Início Sociedade As 10 cidades mais caras para viver em Portugal

As 10 cidades mais caras para viver em Portugal

Seja para comprar casa, alugar um apartamento, gastar dinheiro em alimentação e roupas... estas são as cidades mais caras de Portugal para se viver.

32567
0

5. Oeiras (1481 euros por metro quadrado)

Em Oeiras, a mediana do preço por metro quadrado ronda os 1481 o que coloca este concelho no meio da tabela dos 10 mais caros. No princípio do século XX as praias da linha eram muito frequentadas, especialmente pelas classes sociais mais altas, que aqui se dirigiam por indicação médica, já que se considerava que o ar e a água das praias do concelho tinham efeitos medicinais.

Oeiras
Oeiras

Actualmente o concelho apresenta um dos mais elevados índices de qualidade de vida em Portugal, tendo deixado de ser considerado apenas como local de passagem entre Lisboa e Cascais e assumindo-se como a sede de importantes empresas ligadas às novas tecnologias (são exemplo disso o TagusPark, Quinta da Fonte e o LagoasPark) e à prestação de serviços.

 

6. Albufeira (1474 euros por metro quadrado)

Albufeira está entre os concelhos onde as casas estão mais caras. O preço por metro quadrado (apurado com base na informação que é usada para calcular o IMT) era no final do 2º trimestre deste ano de 1474 euros. As ruas do centro histórico, antigo Cerro da Vila, ainda conservam o pitoresco das casas brancas, das ruas apertadas e íngremes e o encanto de um arco mourisco na Travessa da Igreja Velha, onde existiu uma antiga mesquita e a primeira igreja da vila, embora o progresso tenha transformado Albufeira numa cidade dedicada ao turismo e ao lazer.

Albufeira

Nos barcos que secam na praia, pintados com cores fortes que contrastam com o azul do mar, os pescadores, alheios aos turistas bronzeando-se ao sol, prosseguem, como desde há milénios, a sua faina de preparação das redes. Um percurso pedestre à beira-mar pelo passeio marginal oferece magníficas perspectivas sobre a cidade, as praias e as formações rochosas, terminando na bonita gruta do Xorino que, segundo a tradição, foi refúgio de mouros, aquando da reconquista da vila no séc. XIII (1240).

 

7. Lagoa (1389 euros por metro quadrado)

Em Lagoa, no Algarve, o preço por metro quadrado das casas de habitação ronda os 1389 euros. Este valor resulta da média entre as habitações novas e as já existentes e que foram transaccionadas. Nos finais do séc. XIX, a pesca e a indústria de conservas de peixe trouxeram a prosperidade e o dinamismo. Actualmente o papel mais importante é desempenhado pelo turismo e por uma crescente diversidade de actividades económicas.

Lagoa

A vila desenvolveu-se a partir da Igreja Matriz, datada do séc. XVI mas completamente reconstruída no séc. XVIII. Nas ruas de casas brancas que a circundam, pontuadas por chaminés decoradas com o típico rendilhado algarvio, ainda se respira o ambiente do passado. Um passeio pelo traçado irregular proporciona diversas perspectivas da vila, onde podemos apreciar os altares dos Passos, marcando as antigas cerimónias da Semana Santa e encontrar vários portais e janelas manuelinas que marcam o seu passado quinhentista. O nome Lagoa difundiu-se internacionalmente sobretudo graças à boa produção de vinho branco, sendo uma das regiões demarcadas do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here