimentos
    Dora Frade

  2. A D. Dora Fernandes tem toda a razão!
    Verifiquem entre outras inverdades, a vila de Sintra.
    Antes de se publicar um artigo deste género, convém saber o que se está a fazer.
    Pedro Ferreira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here