Início Sociedade As 10 cidades mais caras para viver em Portugal

As 10 cidades mais caras para viver em Portugal

Seja para comprar casa, alugar um apartamento, gastar dinheiro em alimentação e roupas... estas são as cidades mais caras de Portugal para se viver.

32566
0

8. Tavira (1362 euros por metro quadrado)

O Algarve tem mais um concelho na lista dos mais caros. Em Tavira o preço do metro quadrado ronda os 1362 euros. Em Tavira, importa ainda destacar as casas tradicionais que se encontram na parte, com as suas portadas de reixa e os telhados “de tesoura”. As portadas de reixa são feitas de ripas de madeira e permitem o arejamento mesmo com as janelas e postigos das portas fechados. Os telhados “de tesoura” são constituídos por pequenos telhados de quatro águas, correspondendo cada um a uma divisão da casa. “Tesoura” é o nome que se dá ao cruzamento das traves em que os telhados assentam.

Tavira – Joe Price

Além do interesse histórico, um dos grandes atractivos de Tavira é o seu património natural. O Rio Gilão, que banha a cidade, conduz-nos até ao mar, onde encontramos a Ilha de Tavira, extenso areal com 11 km paralelo à costa e que integra o Parque Natural da Ria Formosa. Estas praias de águas tranquilas e areia branca são das mais apreciadas na costa algarvia. As ligações entre Tavira e a Ilha são feitas por carreiras (junto ao Mercado da cidade ou no sítio de Quatro Águas) e por barcos-táxi, de acordo com o estado do tempo e a disponibilidade. Não deixe de visitar Cacela Velha.

 

9. Funchal (1304 euros por metro quadrado)

Comprar uma casa no Funchal implica gastar uma média de de 1304 euros por cada metro quadrado. Capital da Região Autónoma da Madeira e situada na costa sul da ilha, numa bela baía com o mesmo nome, o Funchal teve o seu primeiro foral em meados do século XV, tendo o seu nome origem no funcho, erva aromática muito comum nesta região. Primeiro com o comércio de cana do açúcar e da banana e depois com o Vinho da Madeira, o Funchal tornou-se num importante porto comercial e ponto obrigatório de paragem nas viagens da expansão marítima. Também devido ao seu clima ameno todo o ano, desde cedo se tornou num dos destinos preferidos da elite europeia.

Funchal

Plena de história, cosmopolita, e com uma fantástica vida própria, o Funchal nos dias de hoje tem muito para ver e admirar, começando pelos núcleos históricos das suas freguesias, como os de São Pedro, de Santa Maria ou da Sé, que convidam a agradáveis passeios. O Funchal apresenta também uma forte componente cultural, abrangendo espaços museológicos e culturais de igual interesse. A não perder o Mercado dos Lavradores, onde os sabores e aromas das frutas e flores se misturam com a agitação habitual de um mercado. Sendo o Funchal conhecido como um “jardim à beira-mar”, não podemos deixar de referir os seus espaços verdes, como o Jardim Botânico ou o Jardim da Quinta do Palheiro Ferreiro, ambos com plantas provenientes dos quatro cantos do mundo.

 

10. Vila do Bispo (1276 euros por metro quadrado)

Vila do Bispo encerra esta lista com 1276 euros por metro quadrado. Com grande área do Concelho inserida no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, Vila do Bispo tem o privilégio de se manter intacta face ao crescimento do turismo característico de todo o sul algarvio. Uma serra e praias quase selvagens, permitem ao turista usufruir em pleno da natureza que o rodeia.

Vila do Bispo

Paralelamente à incontornável vertente histórica da Vila, está a afabilidade da sua gente, a sua rica gastronomia, na qual sobressai o peixe fresco e os muito procurados perceves. As praias de Vila do Bispo, destacam-se pela sua imponência, grandeza, sendo das mais procuradas para a prática do surf e outros desportos náuticos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here