Início Viagens As 14 atracções turísticas mais macabras de Portugal

As 14 atracções turísticas mais macabras de Portugal

Locais assombrados, locais onde praticam rituais de bruxaria, locais repletos de ossos humanos. Conheça as atracções turísticas mais macabras de Portugal.

4054
0
COMPARTILHE
Capela dos Ossos de Lagos
Capela dos Ossos de Lagos

 

Locais abandonados com fama de assombrados? Capelas revestidas por milhares de ossos humanos? Becos e pátios por onde caminhou o último carrasco em Portugal? O turismo de aventura em locais que despertam emoções fortes está cada vez mais na moda e ganha adeptos, tanto em Portugal como no estrangeiro. Visitar qualquer um destes locais pode exigir uma dose extra de coragem, mas a visita é recompensada quando se ganha uma melhor noção sobre as histórias e lendas associadas a estes locais. Se gosta de emoções fortes, locais místicos, turismo diferente e, ao mesmo tempo, conhecer mais um pouco sobre locais esquecidos no tempo, descubra connosco as atracções turísticas mais macabras de Portugal.

 

1. Palacete de Marques Gomes – Vila Nova de Gaia

Quem já inspeccionou no interior esta propriedade abandonada, junto ao rio Douro, diz que ali se prova que as almas de outro mundo existem. Situada mesmo aos pés do rio Douro, na margem de Vila Nova de Gaia, esta mansão esconde segredos arrepiantes.

Palacete Marques Gomes – José Roseira

Quem por lá andou conta que uma voz metálica e brusca gritou: “Saiam já daqui, vão-se embora!”. Assustador que baste para que ninguém ouse fazer pesquisas mais profundas sobre o local.

 

2. Capela dos Ossos de Faro

Capela dos Ossos de Faro
Capela dos Ossos de Faro

A Igreja de Nossa Senhora do Carmo de Faro é uma majestosa construção barroca com torres que foi finalizada em 1719, durante o reinado de D. João V, que foi financiada (e decorada no seu interior) com ouro brasileiro.

A fachada foi terminada depois do terramoto de 1755, e depois dele, junto ao exterior encontra-se a macabra Capela dos Ossos, construída com ossos e caveiras de mais de mil monges como recordação sinistra da mortalidade.

 

3. Casa do Diabo em Felgueiras

Na Lixa, em Felgueiras, existe uma casa, agora em ruínas, a quem o povo chama a Casa do Diabo. Reza a história que essa está assombrada e que um casal de agricultores que lá viveu três ou quatro anos passou por situações inexplicáveis. O casal, que não tinha filhos, trabalhava na terra e a mulher fazia ainda alguns bordados para ajudar no orçamentos familiar. Certo dia, quando acabou de bordar uns panos que lhe teriam sido encomendados deixou-os num dos quartos da habitação, dobrados e passados a ferro.

Casa do Diabo em Felgueiras
Casa do Diabo em Felgueiras

No dia seguinte, quando se preparava para entregar a sua encomenda e se dirigiu à divisão onde tinha deixado os panos, estes estavam todos cobertos de urina e remexidos. Na casa só estavam ela e o marido, o que a deixou perplexa. Conta quem sabe que nesse quarto da Casa do Diabo se passavam fenómenos sobrenaturais: objectos que voavam e móveis que se arrastavam sozinhos. O casal acabou por abandonar a propriedade, amedrontados com a situação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here